A Chegada

“A CHEGADA”, PREMIADO COM O OSCAR, E MAIS LANÇAMENTOS NA 2001

VENCEDOR DA ESTATUETA DE MELHOR EDIÇÃO DE SOM NA ÚLTIMA CERIMÔNIA DO OSCAR, “A CHEGADA” CONFIRMA DENIS VILLENEUVE COMO UM DOS MELHORES CINEASTAS DA ATUALIDADE. E TRAZ AMY ADAMS VIVENDO MAIS UMA MULHER FORTE EM MEIO À ADVERSIDADE.

O filme concorreu em mais 7 categorias do Oscar: melhor filme, direção, roteiro adaptado, fotografa, montagem, design de produção e mixagem de som. Considerada o eixo emocional da trama, Amy Adams concorreu ao Bafta, ao Globo de Ouro e ao SAG Awards, mas inesperadamente ficou de fora da lista de finalistas da Academia – uma das grandes injustiças do Oscar deste ano.

Aclamado por público e crítica, “A Chegada” é uma adaptação do conto “Story of your Life”, de Ted Chiang, publicado no Brasil sob o título “História da sua vida e outros contos” (Ed. Intrínseca, 2016).

É também mais uma bem sucedida incursão de Villeneuve no cinema de gênero. Depois de ter feito sucesso no circuito de arte com o drama “Incêndios”, o cineasta canadense passou a dirigir thrillers como “Os Suspeitos” (2013), “O Homem Duplicado” (2013) e “Sicário – Terra de Ninguém” (2015) – disponível em DVD na 2001.

Em “A Chegada”, 12 misteriosas naves de formato oval pairam sobre diferentes países da Terra, imóveis no ar. Nos EUA, a linguista Louise Banks (Amy Adams) é chamada pelos militares para decodificar os sinais transmitidos pelo alienígenas e desvendar se eles representam uma ameaça. Em busca de respostas, Banks arrisca a própria vida – e o futuro da humanidade.

Em alta em Hollywood, Villeneuve dirige atualmente mais uma ficção-científica, “Blade Runner 2049″ (continuação do cult de 1982) e já foi confirmado à frente da nova versão de “Duna”, clássico sci-fi escrito Frank Herbert.

E MAIS LANÇAMENTOS NA 2001:

O MAR DE ÁRVORES

Inédito nos cinemas brasileiros, este é o mais recente longa-metragem de Gus Van Sant (“Drugstore Cowboy“, “Milk”) e concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2015. Meditativo, o drama narra a trajetória de Arthur (Matthew McConaughey), um homem que decide ir à floresta Aokigahara, localizada aos pés do Monte Fuji, para se suicidar. Naomi Watts e Ken Watanabe completam o elenco.

MICHELLE E OBAMA

Produção de baixo orçamento, o filme romantiza o início da relação do ex-presidente e da ex-primeira-dama dos EUA, no verão de 1989. Então com 27 anos, Barack Obama (Parker Sawyers) era um calouro da faculdade de Direito de Harvard e começou a trabalhar como estagiário em um escritório de advocacia de Chicago. Lá, conheceria a jovem advogada Michelle Robinson (Tika Sumpter), e o resto é história. Exibido no Sundance Film Festival do ano passado.

UMA JANELA PARA O CÉU

Indicado ao Oscar de melhor canção original em 1976, este drama comovente conquistou o público na época de seu lançamento, com uma história de superação baseada em fatos reais. Aos 18 anos, Jill Kinmont (Marilyn Hassett, premiada com o Globo de Ouro de revelação) é um dos grandes talentos americanos no esqui e todos a apontam como favorita para vencer nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1956. Mas uma tragédia muda sua vida para sempre.

CHOCOLATE (2016)

Um dos destaques do Festival Varilux de Cinema Francês 2016 o filme resgata a história real do primeiro palhaço negro – Chocolat (interpretado por Omar Sy, de “Intocáveis”) – a ganhar fama na capital parisiense. Ex-escravo de origem cubana, ele fugiu para a França no final do século XIX e se tornou uma estrela com a ajuda de seu parceiro Tony Grice, conhecido como o palhaço Footit (James Thiérrée, neto de Charles Chaplin).

HOMENS DE CORAGEM

A verdadeira história da equipe USS Indianapolis, que está presa no mar das Filipinas por cinco dias após entregar as armas atômicas que ajudaram no fim da Segunda Guerra Mundial. Enquanto esperam o resgate, eles passam fome, sede e ataques de tubarão. Aventura de guerra ambientada em 1945, com direção de Mario Van Peebles (“Boss”, “Empire“) e Nicolas Cage encabeçando o elenco.

