Oscar

CONFIRA OS INDICADOS (E VENCEDORES) DISPONÍVEIS NA 2001

COM UMA CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO MARCADA PELO DISCURSO POLÍTICO EM PROL DA DIVERSIDADE – E DO FIM DO ASSÉDIO SEXUAL – EM HOLLYWOOD, A 90ª EDIÇÃO DO OSCAR REALIZADA NO ÚLTIMO DOMINGO (4/3) CONSAGROU A FANTASIA “A FORMA DA ÁGUA” E INÚMERAS PRODUÇÕES INDIE (“TRÊS ANÚNCIOS PARA UM CRIME”, “CORRA!”, “ME CHAME PELO SEU NOME“, “EU, TONYA”).

Como nos últimos dez anos de entrega do prêmio, não houve um grande vencedor numérico, com “A Forma da Água” à frente, com quatro estatuetas melhor filme, direção (Guillermo del Toro), design de produção e trilha sonora. Indicado antes a roteiro original por “O Labirinto do Fauno” em 2007, Del Toro tornou-se o terceiro mexicano a ganhar o Oscar de melhor direção nos últimos cinco anos.

Não houveram surpresas nas categorias de atuação. Frances McDormand (melhor atriz) e Sam Rockwell (ator coadjuvante) foram reconhecidos por seus papéis no visceral “Três Anúncios para um Crime”, drama de Martin McDonagh com uma das personagens mais fortes da temporada.

Um dos camaleões do cinema, Gary Oldman finalmente levou o Oscar de melhor ator, por sua incrível transformação no lendário primeiro-ministro britânico Winston Churchill, em “O Destino de uma Nação“. E Allison Janney foi a melhor atriz coadjuvante, por seu implacável retrato de uma mãe abusiva em “Eu, Tonya”, sobre a polêmica ex-patinadora artística Tonya Harding.

Mas entraram mesmo para a história da premiação o veterano cineasta inglês James Ivory (“Maurice“, “Uma Janela para o Amor”) que, aos 89 anos, virou o mais velho ganhador do Oscar ao vencer a categoria de roteiro adaptado, por “Me Chame pelo seu Nome“, e Jordan Peele, o primeiro negro a levar o Oscar de roteiro original, pelo hit-indie “Corra!”.

Depois de indicações por “Uma Janela para o Amor”, “Retorno a Howards End” e “Vestígios do Dia”, o diretor James Ivory levou a estatueta pelo roteiro de “Me Chame pelo Seu Nome“, sensível romance já em pré-venda na 2001

E “Uma Mulher Fantástica” quebrou dois tabus: se tornou o primeiro filme estrelado por uma pessoa transexual a levar um Oscar, e o primeiro a vencer o Oscar de melhor filme estrangeiro representando o Chile. Vale ressaltar ainda a presença de Greta Gerwig (atriz de “Frances Ha”). Apesar de perder o Oscar de melhor direção por seu trabalho em “Lady Bird”, ela já ficou marcada como a quinta mulher indicada na categoria em toda a história do prêmio.

Confira abaixo os vencedores do Oscar 2018:

MELHOR FILME
A Forma da Água
Me Chame pelo Seu Nome (em pré-venda na 2001)
O Destino de uma Nação (em pré-venda na 2001)
Dunkirk
Corra!
Lady Bird: É Hora de Voar
Trama Fantasma (em pré-venda na 2001)
The Post – A Guerra Secreta (em pré-venda na 2001)
Três Anúncios para um Crime

MELHOR DIREÇÃO
Guillermo del Toro – A Forma da Água
Christopher Nolan – Dunkirk
Greta Gerwig – Lady Bird: É Hora de Voar
Paul Thomas Anderson – Trama Fantasma
Jordan Peele – Corra!

MELHOR ATOR
Gary Oldman – O Destino de uma Nação
Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma
Daniel Kaluuya – Corra!
Denzel Washington – Roman J. Israel (já disponível na 2001)
Me Chame pelo Seu Nome

Denzel Washington recebeu sua segunda indicação consecutiva ao Oscar (concorreu em 2017 por “Um Limite Entre Nós”) por ROMAN J.ISRAEL, sólido drama de tribunal escrito e dirigido por Dan Gilroy (de “O Abutre”). Transitando entre diversos temas (desigualdade social, ética, justiça para todos, racismo), “Roman J. Israel” é o retrato de um advogado idealista, especialista em causas sociais que precisa se reinventar – e se adaptar aos novos tempos – após a morte do dono do escritório em que trabalha. No caminho, enfrenta diversos dilemas ético-profissionais, dividido entre os limites entre Justiça e negócio. Um filme fundamental para profissionais de Direito, a ser descoberto em DVD (já que não passou nos cinemas brasileiros).

MELHOR ATRIZ
Frances McDormand – Três Anúncios para um Crime
Margot Robbie – Eu, Tonya
Meryl Streep – The Post – A Guerra Secreta
Sally Hawkins – A Forma da Água
Saoirse Ronan – Lady Bird: É Hora de Voar

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Sam Rockwell – Três Anúncios para um Crime
Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo
Willem Dafoe – Projeto Flórida
Richard Jenkins – A Forma da Água
Woody Harrelson – Três Anúncios para um Crime

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Allison Janney – Eu, Tonya
Mary J. Blige – Mudbound: Lágrimas sobre o Mississipi
Octavia Spencer – A Forma da Água
Laurie Metcalf – Lady Bird: É Hora de Voar
Lesley Manville – Trama Fantasma

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Me Chame pelo Seu Nome
Artista do Desastre
Logan (disponível em DVD na 2001)
A Grande Jogada
Mudbound: Lágrimas sobre o Mississipi

A aclamada despedida de Hugh Jackman do papel de Wolverine foi lembrada pela Academia com uma indicação inédita para a Marvel. Aclamado por público e crítica, LOGAN é o primeiro filme de super-herói a concorrer ao Oscar de melhor roteiro adaptado. Wolverine está de volta, agora em 2029, tentando levar uma vida normal na fronteira entre EUA e México, enquanto cuida do professor Charles Xavier (Patrick Stewart, em grande atuação). Só que a tranquilidade do mutante é interrompida com a chegada de Laura (a revelação Dafne Keen), uma menina com poderes especiais procurada por forças do governo.

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Corra!
Doentes de Amor
Lady Bird: É Hora de Voar
Três Anúncios para um Crime
A Forma da Água

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Uma Mulher Fantástica (Chile)
O Insulto (Líbano)
Loveless: Sem Amor (Russia)
Corpo e Alma (Hungria)
The Square – A Arte da Discórdia (Suécia)

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM LONGA-METRAGEM
Ícaro
Abacus: Pequeno o Bastante Para Condenar
Visages Villages
Últimos Homens em Aleppo
Strong Island

MELHOR ANIMAÇÃO EM LONGA-METRAGEM
Viva – A Vida É uma Festa (em pré-venda na 2001)
O Poderoso Chefinho
The Breadwinner
O Touro Ferdinando
Com Amor, Van Gogh

Idealizado pela artista polonesa Dorota Kobiela e pelo animador britânico Hugh Welchman, COM AMOR, VAN GOGH tem um feito e tanto: é
o primeiro longa de animação realizado em sua totalidade com técnica de pintura a óleo. Um trabalho hercúleo que envolveu mais de 100 pintores, responsáveis por 853 quadros que foram fotografados para os frames do filme. Todos inspirados no estilo impressionista do pintor holandês Vincent van Gogh (1853 – 1890), que tem momentos-chave antes de sua morte encenados.

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Remember Me”, de Viva – A Vida É uma Festa
“Mighty River”, de Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi
“Mystery of Love”, de Me Chame pelo Seu Nome
“This Is Me”, de O Rei do Show
“Stand Up for Something”, de Marshall

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
A Forma da Água
Três Anúncios para um Crime
Dunkirk
Trama Fantasma
Star Wars: Os Últimos Jedi (já em pré-venda na 2001)

MELHOR FOTOGRAFIA
Blade Runner 2049 (disponível em DVD e Blu-ray na 2001)
O Destino de uma Nação
Dunkirk
Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi
A Forma da Água

MELHOR MONTAGEM
Dunkirk
Em Ritmo de Fuga (em promoção na 2001)
Eu, Tonya
A Forma da Água
Três Anúncios para um Crime

Dirigida e escrito pelo britânico Edgar Wright (“Todo Mundo Quase Morto”, “Scott Pilgrim Contra o Mundo”), EM RITMO DE FUGA é o primeiro longa do diretor realizado nos EUA, com ótimo elenco e sequências de perseguição de carro eletrizantes, ao som de uma trilha matadora com canções de blues, rock e soul que ditam o ritmo da ação.
A trama acompanha o protagonista Baby (Ansel Elgort, de “A Culpa é das Estrelas”), um jovem que trabalha como piloto de fuga nos assaltos organizados por Doc (Kevin Spacey).

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
A Forma da Água
A Bela e a Fera (disponível em Blu-ray na 2001)
Blade Runner 2049
O Destino de Uma Nação
Dunkirk

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO
O Destino de uma Nação
Extraordinário (disponível em DVD e Blu-ray a partir de 28/3)
Victoria e Abdul – O Confidente da Ra (já disponível em DVD)

MELHOR FIGURINO
Trama Fantasma
A Bela e a Fera
O Destino de uma Nação
A Forma da Água
Victoria e Abdul – O Confidente da Rainha

Depois de “Sra. Henderson Apresenta” (2005) e “Philomena” (2013), Stephen Frears volta a dirigir Judi Dench, desta vez em VICTORIA E ABDUL, drama de época baseado em fatos reais. Dench adiciona mais uma monarca à sua galeria de personagens, no papel de uma decadente rainha Victoria, em 1887. Sem ânimo de viver, ela conhece Abdul, um servo enviado da Índia (então parte do Império Britânico) com quem começa uma relação de amizade e cumplicidade que irá desagradar a corte inglesa. O filme acaba de sair em DVD na 2001.

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
Dunkirk
Em Ritmo de Fuga
Blade Runner 2049
A Forma da Água
Star Wars: Os Últimos Jedi

MELHOR MIXAGEM DE SOM
Dunkirk
Em Ritmo de Fuga
Blade Runner 2049
A Forma da Água
Star Wars: Os Últimos Jedi

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Blade Runner 2049 (disponível em DVD e Blu-ray na 2001)
Guardiões da Galáxia Vol. 2 (disponível na 2001)
Kong: A Ilha da Caveira
Star Wars: Os Últimos Jedi
Planeta dos Macacos: A Guerra (disponível em DVD na 2001)

Além do Oscar de melhor fotografia (para Roger Deakins, em sua 14ª indicação), BLADE RUNNER 2049 foi reconhecido com a estatueta de efeitos visuais. Depois de concorrer ao Oscar por “A Chegada”, o cineasta Denis Villeneuve enfrentou o desafio de dar sequência a um dos filmes mais cultuados do gênero ficção-científica e não desapontou, com um roteiro inteligente (escrito por Hampton Fancher e Michael Green) e visual deslumbrante. Destaque também para o elenco, formado por Ryan Gosling, Harrison Ford, Jared Leto, Robin Wright, Ana de Armas e Sylvia Hoeks.

MELHOR ANIMAÇÃO EM CURTA-METRAGEM
Dear Basketball
Garden Party
Lou
Negative Space
Revolting Rhymes

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM
Heaven Is a Traffic Jam on the 405
Heroin(e)
Edith+Eddie
Knife Skills
Traffic Stop

MELHOR CURTA-METRAGEM
The Silent Child
DeKalb Elementary
The Eleven O’Clock
My Nephew Emmett
Watu Wote/All of Us

OSCAR 2017: MAIS FILMES INDICADOS

CONFIRA NA 2001 UM DRAMA ARRASADOR, VENCEDOR DO OSCAR DE MELHOR ATOR (CASEY AFFLECK) E ROTEIRO ORIGINAL, O NOVO ÉPICO DE MARTIN SCORSESE, SOBRE FÉ E SACRIFÍCIO, E O PREMIADO SEGUNDO LONGA DE TOM FORD NA DIREÇÃO.

MANCHESTER À BEIRA MAR

Vencedor do Oscar e do Bafta de melhor ator (para Casey Affleck, também vencedor do Globo de Ouro) e roteiro original, concorreu ainda a filme, direção (Kenneth Lonergan), ator coadjuvante (Lucas Hedges) e atriz coadjuvante (Michelle Williams).

Terceiro longa dirigido pelo dramaturgo Kenneth Lonergan (“Conte Comigo”, “Margaret”), “Manchester à Beira Mar” evita cair no melodrama ou nas emoções fáceis, ao acompanhar a jornada de Lee Chandler (Casey Affleck, irmão de Ben), um homem antissocial e resignado com a vida, devastado por uma tragédia do passado. A morte de seu irmão mais velho o faz retornar a sua cidade natal. Contra sua vontade, ele se vê obrigado a cuidar de seu rebelde sobrinho adolescente, filho do falecido.

SILÊNCIO

Indicado ao Oscar de melhor fotografia, foi eleito melhor filme do ano pelo AFI – American Film Institute. Um sonho antigo de Martin Scorsese, que levou mais de 30 anos para conseguir realizar o projeto, uma adaptação do livro homônimo de Shûsaku Endô (já publicado no Brasil).

Temas como fé e sacrifício, recorrentes na filmografia do cineasta (“Kundun”, “Vivendo no Limite”), movem a jornada épica (e espiritual) de dois padres jesuítas, Sebastião Rodrigues (Andrew Garfield, “Até o Último Homem”) e Francisco Garupe (Adam Driver, “Paterson”), que deixam Portugal rumo ao Japão, no século XVII. Nesse Oriente hostil, com os seguidores da fé cristã sendo severamente punidos, a dupla de missionários busca o paradeiro de seu mentor, o padre Cristóvão Ferreira (interpretado por Liam Neeson).

O título se refere ao silêncio de Deus perante a agonia dos que creem nele.

ANIMAIS NOTURNOS

Vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Veneza, o filme é inspirado no romance “Tony e Susan”, de Austin Wright e concorreu ao Oscar de melhor ator coadjuvante (Michael Shannon).

Depois de “Direito de Amar”, sua elogiada estreia na direção em 2009, o designer de moda Tom Ford volta atrás das câmeras com um drama metalinguístico repleto de camadas e sobreposições, em três instâncias narrativas. Na primeira, uma rica dona de galeria, Susan (Amy Adams), recebe de seu ex-marido, Edward (Jake Gyllenhaal), o manuscrito do romance que ele escreveu. Perturbadora e violenta, a obra desperta em Susan lembranças do passado, trazidas à tona em uma série de flashbacks.

Ao ler a história, Susan processa fatos e personagens ficcionais que ecoam (ou espelham) a sua própria trajetória ao lado de Edward. Enquanto isso, a ficção toma forma na tela com a entrada de um psicopata (Aaron Taylor-Johnson, premiado com o Globo de Ouro de coadjuvante) que ameaça Tony (o mesmo Gyllenhaal) e sua família durante uma viagem no interior dos EUA.

Animais Noturnos” é diferente de tudo o que você já viu, com imagens fortes desde a cena de abertura, e conta com grandes atuações de Adams, Gyllenhaal, Johnson e Shannon (no papel de um xerife). Além da bela fotografia de Seamus McGarvey, a trilha sonora de Abel Korzeniowski (“Direito de Amar”, “Penny Dreadful“) mantém o elegante clima de mistério.

VENCEDORES DO OSCAR 2016

4

COMO NOS ÚLTIMOS ANOS, O OSCAR 2016 PULVERIZOU AS ESTATUETAS ENTRE INÚMEROS FILMES, COM “SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS”, “O REGRESSO” E “MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA” ENTRE OS GRANDES VENCEDORES DA NOITE. A CERIMÔNIA FICOU MARCADA PELA DISCUSSÃO EM TORNO DA FALTA DE DIVERSIDADE ENTRE OS INDICADOS AO PRÊMIO.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood realizou na noite de domingo (28/2), no Teatro Dolby, em Los Angeles, a 88ª edição do Oscar. Mestre de cerimônias da festa, o comediante Chris Rock alfinetou os membros da Academia com comentários ácidos e desconcertantes sobre a ausência de artistas negros nas principais categorias do prêmio.

1

O Oscar repetiu alguns dos vencedores do Independent Spirit Awards, entregue no último sábado (27), e prêmios dos sindicatos dos atores (SAG) e dos diretores (DGA). Vencedor de cinco Independent Spirits (melhor filme, direção, roteiro, edição e prêmio Robert Altman), “Spotlight” levou o Oscar de melhor filme e roteiro original, sendo superado em número de estatuetas pelo épico “O Regresso”, com três prêmios, e “Mad Max: Estrada da Fúria“, com seis.

Laureado com o Oscar de melhor direção no ano passado por “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”, o mexicano Alejandro González Inárritu repetiu o feito com “O Regresso”, tornando-se o terceiro cineasta da história a levar o prêmio em dois anos seguidos; John Ford e Joseph L. Mankiewicz venceram consecutivamente nos anos 1940 e 1950. O filme recebeu ainda o Oscar de melhor ator para Leonardo DiCaprio – aplaudido de pé em um dos momentos mais emocionantes da noite – e para a espetacular fotografia de Emmanuel Lubezki, premiado pelo terceiro ano seguido.

Quarteto vencedor da noite: Mark Rylance, Brie LArson, DiCaprio e a sueca Alicia Vikander

Quarteto de atores da noite: Mark Rylance, Brie Larson, DiCaprio e a sueca Alicia Vikander

Nas categorias de atuação, as vitórias de Brie Larson (“O Quarto de Jack”), Alicia Vikander (“A Garota Dinamarquesa”) e DiCaprio já eram esperadas, mas a grande surpresa da noite ficou por conta do anúncio do inglês Mark Rylance (de “A Ponte dos Espiões“, em breve em DVD e Blu-ray na 2001) como melhor coadjuvante, superando Sylvester Stallone, o favorito sentimental por “Creed: Nascido para Lutar”.

E, se houve um consenso nos prêmios deste ano, foi a excelência técnica de “Mad Max: Estrada da Fúria“. Aclamado por público e crítica, o filme de George Miller levou seis estatuetas: melhor montagem, design de produção, figurino, maquiagem, mixagem de som e edição de som.

A seguir, a lista completa com todos os vencedores do OSCAR 2016:

MELHOR FILME
Spotlight – Segredos Revelados

Filme-denúncia à moda antiga, "Spotlight" ganhou fôlego na reta final e conseguiu bater o favorito "O Regresso" na categoria principal

Filme-denúncia à moda antiga, “Spotlight” ganhou fôlego na reta final e conseguiu bater o favorito “O Regresso” na categoria principal

MELHOR DIRETOR
Alejandro González Inárritu – “O Regresso”

MELHOR ATOR
Leonardo DiCaprio – “O Regresso”

MELHOR ATRIZ
Brie Larson – “O Quarto de Jack”

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mark Rylance – “Ponte dos Espiões

Pouco conhecido pelo grande público, o inglês Mark Rylance é um aclamado ator britânico de teatro e TV. Recentemente, concorreu ao Emmy e ao Globo de Ouroi e ao Emmy por sua atuação na minissérie "Wolf Hall", recém-lançada em DVD na 2001

Pouco conhecido pelo grande público, o inglês Mark Rylance é também um aclamado ator de teatro e TV. Recentemente, ele concorreu ao Emmy e ao Globo de Ouro por sua atuação na minissérie “Wolf Hall”, recém-lançada em DVD na 2001

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alicia Vikander – “A Garota Dinamarquesa”

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph, Adam McKay – “A Grande Aposta”

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Josh Singer, Tom McCarthy – “Spotlight – Segredos Revelados”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
“O Filho de Saul”

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Divertida Mente

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Ennio Morricone – “Os Oito Odiados”

Com mais de 500 trilhas sonoras no currículo, Ennio Morricone recebeu um Oscar honorário em 2007 e só agora o seu primeiro competitivo, pelo western "Os Oito Odiados"

Com mais de 500 trilhas sonoras no currículo, Ennio Morricone recebeu um Oscar honorário em 2007 e só agora o seu primeiro competitivo, pelo western “Os Oito Odiados”

MELHOR FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki – “O Regresso”

MELHOR FIGURINO
Jenny Beavan – “Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR MAQUIAGEM
Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Colin Gibson, Lisa Thompson – “Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Writing’s On The Wall” (“007 Contra Spectre“), de Sam Smith e James Napier

James Napier e Sam Smith, premiados pela canção de "007 Contra Spectre", que acaba de sair em DVD e Blu-ray na 2001

James Napier e Sam Smith, premiados pela canção de “007 Contra Spectre“, que acaba de sair em DVD e Blu-ray na 2001

MELHORES EFEITOS VISUAIS
“Ex-Machina: Instinto Artificial”

MELHOR MONTAGEM
Margaret Sixel – “Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR MIXAGEM DE SOM
Mad Max: Estrada da Fúria

Com dez indicações, a aventura de George Miller teve ótimo aproveitamento e levou seis estatuetas

Com dez indicações, a aventura de George Miller se destacou na premiação com seis estatuetas

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE LONGA-METRAGEM
“Amy”

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
“A Girl in the River: The Price of Forgiveness”

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Stutterer”

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
“Historia de un oso”

SAIU A LISTA DOS INDICADOS AO OSCAR 2016!

004

A ESPERA ACABOU. A ACADEMIA DE ARTES E CIÊNCIAS CINEMATOGRÁFICAS DE HOLLYWOOD ANUNCIOU NA MANHÃ DESTA QUINTA-FEIRA (14/1) OS CONCORRENTES AO MAIOR PRÊMIO DA INDÚSTRIA DO CINEMA. “O REGRESSO” E “MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA” LARGAM NA FRENTE, COM O MAIOR NÚMERO DE INDICAÇÕES.

Vencedor de três estatuetas no ano passado, por “Birdman”, o mexicano Alejandro González Iñárritu pode vencer novamente o Oscar de melhor direção, agora com “O Regresso”, épico já premiado com três Globos de Ouro. Estrelado por Leonardo DiCaprio – favorito ao prêmio, em sua quinta indicação como ator -, o filme concorre em 12 categorias, seguido de perto por “Mad Max – Estrada da Fúria”, a aclamada aventura de George Miller com Tom Hardy e Charlize Theron, com dez indicações.

Entre as surpresas, destaque para a exclusão de Ridley Scott (por “Perdido em Marte“) na categoria de melhor direção. Lembrado pelo Sindicato dos Diretores (DGA), o cineasta britânico foi preterido na lista da Academia, sendo substituído pelo irlandês Lenny Abrahamson, do drama independente “O Quarto de Jack” – favorito à estatueta de melhor atriz para Brie Larson. De qualquer forma, a ficção-científica dirigida e produzida por Scott recebeu sete nomeações, incluindo melhor filme e ator (Matt Damon).

A lista de indicados a melhor filme inclui  oito títulos, com “Carol” e “Star Wars: O Despertar da Força” entre as omissões mais notadas. E, embora “Que Horas Ela Volta” tenha ficado fora da disputa de melhor filme estrangeiro, o Brasil está bem representado, com “O Menino e Mundo” concorrendo a melhor animação. Vencedor do grande prêmio do Festival Internacional de Animação de Annecy, na França, o filme de Alê Abreu é a primeira animação da história do cinema brasileiro a ser indicada ao prêmio e mistura diversas técnicas de ilustração, como lápis de cor, giz de cera e colagem.

Agora, é aguardar o anúncio dos vencedores na 88ª cerimônia de entrega dos prêmios, marcada para 28 de fevereiro, no Dolby Theatre, em Los Angeles.

111

O comediante Chris Rock será o apresentador da cerimônia do Oscar, em 28 de fevereiro

A seguir, a lista completa com os indicados ao OSCAR 2016:

MELHOR FILME
Mad Max – Estrada da Fúria
O Regresso
O Quarto de Jack
Spotlight – Segredos Revelados
A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Brooklyn
Perdido em Marte

Não foi dessa vez para Ridley Scott como melhor diretor, mas ele concorre como produtor de "Perdido em Marte", ficção-científica indicada em sete categorias. Matt Damon recebeu sua terceira indicação como ator. Antes, ele concorreu como coadjuvante por "Invictus" e ator principal por "Gênio Indomável", que lhe valeu o prêmio de roteiro original (dividido com Ben Aflleck)

Não foi dessa vez para Ridley Scott como melhor diretor, mas ele concorre como produtor de “Perdido em Marte”, ficção-científica indicada em sete categorias. Matt Damon recebeu sua terceira indicação como ator. Antes, ele concorreu como coadjuvante por “Invictus” e ator principal por “Gênio Indomável”, que lhe valeu o prêmio de roteiro original (dividido com Ben Affleck) em 1998.

MELHOR DIRETOR
Alejandro González Iñárritu – O Regresso
Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados
Adam McKay – A Grande Aposta
George Miller – Mad Max: Estrada da Fúria
Lenny Abrahamson – O Quarto de Jack

MELHOR ATOR
Bryan Cranston – Trumbo
Leonardo DiCaprio – O Regresso
Michael Fassbender – Steve Jobs
Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa
Matt Damon – Perdido em Marte

Depois do Globo de Ouro recebido por "O regresso", parece que chegou a vez de Leonardo DiCaprio finalmente conquistar seu Oscar. Ele já concorreu três vezes como ator principal, uma de coadjuvante e ainda pela produção de "O Lobo de Wall Street".

Depois do Globo de Ouro recebido por “O Regresso”, parece que chegou finalmente o ano de Leonardo DiCaprio conquistar seu Oscar. Ele concorreu outras três vezes como ator principal, além de coadjuvante por “Gilbert Grape” e produtor de “O Lobo de Wall Street”.

MELHOR ATRIZ
Cate Blanchett – Carol
Brie Larson – O Quarto de Jack
Saoirse Ronan – Brooklyn
Charlotte Rampling – 45 Anos
Jennifer Lawrence – Joy – o Nome do Sucesso

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Christian Bale – A Grande Aposta
Tom Hardy – O Regresso
Mark Ruffalo – Spotlight – Segredos Revelados
Mark Rylance – Ponte dos Espiões
Sylvester Stallone – Creed – Nascido para Lutar

Do grande elenco de "Spotlight", filme-denúncia indicado em seis categorias, foram lembrados Mark Ruffalo e Rachel Rachel McAdams, como coadjuvantes

Do grande elenco de “Spotlight”, filme-denúncia indicado em seis categorias, Mark Ruffalo e Rachel Rachel McAdams, foram lembrados como coadjuvantes

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Jennifer Jason Leigh – Os 8 Odiados
Rooney Mara – Carol
Rachel McAdams – Spotlight – Segredos Revelados
Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa
Kate Winslet – Steve Jobs

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph, Adam McKay – A Grande Aposta
Nick Hornby – Brooklyn
Phyllis Nagy – Carol
Drew Goddard – Perdido em Marte
Emma Donoghue – O Quarto de Jack

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Matt Charman – Ponte dos Espiões
Alex Garland – Ex-Machina – Instinto Artificial
Peter Docter, Meg LeFauve, Josh Cooley – Divertida Mente
Josh Singer, Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados
Jonathan Herman, Andrea Berloff – Straigh Outta Comptom

O roteirista britânico Alex Garland (de "Extermínio" e "Não Me Abandone Jamais") recebeu uma merecida indicação por "Ex-Machina", ficção-científica intimista também nomeada a melhores efeitos visuais

O roteirista britânico Alex Garland (de “Extermínio” e “Não Me Abandone Jamais”) recebeu uma merecida indicação por “Ex-Machina”, ficção-científica intimista também nomeada a melhores efeitos visuais

MELHOR MONTAGEM
A Grande Aposta
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso
Spotlight – Segredos Revelados
Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR FOTOGRAFIA
Carol
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso
Sicario: Terra de Ninguém
Os 8 Odiados

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Theeb – Jordânia
A War – Dinamarca
Mustang – França
O Filho de Saul – Hungria
Embrace of the Serpent – Colombia

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Anomalisa
Divertida Mente
Shaun, o Carneiro
O Menino e o Mundo
As Memórias de Marnie

Aclamado no exterior, o filme foi premiado nos festivais de Havana, Buenos Aires, Lisboa e São Paulo, e no Festival Internacional de Animação de Annecy, na França. * A história de um menino que, sentindo a falta do pai, deixa sua aldeia para procurá-lo e descobre um mundo fantástico. Com forte tom político, o roteiro aponta os problemas do mundo moderno pelos olhos da criança.

Premiado nos festivais de Havana, Buenos Aires, Lisboa e São Paulo, “O Menino e o Mundo” representa o Brasil no Oscar. O belo (e comovente) filme de Alê Abreu mostra a história de um menino que deixa sua aldeia para procurar o pai e que descobre, no caminho, as contradições e maravilhas da cidade grande. DISPONÍVEL PARA VENDA EM DVD NA 2001

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Carter Burwell – Carol
Ennio Morricone – Os 8 Odiados
Jóhann Jóhannsson – Sicario: Terra de Ninguém
Thomas Newman – Ponte dos Espiões
John Williams – Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
Earned It” – de The Weeknd – Cinquenta Tons de Cinza
“Manta Ray” – de J. Ralph & Anthony – Racing Extinction
“Simple Song #3” – de Sumi Jo – Youth
“Writing’s On The Wall” – de Sam Smith e James Napier – 007 Contra Spectre
“Til It Happens To You” – de Lady Gaga e Diane Warren- The Hunting Ground

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO
The 100-Year-Old Man Who Climbed out The Window And Disappeared
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso

MELHOR FIGURINO
O Regresso
Carol
Cinderela
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: Estrada da Fúria

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Ponte dos Espiões
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso

Aclamado como um dos melhores filmes de 2015, "Mad Max - Estrada da Fúria" é o favorito nas categorias técnicas, batendo de frente com "Star Wars - O Despertar da Força" e "O Regresso"

Aclamado como um dos melhores filmes de 2015, “Mad Max – Estrada da Fúria” é o favorito nas categorias técnicas, batendo de frente com “Star Wars – O Despertar da Força” e “O Regresso”

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Star Wars: O Despertar da Força
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
Ex-Machina – Instinto Artificial
O Regresso

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
Sicario: Terra de Ninguém
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

MELHOR MIXAGEM DE SOM
Ponte dos Espiões
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE LONGA-METRAGEM
Amy
Cartel Land
O Peso do Silêncio
What Happened, Miss Simone?
Winter on Fire: Ukraine’s Fight fo Freedom

Indicado a dois prêmios Bafta, "Amy" é apontado como favorito ao Oscar de melhor documentário

Indicado a dois prêmios Bafta, “Amy” é apontado como favorito ao Oscar de melhor documentário

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
Body Team 12
Chau, Beyond The Lines
Claude Lanzmann: Spectres Of The Shoah
A Girl In The River: The Price Of Forgiveness
Last Day Of Freedom

MELHOR CURTA-METRAGEM
Ave Maria
Day One
Everything Will Be Okay (Alles Wird Gut)
Shok
Stutterer

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
Bear Story
Prologue
Os Heróis de Sanjay
We Can’t Live Without Cosmos
World of Tomorrow

VENCEDORES OSCAR 2014

Veja lista de indicados e ganhadores do Oscar em 2014. Clique nos links para ver os filmes que já chegaram na 2001, para venda ou locação ou acesse a filmografia dos artistas mencionados.

MELHOR FILME: "12 Anos de Escravidão"

MELHOR FILME: “12 Anos de Escravidão”

Indicados – Melhor filme:
VENCEDOR: “12 Anos de Escravidão”
“Trapaça”
“Capitão Phillips”
“Clube de Compras Dallas”
Gravidade
“Ela”
“Nebraska”
“Philomena”
“O Lobo de Wall Street”

MELHOR DIRETOR: Alfonso Cuarón, por "Gravidade"

MELHOR DIRETOR: Alfonso Cuarón, por “Gravidade

Indicados – Melhor diretor:
VENCEDOR: Alfonso Cuarón, por “Gravidade
David O. Russell, por “Trapaça”
Alexander Payne, por “Nebraska”
Steve McQueen, por “12 Anos de Escravidão”
Martin Scorsese, por “O Lobo de Wall Street”

 

MELHOR ATOR: Matthew McConaughey, por "Clube de Compras Dallas"

MELHOR ATOR: Matthew McConaughey, por “Clube de Compras Dallas”

Indicados – Melhor ator:
VENCEDOR: Matthew McConaughey, por “Clube de Compras Dallas”
Bruce Dern, por “Nebraska”
Chiwetel Ejiofor, por “12 Anos de Escravidão”
Leonardo DiCaprio, por “O Lobo de Wall Street”
Christian Bale, por “Trapaça”

 

MELHOR ATRIZ:  Cate Blanchett, por "Blue Jasmine"

MELHOR ATRIZ: Cate Blanchett, por “Blue Jasmine”

Indicados – Melhor atriz:
VENCEDORA:  Cate Blanchett, por “Blue Jasmine”
Meryl Streep, por “Álbum de Família”
Judi Dench, por “Philomena”
Sandra Bullock, por “Gravidade”
Amy Adams, por “Trapaça”

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Jared Leto, por "Clube de Compras Dallas"

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Jared Leto, por “Clube de Compras Dallas”

Indicados – Melhor ator coadjuvante:
VENCEDOR: Jared Leto, por “Clube de Compras Dallas”
Barkhad Abi, por “Capitão Phillips
Bradley Cooper, por “Trapaça”
Michael Fassbender, por “12 Anos de Escravidão”
Jonah Hill, por “O Lobo de Wall Street”

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Lupita Nyong'o, por "12 Anos de Escravidão"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Lupita Nyong’o, por “12 Anos de Escravidão”

Indicados – Melhor atriz coadjuvante:
VENCEDORA: Lupita Nyong’o, por “12 Anos de Escravidão”
Jennifer Lawrence, por “Trapaça”
June Squibb, por “Nebraska”
Julia Roberts, por “Álbum de Família”
Sally Hawkins, por “Blue Jasmine”

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: "Ela", escrito por Spike Jonze

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: “Ela”, por Spike Jonze


Indicados – Melhor roteiro original:
VENCEDOR: “Ela”, por Spike Jonze
“Trapaça”, escrito por Eric Warren Singer e David O. Russell
“Blue Jasmine”, escrito por Woody Allen
“Clube de Compras Dallas”, escrito por Craig Borten e Melisa Wallack
“Nebraska”, escrito por Bob Nelson

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: "12 Anos de Escravidão" (John Ridley)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: “12 Anos de Escravidão” (John Ridley)

Indicados – Melhor roteiro adaptado:
VENCEDOR: “12 Anos de Escravidão” (John Ridley)
“O Lobo de Wall Street”
“Antes da Meia-Noite”
Capitão Phillips
“Philomena”

MELHOR ANIMAÇÃO: "Frozen: Uma Aventura Congelante"

MELHOR ANIMAÇÃO: “Frozen: Uma Aventura Congelante


Indicados – Melhor animação:
VENCEDOR: “Frozen: Uma Aventura Congelante
Os Croods
Meu Malvado Favorito 2
“Ernest et Célestine”
“Vidas ao Vento”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO: "A Grande Beleza" (Itália)

MELHOR FILME ESTRANGEIRO: “A Grande Beleza” (Itália)

Indicados – Melhor filme estrangeiro:
VENCEDOR: “A Grande Beleza” (Itália)
“Alabama Monroe” (Bélgica)
A Caça” (Dinamarca)
“The Missing Picture” (Camboja)
“Omar” (Palestina)

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO: "A Um Passo do Estrelato"

MELHOR DOCUMENTÁRIO: “A Um Passo do Estrelato”

 Indicados – Melhor documentário:
VENCEDOR: “A Um Passo do Estrelato”
“O Ato de Matar”
“The Square”
“Cutie and the Boxer”
“Guerras Sujas”

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM: "The Lady in Number 6: Music Saved My Life"

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM: “The Lady in Number 6: Music Saved My Life”

Indicados – Melhor documentário de curta-metragem:
VENCEDOR: “The Lady in Number 6: Music Saved My Life”
“CaveDigger”
“Facing Fear”
“Karama Has No Walls”
“Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall”

 

TRILHA SONORA: Steven Price, por "Gravidade"

TRILHA SONORA: Steven Price, por “Gravidade

Indicados – Melhor trilha sonora:
VENCEDOR: Steven Price, por “Gravidade
John Williams, por “A Menina que Roubava Livros”
William Butler e Owen Pallett, por “Ela”
Alexandre Desplat, por “Philomena”
Thomas Newman, por “Walt nos Bastidores de Mary Poppins”

 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: "Let it Go", de "Frozen" - Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: “Let it Go”, de “Frozen” – Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez

Indicados – Melhor canção original:
VENCEDOR: “Let it Go”, de “Frozen” – Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez
“Happy”, de “Meu Malvado Favorito 2” – Música e letra de Pharrell Williams
“The Moon Song”, de “Ela” – Música de Karen O; letra de Karen O e Spike Jonze
“Ordinary Love”, de “Mandela: Long Walk to Freedom” – Música de Paul Hewson (Bono), Dave Evans (The Edge), Adam Clayton e Larry Mullen; letra de Paul Hewson (Bono); interpretada por U2

 

MELHOR FIGURINO: "O Grande Gatsby"

MELHOR FIGURINO: “O Grande Gatsby

Indicados – Melhor figurino:
VENCEDOR: “O Grande Gatsby
“Trapaça”
“O Grande Mestre”
“The Invisible Woman”
“12 Anos de Escravidão”

 

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM: "Clube de Compras Dallas"

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM: “Clube de Compras Dallas”

Indicados – Cabelo e Maquiagem:
VENCEDOR: “Clube de Compras Dallas”
“Jackass Apresenta: Vovô Sem Vergonha”
O Cavaleiro Solitário

 

MELHOR CURTA-METRAGEM: "Helium"

MELHOR CURTA-METRAGEM: “Helium”

Indicados – Melhor curta-metragem:
VENCEDOR: “Helium”
“Aquel No Era Yo” (em inglês, “That Wasn’t Me”)
“Avant Que De Tout Perdre” (em inglês, “Just Before Losing Everything”)
“Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa?” (em inglês, “Do I Have to Take Care of Everything?”)
“The Voorman Problem”

 

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO: "Mr Hublot"

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO: “Mr Hublot”

Indicados – Melhor curta de animação:
VENCEDOR: “Mr Hublot”
“Feral”
“É Hora de Viajar”
“Possessions”
“Room on the Broom”

 

MELHOR DESENHO DE PRODUÇÃO: "O Grande Gatsby"

MELHOR DESENHO DE PRODUÇÃO: “O Grande Gatsby

Indicados – Melhor desenho de produção:
VENCEDOR: “O Grande Gatsby
“Trapaça”
Gravidade
“Ela”
“12 Anos de Escravidão”


MELHOR EDIÇÃO: "Gravidade"

Gravidade“: Melhor direção, trilha sonora, edição, efeitos visuais, fotografia, edição de som e mixagem de som

Indicados – Melhor edição:
VENCEDOR: “Gravidade
“Trapaça”
“Capitão Phillips”
“Clube de Compras Dallas”
“12 Anos de Escravidão”

Indicados – Efeitos visuais:
VENCEDOR: “Gravidade
“O Hobbit: A Desolação de Smaug”
“O Homem de Ferro 3”
“O Cavaleiro Solitário”
“Além da Escuridão: Star Trek”

Indicados – Melhor fotografia:
VENCEDOR: “Gravidade
“O Grande Mestre”
“Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum ”
“Nebraska”
“Os Suspeitos”

Indicados – Melhor edição de som:
VENCEDOR: “Gravidade
“Até o Fim”
“Capitão Phillips”
“O Hobbit: A Desolação de Smaug”
“O Grande Herói”

Indicados – Mixagem de som:
VENCEDOR: “Gravidade
“Capitão Phillips”
“O Hobbit: A Desolação de Smaug”
“Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum”
“O Grande Herói”

“Selfie” do Oscar 2014 é a foto mais ‘retuitada’ da história

“Selfie” do Oscar 2014 é a foto mais ‘retuitada’ da história

 

CONTAGEM REGRESSIVA PARA O OSCAR 2014

A cerimônia acontece no próximo domingo, 2 de março. Confira alguns dos concorrentes deste ano, já disponíveis na 2001!

Vários sucessos do ano passado foram lembrados em categorias técnicas, como “Star Trek – Além da Escuridão“, “Homem de Ferro 3” e “O Grande Gatsby“, também disponíveis em Blu-ray. Premiado em Cannes, “A Caça” continua um dos títulos mais alugados na 2001 e foi lembrado para melhor filme estrangeiro. Depois de “Antes do Amanhecer” e “Antes do Pôr-do-Sol“, o diretor Richard Linklater e os atores Ethan Hawke e Julie Delpy concorrem ao Oscar de melhor roteiro adaptado pela criação conjunta de “Antes da Meia-Noite“. Já Catherine Martin, esposa de Baz Luhrmann, teve seu trabalho em “O Grande Gatsby” reconhecido com duas indicações: melhor direção de arte e figurino. E, fazem parte da lista de cinco indicados a animação, “Os Croods” e “Meu Malvado Favorito 2“, sucessos entre o público infantil. Em breve, outros indicados ao Oscar 2014 poderão ser conferidos para locação na 2001: “Capitão Phillips” (em março), “Blue Jasmine” e “A Grande Beleza” (abril).

Comece as suas apostas!

A CAÇA

Elogiado por sua atuação na série “Hannibal”, o dinamarquês Mads Mikkelsen ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes por seu devastador retrato de um homem injustamente acusado de molestar sexualmente uma criança em “A Caça”. INDICADO AO OSCAR 2014 DE MELHOR FILME ESTRANGEIRO, o filme de Thomas Vinterberg (“Festa de Família“) é uma história forte sobre intolerância social e o peso da opinião pública.

ANTES DA MEIA-NOITE

Criado por Richard Linklater a partir de uma experiência pessoal, “Antes do Amanhecer” (1995) conquistou o público com o encontro entre um americano (Ethan Hawke) e uma francesa (Julie Delpy) na Europa. Nove anos depois, os dois se reencontraram em Paris na sequência “Antes do Pôr-do-Sol”, e agora vivem juntos, com filhos a tiracolo, em “Antes da Meia-Noite”, INDICADO AO OSCAR 2014 DE MELHOR ROTEIRO ADAPTADO.

OS SUSPEITOS

Já disponível para locação

Já disponível para locação

Depois de conquistar público e crítica com o surpreendente “Incêndios“, o canadense Denis Villeneuve volta a explorar situações-limite em “Os Suspeitos”, INDICADO A MELHOR FOTOGRAFIA. Tenso e sufocante, o thriller apresenta uma intrincada trama em torno do sequestro de duas meninas e estabelece o personagem de Paul Dano como o principal suspeito, desencadeando a fúria de um dos pais, vivido por Hugh Jackman.

GRAVIDADE

Considerado um dos melhores filmes de 2013, o longa de ficção-científica recebeu 10 INDICAÇÕES AO OSCAR, sendo favorito nas categorias técnicas, além de melhor diretor (Alfonso Cuarón, já premiado pelo DGA). COM LANÇAMENTO PREVISTO PARA O DIA 27/2, EM DVD, BLU-RAY E BD 2D + 3D, “Gravidade” conquistou o público com a incrível jornada de superação de uma astronauta (Sandra Bullock) à deriva no espaço sideral. Nos extras, “Aningaaq – Um Curta de Jonas Cuarón” e o featurette “Ponto de Colisão”.

OS CROODS

Principal rival da Pixar, a Dreamworks contra-ataca com esta simpática animação ambientada no tempo das cavernas. Uma família pré-histórica precisa achar um novo lar quando sua caverna é destruída, para desespero do patriarca que morre de medo do mundo exterior. Vozes na versão original: Nicolas Cage, Ryan Reynolds, Emma Stone e Catherine Keener. INDICADO AO OSCAR DE MELHOR ANIMAÇÃO.

O GRANDE GATSBY

Versão do romance de F. Scott Fitzgerald, por sua vez levado às telas em 1974 com Robert Redford e Mia Farrow, o filme é mais um trabalho exuberante de Baz Luhrmann (“Moulin Rouge“). O cineasta australiano atualiza o clássico com imagens em 3D, Leonardo DiCaprio no papel principal, e canções pop. A luxuosa produção foi INDICADA AO OSCAR NAS CATEGORIAS DE MELHOR DIREÇÃO DE ARTE E FIGURINO.

O CAVALEIRO SOLITÁRIO

Diretor da trilogia “Piratas do Caribe“, Gore Verbinski retoma a homenagem ao gênero western iniciada com a animação “Rango” – assim como a parceria com Johnny Depp – nesta superprodução baseada no clássico seriado “Lone Ranger”. A superprodução da Disney acompanha as peripécias de Tonto, o divertido nativo norte-americano vivido por Depp. INDICADO AO OSCAR DE MELHOR MAQUIAGEM E EFEITOS VISUAIS.

HOMEM DE FERRO 3

Com Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Guy Pearce, Don Cheadle, Rebecca Hall (de “Vicky Cristina Barcelona“) e Ben Kingsley (no papel do vilão Mandarim), o terceiro filme da franquia surpreendeu, com boas críticas e a quinta maior bilheteria de todos os tempos. A direção é de Shane Black (roteirista da franquia “Máquina Mortífera”) e o filme concorre ao OSCAR DE MELHORES EFEITOS VISUAIS.

