EM EDIÇÕES ESPECIAIS, EXPRESSIONISMO ALEMÃO, ALAIN DELON E UM CULT DO CINEMA INDIE

COM 3 DISCOS + CARDS, A COLEÇÃO “EXPRESSIONISMO ALEMÃO – VOL.2” REÚNE 5 CLÁSSICOS – INCLUINDO AS DUAS PARTES DE “OS NIBELUNGOS” DIRIGIDAS POR FRITZ LANG. JÁ “OS AVENTUREIROS” É UMA AVENTURA FRANCESA DOS ANOS 1960 COM ALAIN DELON E LINO VENTURA, E “UMA NOITE SOBRE A TERRA” É UM DOS CULTS DA CARREIRA DE JIM JARMUSCH, COM NOMES COMO WINONA RYDER, GENA ROWLANDS E ROBERTO BENIGNI NO ELENCO.

EXPRESSIONISMO ALEMÃO – VOL. 2

No formato digistak com 3 DVDs, o box resgata cinco clássicos do influente movimento cinematográfico alemão. Confira as novas versões restauradas de trabalhos de Fritz Lang, F.W. Murnau, G. W. Pabst, Paul Wegener e Carl Boese.

Edição especial com mais de 90 minutos de extras e 5 cards de brinde.

DISCO 1:

A ÚLTIMA GARGALHADA (Der letzte Mann, The Last Laugh, 1924, 90 min.)
Direção: Friedrich Wilhelm Murnau. Com Emil Jannings, Maly Delschaft, Max Hiller.

Um velho porteiro de hotel acaba substituído por um empregado mais jovem, e posto para trabalhar como ajudante de lavatório. Ridicularizado por seus vizinhos e amigos, ele volta ao hotel à noite em busca de seu antigo uniforme, símbolo de sua glória passada.

OS NIBELUNGOS – A MORTE DE SIEGFRIED (Die Nibelungen: Siegfried, The Nibelungs Part I: Siegfried, 1924, 150 min.)
Direção: Fritz Lang. Com Paul Richter, Margarete Schön, Theodor Loos.

Após roubar o tesouro dos Nibelungos – anões que vivem debaixo da terra -, Siegfried corteja a bela Kriemhild, irmã de Gunther, rei dos Burgúndios. O rei pede que Siegfried o ajude a seduzir a rainha virgem Brunhild que, ao desvendar a trama, pede a cabeça do herói. Primeira parte da adaptação de uma velha lenda escandinava pelo mestre alemão.

DISCO 2:

OS NIBELUNGOS – A VINGANÇA DE KRIEMHILD (Die Nibelungen: Kriemhilds Rache, The Nibelungs Part II: Kriemhild’s Revenge, 1924, 131 min.)
Direção: Fritz Lang. Com Margarete Schön, Gertrud Arnold, Theodor Loos.

Kriemhild torna-se a mulher do Rei dos Hunos, Etzel, e dá à luz um filho. Em sua sede para vingar Siegfried, ela convida seus irmãos para celebrar o nascimento da criança e ao mesmo tempo arma uma cilada. No castelo, enquanto se iniciam as festividades, os hunos atacam os nibelungos e uma batalha se desenrola a fim de matar Hagen.

O GOLEM, COMO VEIO AO MUNDO (Der Golem, wie er in die Welt kam, The Golem, 1920, 85 min.)
Direção: Paul Wegener, Carl Boese. Com Paul Wegener, Albert Steinrück, Ernst Deutsch.

Em Praga, no século XVI, uma pequena vila de judeus é posta em cheque pelo kaiser. Para defender a cidade, o velho cientista Rabbi Lowe se volta aos antigos recursos alquimistas para criar o Golem, um ser de cera de enorme força. À medida que o tempo passa, a criatura passa a ter consciência da própria existência e decidir os rumos de suas ações.

DISCO 3:

DIÁRIO DE UMA GAROTA PERDIDA (Tagebuch einer Verlorenen, Diary of a Lost Girl, 1929, 113 min.)
Direção: Georg Wilhelm Pabst. Com Louise Brooks, Josef Rovenský, Fritz Rasp.

A jovem Thymian é separada de seu filho, fruto de uma gravidez indesejada, e é enviada para um reformatório. A partir desses fatos, sua vida se transforma num pesadelo sem fim, com muitas reviravoltas, tornando-se desde uma garota de bordel até uma respeitada condessa.

EXTRAS: Mais de 90 minutos, incluindo 2 inéditos documentários que falam sobre os processos de restauração, técnicas de produção, visão de bastidores e influências na cultura dos filmes “Os Nibelungos” e “A Última Gargalhada”.

OS AVENTUREIROS

Dirigido por Robert Enrico (“O Velho Fuzil”), o filme é um dos maiores sucessos de Alain Delon nos anos 1960 e foi baseado em romance do escritor e cineasta francês José Giovanni (“Dois Homens Contra uma Cidade”).

Aventura típica do cinema europeu dos anos 1960, “Os Aventureiros” apresenta o humor leve, a explosão de cores e o senso de liberdade de outras produções do período (“Modesty Blaise“, “O Homem do Rio”), e traz Delon no papel de Manu, um piloto de corridas, e Lino Ventura como Roland, um mecânico. Amigos inseparáveis e fãs de esportes radicais, eles veem seus negócios sempre fracassarem.

Após Manu perder sua licença de piloto, a dupla resolve partir e, ao lado de Laetitia (Joanna Shimkus) – uma jovem artista em crise -, busca um tesouro afundado ao largo da costa do Congo.

EXTRAS: Making of do filme, entrevista com Joanna Shimkus.

UMA NOITE SOBRE A TERRA

Um dos principais expoentes do cinema independente norte-americano na década de 80, Jim Jarmusch exerceu várias funções atrás da câmera, incluindo assistência de produção em “Um Filme para Nick” (1980), de Wim Wenders, documentário sobre os últimos dias de Nicholas Ray.

Dirigiu seu longa de estreia, “Permanent Vacation” (1980), quando ainda era aluno de cinema na New York University, onde teve o privilégio de estudar com Ray (antes, ele já havia se formado em letras pela Columbia University). Assim como seu ídolo, Jarmusch demonstraria em sua carreira especial apreço por personagens marginais, mostrando o lado B dos Estados Unidos.

Na comédia dramática “Uma Noite Sobre a Terra” (1991), Jarmusch reuniu um elenco internacional – com nomes como Gena Rowlands, Winona Ryder, Armin Mueller-Stahl, Beatrice Dalle e Roberto Benigni – para um filme em segmentos de deslocamento urbano e angústia existencial em diferentes localizações.

São cinco histórias, cinco cidades, cinco táxis, cinco taxistas e várias viagens diferentes. Los Angeles, Helsinque, Nova Iorque, Paris e Roma servem de palco para segmentos distintos que formam um verdadeiro mosaico de histórias e situações inesperadas, divertidas, inusitadas e emocionantes.

EXTRAS: Jim Jarmusch responde perguntas de fãs, entrevista com o diretor.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *