Dr. Mabuse

EM EDIÇÕES ESPECIAIS COM CARDS, BUÑUEL, LANG E TARKÓVSKI

OS FÃS DE CINEMA EUROPEU NÃO PODEM PERDER UM DOS LANÇAMENTOS DO ANO: “O CINEMA DE LUIS BUÑUEL“, BOX COM 4 CLÁSSICOS DO MESTRE DO SURREALISMO. ALÉM DA RARIDADE “DR. MABUSE DE FRITZ LANG” E DO DVD DUPLO “ANDREI TARKÓVSKI“, COM 2 OBRAS-PRIMAS DO DIRETOR RUSSO. TRÊS COLEÇÕES IMPERDÍVEIS, EM BELAS EDIÇÕES COM CARDS E INÚMEROS EXTRAS.

O CINEMA DE LUIS BUÑUEL

Box com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do diretor surrealista todos em inéditas versões restauradas e mais de duas horas de vídeos extras, incluindo um excelente documentário sobre a obra do mestre espanhol.

Luis Buñuel (1900-1983) nasceu na aldeia de Calanda (Teruel, Espanha). Em 1917, começou a estudar em Madrid, tomando conhecimento das vanguardas artísticas e literárias da época — cubismo, dadaísmo e surrealismo. Em 1925, mudou-se para Paris, onde estudou cinema e trabalhou como assistente de vários realizadores. Seu primeiro filme, “Um Cão Andaluz” (1928), feito em parceria com Salvador Dali, provocou escândalo e se tornou um marco do surrealismo no cinema.

Catherine Deneuve em A BELA DA TARDE, o filme mais famoso da carreira de Buñuel. O clássico de 1967 acaba de ser relançado em DVD na 2001.

O cineasta trabalhou depois no México e teve uma gloriosa carreira na Europa, onde rodou clássicos como o icônico “A Bela da Tarde“, “Tristana” – filme favorito de Catherine Deneuve em sua carreira – e “O Fantasma da Liberdade“, longa em segmentos escrito por seu fiel colaborador, Jean-Claude Carrière.

Edição limitada com 6 cards.

DISCO 1:

TRISTANA, UMA PAIXÃO MÓRBIDA (Tristana, 1970, 109 min.)
Com Catherine Deneuve, Fernando Rey, Franco Nero.

Após a morte da mãe, órfã é entregue aos cuidados do idoso Don Lope, que a seduz e se torna seu amante. Porém, a chegada de um jovem ameaça o relacionamento. Obra-prima subversiva indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

A VIA LÁCTEA ou O ESTRANHO CAMINHO DE SÃO TIAGO (La Voie Lactée, 1969, 101 min.)
Com Paul Frankeur, Laurent Terzieff, Alain Cuny, Pierre Clementi.

Dois peregrinos viajam em direção ao mítico caminho de Santiago de Compostela, lugar de muita religiosidade, e lá se deparam com diversos personagens bíblicos e históricos. Ácida sátira religiosa do mestre espanhol.

DISCO 2:

O FANTASMA DA LIBERDADE (Le Fantôme de la Liberté, 1974, 103 min.)
Com Jean-Claude Brialy, Adolfo Celi, Michel Piccoli.

Uma série de situações absurdas, que começa com o fantástico relato do que se passou em Toledo em 1808, com um soldado e uma morta. Um dos filmes mais surrealistas de Buñuel, que o considerava seu testamento.

A MORTE NESTE JARDIM (La Mort en ce Jardin, 1956, 104 min.)
Com Simone Signoret, Georges Marchal, Charles Vanel.

Em meio à uma revolução iniciada por garimpeiros num país da América do Sul, um grupo precisa se aventurar na floresta, para fugir da polícia. Com forte comentário político, essa é mais uma pérola da fase mexicana de Buñuel.

DISCO 3:

O DIÁRIO DE UMA CAMAREIRA (Le Journal d’une Femme de Chambre, 1964, 97 min.)
Com Jeanne Moreau, Georges Géret, Michel Piccoli.