Z NATION – 1ª TEMPORADA

A febre dos zumbis continua nesta série que vem agradando aos fãs do gênero – inclusive, bateu recordes em sua estreia nos EUA. Três anos após um vírus zumbi ter destruído os Estados Unidos, um grupo tenta transportar o único sobrevivente conhecido da praga, de Nova York para a Califórnia. O objetivo é levá-lo até o último laboratório em funcionamento, a fim de coletar seu sangue para uma possível vacina.

MR. ROBOT – 2ª TEMPORADA

Uma das séries mais inteligentes (e cult) da atualidade, “Mr. Robot” continua a história de Elliot (Rami Malek, premiado com o Emmy pelo papel em 2016 ), um hacker anti-social que odeia seu trabalho numa empresa de segurança cibernética. Indicada ao Globo de Ouro de melhor ator (Malek) e ator coadjuvante (Christian Slater) neste ano, a segunda temporada mostra as consequências do envolvimento do protagonista com Mr. Robot e seu grupo de “hacktivistas”.

O QUARTO DOS ESQUECIDOS

Diretor do suspense “Paranoia“, D.J. Caruso conduz este longa de horror psicológico baseado em fatos verídicos ocorridos em Rhode Island, nos Estados Unidos. Na ficção, Dana (Kate Beckinsale, de “Anjos da Noite – Guerras de Sangue”) e seu marido passam por uma tragédia e decidem se mudar para uma área rural junto do filho Lucas. Arquiteta, ela planeja reformar a nova casa, até que percebe a existência de um quarto escondido, que não constava na planta.

FALLEN – O FILME

Dirigido por Scott Hicks (do oscarizado “Shine – Brilhante”), o longa é baseado no primeiro livro da saga criada pela norte-americana Lauren Kate. Na trama, a jovem Lucinda Price (Addison Timlin) é acusada de ter provocado a morte do namorado e vai para um reformatório, onde se aproxima de Daniel Grigori (Jeremy Irvine, revelado em “Cavalo de Guerra“), sem saber que ele é um anjo apaixonado por ela há milênios. Em DVD e Blu-ray.

CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO BAFTA 2017

NO ÚLTIMO DOMINGO (12/2), “LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES”  FOI SAGRADO O GRANDE CAMPEÃO Da 70ª EDIÇÃO DO BAFTA, PRINCIPAL PREMIAÇÃO BRITÂNICA DE CINEMA.

O MUSICAL LEVOU CINCO PRÊMIOS: MELHOR FILME, DIREÇÃO (DAMIEN CHAZELLE), ATRIZ (EMMA STONE), FOTOGRAFIA E TRILHA SONORA. ALÉM DE STONE, CASEY AFFLECK E VIOLA DAVIS CONFIRMARAM SEU FAVORITISMO, POR SUAS ATUAÇÕES EM, RESPECTIVAMENTE, “MANCHESTER À BEIRA MAR” E “UM LIMITE ENTRE NÓS” (“FENCES”, NO ORIGINAL)

Destaque para uma singularidade do Bafta, a estatueta de melhor filme britânico, que foi para “Eu, Daniel Blake”, de Ken Loach. Já o grande comediante Mel Brooks recebeu, aos 90 anos, o recém-criado “Fellowship BAFTA”, espécie de prêmio honorário por sua contribuição ao cinema.

Quatro dos premiados da festa: Emma Stone (“La La Land”), Mel Brooks, Viola Davis (“Um Limite Entre Nós”) e Casey Affleck (“Manchester à Beira Mar”)

Revelado em “Quem Quer Ser um Milionário?”, Dev Patel foi uma das poucas surpresas da noite, vencendo como melhor ator coadjuvante pelo drama “Lion – Uma Jornada para Casa”. E “Kubo e as Cordas Mágicas” bateu o favorito “Zootopia” na categoria de melhor longa de animação.

Confira a seguir a lista completa do Bafta 2017, com os vencedores em negrito.

MELHOR FILME
A Chegada
Eu, Daniel Blake
La La Land – Cantando Estações
Manchester à Beira-Mar
Moonlight: Sob a Luz do Luar

PRÊMIO ALEXANDER KORDA PARA MELHOR FILME BRITÂNICO DO ANO
American Honey
Denial
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Eu, Daniel Blake
Notes On Blindness
Sob as Sombras

MELHOR ATOR
Andrew Garfield – Até o Último Homem
Ryan Gosling – La La Land – Cantando Estações
Casey Affleck – Manchester à Beira-Mar
Jake Gyllenhaal – Animais Noturnos
Viggo Mortensen – Capitão Fantástico

As cinco indicadas ao Bafta de melhor atriz. Duas delas ficaram de fora da lista do Oscar: Amy Adams por “A Chegada” e Emily Blunt por “A Garota no Trem

MELHOR ATRIZ
Emma Stone – La La Land – Cantando Estações
Natalie Portman – Jackie
Amy Adams – A Chegada
Meryl Streep – Florence: Quem É Essa Mulher?
Emily Blunt – A Garota no Trem

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Aaron Taylor-Johnson – Animais Noturnos
Dev Patel – Lion – Uma Jornada para Casa
Jeff Bridges – A Qualquer Custo
Hugh Grant – Florence: Quem É Essa Mulher?
Mahershala Ali – Moonlight: Sob a Luz do Luar

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Hayley Squires – Eu, Daniel Blake
Michelle Williams – Manchester à Beira-Mar
Naomie Harris – Moonlight: Sob a Luz do Luar
Nicole Kidman – Lion – Uma Jornada para Casa
Viola Davis – Um Limite entre Nós

Viola Davis segue favorita ao Oscar por “Fences”, drama dirigido e estrelado por Denzel Washington. O filme recebeu o título no Brasil de “Um Limite Entre Nós”.

PRÊMIO DAVID LEAN DE MELHOR DIREÇÃO
Denis Villeneuve – A Chegada
Ken Loach – Eu, Daniel Blake
Damien Chazelle – La La Land – Cantando Estações
Kenneth Lonergan – Manchester à Beira-Mar
Tom Ford – Animais Noturnos

MELHOR MONTAGEM
A Chegada
Até o Último Homem
La La Land – Cantando Estações
Animais Noturnos
Manchester à Beira-Mar

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
A Qualquer Custo
Eu, Daniel Blake
La La Land – Cantando Estações
Manchester à Beira-Mar
Moonlight: Sob a Luz do Luar

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
A Chegada
Até o Último Homem
Estrelas Além do Tempo
Lion – Uma Jornada para Casa
Animais Noturnos

O ator britânico de origem indiana Dev Patel, em “Lion”, longa baseado em história real

MELHOR FOTOGRAFIA
A Chegada
A Qualquer Custo
La La Land – Cantando Estações
Lion – Uma Jornada para Casa
Animais Noturnos

MELHOR DESIGN DE ARTE
Doutor Estranho
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Ave, César!
La La Land – Cantando Estações
Animais Noturnos

MELHORES EFEITOS VISUAIS
A Chegada
Doutor Estranho
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Mogli: O Menino Lobo
Rogue One: Uma História Star Wars

A incrível recriação dos animais em computação gráfica de “Mogli”, produzido pela Disney, levou o Oscar de efeitos visuais

MELHOR FIGURINO
Aliados
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Florence: Quem É Essa Mulher?
Jackie
La La Land – Cantando Estações

MELHOR PENTEADO E MAQUIAGEM
Florence: Quem É Essa Mulher?
Doutor Estranho
Até o Último Homem
Animais Noturnos
Rogue One: Uma História Star Wars

PRÊMIO ANTHONY ASQUITH PARA TRILHA SONORA
A Chegada
Jackie
La La Land – Cantando Estações
Lion
Animais Noturnos

MELHOR SOM
A Chegada
Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Até o Último Homem
La La Land – Cantando Estações

Aclamado pela crítica, a ficção-científica “A Chegada”, do mesmo diretor de “Incêndios” – Denis Villeneuve -, já está em pré-venda em DVD e Blu-ray na 2001

MELHOR FILME DE ESTREIA DE UM ROTEIRISTA, DIRETOR OU PRODUTOR BRITÂNICO
Mike Carey, Camille Gatin – The Girl With All The Gifts
George Amponsah, Dionne Walker – The Hard Stop
Pete Middleton, James Spinney, Jo-Jo Ellison – Notes On Blindness
John Donnelly, Ben Williams – The Pass
Babak Anvari, Emily Leo, Oliver Roskill, Lucan Toh – Sob as Sombras

MELHOR FILME DE LÍNGUA NÃO-INGLESA
Dheepan
Julieta
Mustang
O Filho de Saul
Toni Erdmann

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Procurando Dory
Kubo e as Cordas Mágicas
Moana
Zootopia

Produzido pelo estúdio Laika, “Kubo e as Cordas Mágicas” está disponível em DVD no acervo da 2001

MELHOR DOCUMENTÁRIO
13th
The Beatles: Eight Days A Week – The Touring Years
The Eagle Huntress
Notes On Blindness
Weiner

MELHOR CURTA BRITÂNICO
Consumed
Home
Mouth Of Hell
The Party
Standby

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO BRITÂNICO
The Alan Dimension
A Love Story
Tough

ESTRELA EM ASCENSÃO
Anya Taylor-Joy
Laia Costa
Lucas Hedges
Tom Holland
Ruth Negga

SAIU A LISTA DOS INDICADOS AO OSCAR 2017!

A ESPERA ACABOU. A ACADEMIA DE ARTES E CIÊNCIAS CINEMATOGRÁFICAS DE HOLLYWOOD ANUNCIOU NESTA TERÇA OS CONCORRENTES AO MAIOR PRÊMIO DA INDÚSTRIA DO CINEMA. COM 14 INDICAÇÕES, “LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES” É O GRANDE FAVORITO, SEGUIDO POR “A CHEGADA” E “MOONLIGHT”.

Como era esperado, o musical de Damien Chazelle (diretor de “Whiplash“) lidera a corrida ao Oscar, igualando o recorde de 14 indicações do clássico “A Malvada“, em 1951, e de “Titanic“, em 1998. Tributo musical a Los Angeles, o filme conquistou público e crítica, incluindo sete Globos de Ouro – o prêmio da Imprensa Estrangeira em Hollywood.

Seus maiores concorrentes são a ficção-científica “A Chegada”, dirigida pelo canadense Denis Villeneuve (de “Incêndios” e “Sicário”), e o drama indie “Moonlight – Sob a Luz do Luar”, vencedor do Globo de Ouro de melhor filme dramático. Cada um concorre em oito estatuetas, com o primeiro com boas chances nas categorias técnicas, e o segundo como favorito a melhor ator coadjuvante (Mahershala Ali).

É mesmo o ano de “La La Land”: vencedor de 7 Globos de Ouro e indicado ao Oscar em 14 categorias, o musical concorre ainda a 11 prêmios Bafta, na Inglaterra

Entre as surpresas, destaque para a ausência de Amy Adams, por sua elogiada atuação em “A Chegada”. Apesar de concorrer ao Globo de Ouro e disputar o Bafta e o Screen Actors Award, ela ficou de fora da lista de melhor atriz. Na mesma categoria, Meryl Streep conquistou a impressionante marca de 20 indicações, graças a “Florence – Quem é Essa Mulher?”, e a lendária atriz francesa Isabelle Huppert disputa o Oscar pela primeira vez por seu polêmico papel no thriller “Elle”. E, grande vencedor do European Film Awards, “Toni Erdmann” é favorito a melhor filme de língua estrangeira, representando a Alemanha.

Agora, é aguardar o anúncio dos vencedores da 89ª cerimônia de entrega dos prêmios, marcada para 26 de fevereiro, no Dolby Theatre, em Los Angeles.

A seguir, a lista completa com os indicados ao OSCAR 2017:

“Lion – Uma Jornada Para Casa”, “A Qualquer Custo”, “La La Land”, “Moonlight”, “Manchester à Beira-Mar”, “Cercas”, “A Chegada” e “Estrelas Além do Tempo”, todos indicados a melhor filme do ano

MELHOR FILME
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“Estrelas Além do Tempo”
“Lion – Uma Jornada Para Casa”
“Moonlight”
“Cercas”
“A Qualquer Custo”
“La La Land – Cantando Estações”
“Manchester à Beira-Mar”

MELHOR DIREÇÃO
Denis Villeneuve -“A Chegada”
Barry Jenkins -“Moonlight: Sob a Luz do Luar”
Damián Chazelle -“La La Land – Cantando Estações”
Kenneth Lonegan -“Manchester a Beira-Mar”
Mel Gibson -“Até o Último Homem”

Denis Villeneuve dirige Amy Adams no set de “A Chegada”, que lhe valeu sua primeira indicação ao Oscar. O diretor canadense ganhou fama no Brasil com o aclamado “Incêndios”

MELHOR ATOR
Casey Affleck – “Mancehester à Beira-Mar”
Andrew Garfield – “Até o Último Homem”
Ryan Gosling – “La La Land – Cantando Estações”
Viggo Mortensen – “Capitão Fantástico”
Denzel Washington – “Cercas”

MELHOR ATRIZ
Isabelle Huppert – “Elle”
Ruth Neggam – “Loving”
Natalie Portman – “Jackie”
Emma Stone – “La La Land – Cantando Estações”
Meryl Streep – “Florence – Quem é Essa Mulher?” (disponível em DVD na 2001)

Pelo papel-título de “Florence – Quem é Essa Mulher?”, Meryl Streep concorre ao Oscar pela vigésima vez, um feito inédito na história do prêmio

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali – “Moonlight”
Jeff Bridges -“A Qualquer Custo”
Lucas Hedges -“Manchester A Beira-Mar”
Dev Patel -“Lion”
Michael Shannon -“Animais Noturnos”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis – “Cercas”
Naomie Harris – “Moonlight”
Nicole Kidman – “Lion”
Octavia Spencer – “Estrelas Além do Tempo”
Michelle Williams – “Manchester à Beira-Mar”

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Eric Heisserer – “A Chegada”
August Wilson – “Cercas”
Allison Schroeder, Theodore Melfi – “Estrelas Além do Tempo”
Luke Davies – “Lion – Uma Jornada para Casa””
Barry Jenkins, Tarell Alvin McCraney – “Moonlight: Sob a Luz do Luar”

Estrelado por Colin Farrell e Rachel Weisz, “O Lagosta” foi merecidamente lembrado na categoria de melhor roteiro original

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Taylor Sheridan – “A Qualquer Custo”
Damien Chazelle – “La La Land – Cantando Estações”
Yorgos Lanthimos, Efthymis Filippou – “O Lagosta”
Kenneth Lonergan – “Manchester a Beira-Mar”
Mike Mills – “20th Century Woman”

MELHOR MONTAGEM
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“A Qualquer Custo”
“La La Land- Cantando Estação”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

MELHOR FOTOGRAFIA
“A Chegada”
“La La Land – Cantando Estações”
“Lion”
” Moonlight: Sob a Luz do Luar”
“Silêncio”

Dirigido por Martin Scorsese, o épico “Silence” recebeu apenas uma indicação: melhor direção de fotografia, do mexicano Rodrigo Prieto

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
“Land of Mine”
“A Man Called Ove”
“The Salesman”
“Tana”
“Toni Erdmann”

MELHORES EFEITOS VISUAIS
“Horizonte Profundo – Desastre no Golfo”
“Doutor Estranho”
Mogli – O Menino Lobo
Kubo e as Cordas Mágicas
“Rogue One: Uma História Star Wars”

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Kubo e as Cordas Mágicas” (disponível em DVD na 2001)
“Moana”
“My Life as a Zucchini”
“The Red Turtle”
Zootopia” (disponível em DVD e Blu-ray na 2001)

Vencedor do Globo de Ouro de melhor animação, “Zootopia” é favorito ao Oscar da categoria, com “Kubo e as Cordas Mágicas” correndo por fora

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
“Jackie”
“La La Land – Cantando Estações”
“Lion – Uma Jornada Para Casa”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”
“Passageiros”

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Can’t Stop the Feelings” (“Trolls”)
“The Empty Chair” (“Jim: The James Foley Story”)
” How Far I’ll Go” (“Moana”)
“City of Stars” (“La La Land – Cantando Estações”)
“Audition” (“La La Land – Cantando Estações”)

MELHOR FIGURINO
“Aliados”
” Animais Fantásticos e onde Habitam”
Florence – Quem é Essa Mulher?
“Jackie”
“La La Land – Cantando Estações”

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO
“Um Homem Chamado Ove”
Star Trek: Sem Fronteiras” (disponível em DVD na 2001)
Esquadrão Suicida” (disponível em DVD e Blu-ray na 2001)

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
“A Chegada”
“Animais Fantásticos e onde Habitam”
Ave, César!
“La La Land – Cantando Estações”
“Passeiros”

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE LONGA-METRAGEM
Fogo no Mar” (disponível em DVD na 2001)
“I Am Not Your Negro”
“Life, Animated”
“O.J.: Made in America”
“A 13ª Emenda”

Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim em 2016, o documentário italiano “Fogo no Mar” trata do importante tema da imigração em massa e foi lembrado com uma indicação ao Oscar

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
“The White Helmets”
“Watani: My Homeland”
“Joe’s Violin”
“4.1 Miles”
“Extremis”

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
“A Chegada”
“Horizonte Profundo – Desastre no Golfo”
“Até o Último Homem”
“La La Land – Cantando Estações”
“Sully – O Herói do Rio Hudson”

MELHOR MIXAGEM DE SOM
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“La La Land – Cantando Estações”
“Rogue One: Uma História Star Wars”
13 Horas – Os Soldados Secretos de Benghazi” (disponível em DVD na 2001)

Dirigido por Michael Bay, “13 Horas…” é baseado em fatos reais e está disponível no acervo da 2001

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Ennemis Intérieurs”
“La Femme et le TGV”
“Silent Nights”
“Sing (Mindenki)”
“Timecode”

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
“Blind Vaysha”
“Borrowed Time”
“Pear Cider and Cigarettes”
“Pearl”
“Piper”