Creepshow

CONFIRA MAIS LANÇAMENTOS BASEADOS EM OBRAS DO AUTOR

O REVIVAL DA OBRA DO ESCRITOR, COM ADAPTAÇÕES RECENTES NA TV E NO CINEMA (“A TORRE NEGRA”, “IT – A COISA”), CONTINUA COM O LANÇAMENTO DE MAIS FILMES E MINISSÉRIES EM DVD.

STEPHEN KING – CONTOS DE TERROR

Edição especial com 2 discos, 4 cards e luva, reunindo 4 produções baseadas na obra de King – em versões remasterizadas – mais 60 minutos de extras.

DISCO 1:

CREEPSHOW – SHOW DE HORRORES (Creepshow, 1982, 120 min.)
De George A. Romero. Com Hal Holbrook, Leslie Nielsen, Adrienne Barbeau.

Inspirado nos quadrinhos da E.C. Comics, de 1950, George A. Romero e Stephen King criaram cinco contos de terror. No primeiro, um homem enlouquecido volta do mundo dos mortos no Dia dos Pais para finalmente ganhar um pedaço de bolo que a filha assassina nunca lhe deu. O próprio King interpreta, na segunda história, fazendeiro que descobre um meteorito que caiu na Terra transformando tudo em plantas assassinas.

CREEPSHOW 2 – SHOW DE HORRORES (Creepshow 2, 1987, 90 min.)
De Michael Gornick. Com George Kennedy, Lois Chiles, Domenick John.

No primeiro conto, a estátua de madeira de um cacique ganha vida, para vingar a morte do dono de uma pequena mercearia e de sua mulher, assassinados por uma quadrilha. No segundo, quatro jovens vão nadar em um lago e buscam refúgio numa balsa, quando começam a ser caçados por uma “mancha de óleo”. Na última história, uma mulher casada trai o marido e logo depois atropela um homem. Ela decide fugir, mas o fantasma da vítima a persegue.

DISCO 2:

A CRIATURA DO CEMITÉRIO (Graveyard Shift, 1990, 89 min.)
De Ralph S. Singleton. Com David Andrews, Kelly Wolf, Stephen Macht.

Fábrica têxtil de uma pequena cidade americana, abandonada há anos, é reaberta. Mas os trabalhadores contratados para limpá-la começam a ser mortos e mutilados por ratos que infestam o local.

ÀS VEZES ELES VOLTAM (Sometimes They Come Back Again, 1991, 98 min.)
De Tom McLoughlin. Com Tim Matheson, Brooke Adams, Robert Rusler.

Um professor e sua família mudam-se para uma pequena cidade interiorana. Agora com uma vida mais simples, morando numa casa decadente, ele começa a lecionar em uma escola local, até ser atormentado por seu passado obscuro.

EXTRAS: Quase 60 minutos contendo um divertido featurette com George A.Romero, especial “Você nunca viu Creepshow”, entrevista com o mestre dos efeitos especiais Tom Savini, por trás das cenas de Creepshow 2, e muito mais!

A DANÇA DA MORTE

Premiada com 2 Emmys, esta é uma das melhores minisséries baseadas na obra de King e é ambientada em um mundo pós-apocalíptico devastado por vírus mortal; uma realidade paralela que aparece também na saga de “A Torre Negra”. Os poucos sobreviventes dividem-se em dois grandes grupos: o primeiro, guiado espiritualmente por Mãe Abagail, uma senhora com 108 anos de idade, e o segundo, sob a influência do diabólico Randall Flagg. No elenco, Gary Sinise, Molly Ringwald, Jamey Sheridan, Ruby Dee e Laura San Giacomo.

A CRIATURA DO CEMITÉRIO

Baseado no conto “Último Turno”, do livro “Sombras da Noite”, o terror toma forma num moinho têxtil onde um funcionário do turno da noite é morto de forma violenta e misteriosa. Um forasteiro, John Hall (David Andrews), é contratado em seu lugar pelo inescrupuloso dono do empreendimento, mas misteriosos assassinatos voltam a ocorrer: uma maléfica entidade habita os subterrâneos da fábrica. Dublador do boneco Chucky, Brad Dourif encarna um exterminador de ratos. Obs. Incluído na coleção Stephen King – Contos de Terror.

CHRISTINE – O CARRO ASSASSINO

Depois de dirgir o impactante “O Enigma de Outro Mundo” (1983), o mestre John Carpenter voltou-se para esta adaptação do livro de King sobre a paixão de um adolescente por seu automóvel. Na trama, Arnie Cunningham (Keith Gordon, de Vestida para Matar”) é um estudante nerd que adquire um Plymouth Fury 1958 vermelho. Obecado pelo carro, o jovem dedica-se febrilmente à sua restauração, e “Christine” retribui o carinho matando qualquer um que fizer mal a seu novo proprietário.

DESESPERO

Inicialmente planejado como minissérie, o telefilme foi escrito pelo próprio Stephen King a partir de seu livro homônimo. Desespero é o nome de uma pequena cidade de Nevada controlada pelo tirânico xerife local, Collie Entragian (Ron Perlman, de “Hellboy”). Ele tem o péssimo hábito de deter viajantes na estrada que corta a cidade deserta cuja população é, na verdade, formada a partir do seu arbítrio. Tom Skerritt, Steven Weber, Annabeth Gish, Charles Durning e Henry Thomas estão no elenco.