MEU MALVADO FAVORITO 2

Se no primeiro filme Gru (dublado por Steve Carell) e seu pequeno exército de minions, planejava o maior golpe da história mundial – roubar simplesmente a Lua –, agora, na continuação, o desastrado vilão deixa para trás a vida de super crimes até ser chamado para uma nova missão. Um dos maiores sucessos de bilheteria de 2013, INDICADO AO OSCAR DE MELHOR ANIMAÇÃO E CANÇÃO (“Happy”, de Pharrell Williams).

STAR TREK – ALÉM DA ESCURIDÃO

Criador de “Lost“, J.J. Abrams conseguiu reinventar a franquia “Jornada nas Estrelas” com “Star Trek” (2009), agradando aos fãs antigos ao mesmo tempo em que conquistou novo público. Na continuação, o Capitão Kirk (Chris Pine) e o pragmático Spock (Zachary Quinto) lideram a tripulação da USS Enterprise em busca de John Harrison (o inglês Benedict Cumberbatch, elogiado pela crítica), o enigmático vilão que desafia a Federação. 1 INDICAÇÃO AO OSCAR: MELHORES EFEITOS VISUAIS.

APROVEITE OS ÚLTIMOS DIAS DA PROMOÇÃO OSCAR 2014 NA 2001!

Aproveite os últimos dias da promoção e concorra a um aparelho de Blu-Ray 3D!

Aproveite os últimos dias da promoção e concorra a um aparelho de Blu-Ray 3D!

Alugue qualquer filme nas lojas físicas até 2/3, vote no Oscar de melhor filme e concorra ao prêmio!

Para o delivery, basta alugar qualquer filme e torcer!

Será sorteado um aparelho por loja.

Boa sorte!

INDICADOS OSCAR 2014

Confira a lista dos indicados Oscar 2014:

Melhor filme:
American Hustle (Trapaça)
Nebraska (Nebraska)
Captain Phillips (Capitão Phillips)
Philomena (Philomena)
Dallas Buyers Club (Clube de Compras Dallas)
12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)
Gravity (Gravidade)
The Wolf of Wall Street (O Lobo de wall Street)
Her (Ela)

Melhor diretor:
David O. Russell – American Hustle (Trapaça)
Alfonso Cuarón  – Gravity (Gravidade)
Alexander Payne – Nebraska
Steve McQueen – 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)
Martin Scorsese – The Wolf of Wall Street (O Lobo de Wall Street)

Melhor filme estrangeiro:
The Broken Circle Breakdown – Bélgica
A Grande Beleza – Itália
A Caça – Dinamarca
The Missing Picture – Camboja
Omar – Palestina

Melhor atriz:
Amy Adams – American Hustle (Trapaça)
Judi Dench – Philomena (Philomena)
Cate Blanchett – Blue Jasmine
Meryl Streep – August: Osage County (Álbum de Família)
Sandra Bullock – Gravity (Gravidade)

Melhor ator:
Christian Bale – American Hustle (Trapaça)
Chiwetel Ejiofor – 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)
Bruce Dern – Nebraska
Matthew McConaughey – Dallas Buyers Club (Clube de Compras Dallas)
Leonardo DiCaprio – The Wolf of Wall Street (O Lobo de wall Street)

Melhor atriz coadjuvante:
Sally Hawkins – Blue Jasmine
Julia Roberts – August: Osage County (Álbum de Família)
Jennifer Lawrence – American Hustle (Trapaça)
June Squibb – Nebraska
Lupita Nyong’o – 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)

Melhor ator coadjuvante:
Barkhad Abi – Captain Phillips (Capitão Phillips)
Jonah Hill – The Wolf of Wall Street (O Lobo de wall Street)
Bradley Cooper  – American Hustle (Trapaça)
Jared Leto – Dallas Buyers Club (Clube de Compras Dallas)
Michael Fassbender – 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)

Melhor animação
The Croods (Os Croods)
Frozen (Frozen: Uma Aventura Congelante)
Despicable Me 2 (Meu Malvado Favorito 2)
The Wind Rises (Vidas ao Vento)
Ernest et Célestine (Ernest & Celestine)

Melhor documentário
The Act of Killing (O Ato de Matar)
Cutie and the Boxer
Dirty Wars
The Square
20 Feet from Stardom (A Um Passo do Estrelato)

Melhor Figurino:
Michael Wilkinson  – American Hustle (Trapaça)
William Chang Suk Ping – The Grandmaster (O Grande Mestre)
Catherine Martin – The Great Gatsby (O Grande Gatsby)
Michael O’Connor – The Invisible Woman
Patricia Norris – 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)

Melhor roteiro adaptado
Before Midnight (Antes da Meia-Noite)
Captain Phillips (Capitão Phillips)
Philomena
12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)
The Wolf of Wall Street (O Lobo de Wall Street)

Melhor roteiro original:
American Hustle (Trapaça): Eric Warren Singer e David O. Russell
Blue Jasmine: Woody Allen
Dallas Buyers Club (Clube de Compras Dallas): Craig Borten e Melisa Wallack
Her (Ela): Spike Jonze
Nebraska: Bob Nelson

Melhor trilha sonora:
The Book Thief (A Menina que Roubava Livros): John Williams
Gravity (Gravidade): Steven Price
Her (Ela): William Butler e Owen Pallett
Philomena: Alexandre Desplat
Saving Mr. Banks: Thomas Newman

Melhor canção original:
“Alone Yet Not Alone” – Música de Bruce Broughton e letra de Dennis Spiegel
“Happy” –  Meu Malvado Favorito 2 – Musica e letra de Pharrell Williams
“Let it Go” – Frozen – Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez
“The Moon Song” – Ela – Musica de Karen O e letra de Karen O e Spike Jonze
“Ordinary Love” – Mandela: Long Walk to Freedom – Música de Paul Hewson, Dave Evans, Adam Clayton e Larry Mullen e letra de Paul Hewson

Melhor edição:
American Hustle (Trapaça): Jay Cassidy, Crispin Struthers e Alan Baumgarten
Captain Phillips (Capitão Phillips): Christopher Rouse
Dallas Buyers Club (Clube de Compras Dallas): John Mac McMurphy e Martin Pensa
Gravity (Gravidade): Alfonso Cuarón e Mark Sanger
12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão): Joe Walker

Documentário (Curta Metragem):
CaveDigger
Facing Fear
Karama Has No Walls
The Lady in Number 6 – Music Saved My Life
Prison Terminal – The Last Days of Private Jack Hall