FENDA NO TEMPO

Minissérie em 3 episódios na qual King mistura ficção-científica e mistério, por meio de um tipo de fenda do universo. Em um voo rotineiro de Los Angeles para Boston algo sem explicação acontece: dez passageiros despertam e constatam que são as únicas pessoas no avião. Desconfianças e até uma teoria da conspiração pairam sobre os sobreviventes, e o piloto responsável, Brian Engle (David Morse, de “A Espera de um Milagre”), decide posar a aeronave no próximo aeroporto.

JOVEM OUTRA VEZ

Mais uma mnissérie dos anos 1990 baseada em material do autor, uma versão sci-fi do envelhecimento reverso. A história acompanha as transformações sofridas por um zelador idoso que é atingido por substâncias químicas após a explosão de um laboratório secreto do governo. A cada dia, ele vai se tornando mais jovem, o que coloca a CIA em seu encalço, a fim de transformá-lo em cobaia.

OS ESTRANHOS

Em uma pequena cidade na zona rural dos Estados Unidos, uma estranha radiação começa a emanar da floresta depois que uma romancista começa a desenterrar o que parece ser uma nave alienígena. Minissérie de ficção-científica estrelada por Jimmy Smits (“Nova Iorque Contra o Crime”), Marg Helgenberger (“CSI”) e Joanna Cassidy (uma das replicantes de “Blade Runner”).

E VEJA TAMBÉM:
Mais de Stephen King na 2001

DICAS PARA A SEXTA-FEIRA 13

UMA PEQUENA SELEÇÃO DE PRODUÇÕES TRASH PARA A TEMIDA SEXTA-FEIRA 13

Não se pode dizer ao certo quando e onde surgiu o filme trash, subgênero muito cultuado pelos amantes de filmes B. O primeiro grande nome foi Ed Wood, diretor de clássicos como Plano 9 do Espaço Sideral (1959).

A partir de uma grande ideia e orçamentos muito baixos – os primeiros filmes foram feitos com, em média, 5 mil dólares -, grandes diretores já tiveram sua fase trash. Sam Raimi (Evil Dead), Peter Jackson (Bad Taste) e outros cineastas se consagraram nesse modelo, consolidado por nomes como Jesus Franco (SadomaniaMacumba Sexual), Ruggero Deodato (Cannibal Hollocaust) e Dario Argento (DemonsSuspiria). Nas últimas duas décadas, Robert Rodrigues e Quentin Tarantino também entraram nesse filão, que tem ainda José Mojica Marins (o popular Zé do Caixão) representando o Brasil.

Parte I: Creepshow, Bad Taste e Macumba Sexual

Creepshow – Volume 1 (1982): Escrito por Stephen King, o filme homenageia popular revista norte-americana de contos de terror da década de 1950 e traz no elenco a curiosa participação de Ed Harris (O Show de Truman) e Leslie Nielsen (Corra que A Polícia Vem Aí!).

Bad Taste (1987): O primeiro filme de Peter Jackson! Uma invasão alienígena tenta dominar a terra e se alimentar de humanos (uma grande iguaria do universo). A única esperança do planeta encontra-se em um estranho grupo preparado para evitar invasões.

Macumba Sexual (1983): Tocando em assuntos pouco convencionais ao grande público (submissão sexual, orgias e homossexualismo) com muito humor negro, o longa de Jess Franco evita colocar o terror em evidência, adicionando humor ao suspense para satisfazer seus pensamentos loucos.

Parte II: Matadores de Delírios de um Anormal, Planeta Terror, Vampiras Lésbicas e a Trilogia Uma Noite Alucinante

Trilogia Evil Dead/Uma Noite Alucinante (1981/1987/1992): Estrelado pelo anti-herói Ash (Bruce Campbell), a trilogia começa como um terror bem interessante, introduzindo um grupo de amigos reunidos numa cabana em uma floresta amaldiçoada. A partir do segundo filme, as tendências heróicas do protagonista (e caçador de demônios) aparecem mais e a trilogia encerra em grande estilo – e ao ritmo de comédia, quando ele é mandado de volta no tempo para combater um exército de caveiras. Vale a pena conferir no DVD de Uma Noite Alucinante 3 os extras, com cenas cortadas da edição final para dar mais espaço para o humor.

Planeta Terror (2007): Dirigido por Robert Rodriguez e produzido por Quentin Tarantino, este filme faz uma homenagem aos filmes Grindhouse da década de 1970. Misturando terror com ficção-científica, o filme se tornou referência do cinema trash.

Matadores de Vampiras Lésbicas (2009): Prepare-se para rir com esta comédia com enredo de terror como plano de fundo. Ela recicla alguns clássicos clichês de filmes trash da década de 1980.

Delírios de um Anormal (1978): O eterno Zé do Caixão, José Mojica Marins, consegue demonstrar sua grande capacidade como diretor, e também como roteirista. Este clássico metalinguistico narra a história de um psiquiatra que sofre com pesadelos em que Zé irá roubar sua mulher para gerar o filho perfeito dele. Atormentado, o personagem consulta seus amigos, todos grandes psiquiatras que, sem nenhuma resposta satisfatória, resolvem procurar por José Mojica Marins para que ele prove que Zé do caixão é apenas um personagem.

Uma grande ideia, um orçamento muito baixo e ainda sim um filme imperdível.

Sugestões de
Bruno Lanzellotti
Colaborador da 2001 Washington Luís
Avenida Washington Luís, 1708, Jd. Marajoara – São Paulo – SP