Uma camareira consegue emprego na casa dos Monteil, uma família burguesa com certas peculiaridades, como o fetiche do patrão por sapatos femininos. Com muito humor negro, Buñuel nos apresenta sua visão sobre a luta de classes. Refilmado por Benoît Jacquot em 2015 com Léa Seydoux no papel que foi de Jeanne Moreau.

SIMÃO DO DESERTO (Simón del Desierto, 1965, 45 min.)
Com Claudio Brook, Silvia Pinal, Enrique Álvarez Félix.

Simão é um religioso que deseja se aproximar de Deus. Para isso, sobe numa coluna no deserto. Porém, o demônio quer seduzi-lo. Fascinante estudo, repleto de ironia, sobre o fanatismo religioso. Prêmio Especial do Júri em Veneza.

EXTRAS:
* Documentário sobre Buñuel (60 min.)
* Especiais sobre os filmes (90 min.)

DR. MABUSE DE FRITZ LANG

Com quatro discos, o box apresenta os filmes sobre o misterioso psicanalista Dr. Mabuse dirigidos por Fritz Lang, um dos maiores nomes do expressionismo alemão, responsável por clássicos como “M, O Vampiro de Dusseldorf” e “Metrópolis”. Além dos filmes em edições remasterizadas, a coleção traz quase duas horas de conteúdo extra, com entrevistas e documentário.

DISCOS 1 e 2:

DR. MABUSE, O JOGADOR (Dr. Mabuse, der Spieler, 1922, 271 min.)

A história de uma organização criminal liderada por Mabuse (Rudolf Klein-Rogge), um misterioso psicanalista cuja diversão é brincar com homens ricos através de técnicas de hipnose. Ele joga cartas com eles, hipnotiza-os e faz com que apostem todo o dinheiro que tem.

As duas partes desse épico criminal do cinema mudo somam quatro horas e meia de duração.

DISCO 3:

O TESTAMENTO DO DR.MABUSE (Das Testament des Dr. Mabuse, 1933, 121 min.)

Mabuse encontra-se em estado catatônico em um hospital para doentes mentais, enquanto uma rede terrorista está à solta em Berlim com o objetivo de promover caos e anarquia, utilizando-se de instruções do gênio do crime. O inspetor Lohmann é o responsável pela investigação do caso, e vai apertando o cerco com a obtenção de provas cada vez mais estranhas.

Segundo filme sonoro de Lang, foi banido da Alemanha por ordem expressa de Goebbels, sob a alegação de que poderia tirar do povo a confiança nos políticos.

DISCO 4:

OS MIL OLHOS DO DR. MABUSE (Die 1000 Augen des Dr. Mabuse, 1960, 99 min.)

Mabuse regressa para destruir o mundo de vez. Através de uma rede de televisão, ele vigia os clientes de um luxuoso hotel com o objetivo de roubá-los e matá-los. O milionário Trevors e a Interpol unem forças para captura-lo.

Último filme da saga e também da carreira de Lang.

EXTRAS:
* Entrevista com Fritz Lang (20 minutos)
* Documentário “Mabuse’s Motives (29 minutos)
* Dr. Mabuse em Mente (15 minutos)
* Entrevista com Hans Günther (10 minutos)
* A Música de Dr. Mabuse (13 minutos)
* Entrevista com Wolfgang Preiss (15 minutos)
* Final Alternativo para “Os Mil Olhos do Dr. Mabuse (1 minuto)

ANDREI TARKÓVSKI

DVD duplo com duas obras-primas em inéditas versões restauradas do russo Andrei Tarkóvski (1932-1986), um dos maiores cineastas da história do cinema.

Edição especial com 2 cards, luva e quase 1 hora de extras, incluindo making of e entrevistas com a equipe.

DISCO 1:

ANDREI RUBLEV (Idem, 1966, 182 min.)
Com Anatoliy Solonitsyn, Ivan Lapikov, Nikolay Grinko.

A vida do grande pintor de ícones da Rússia do século XV, período de intensa turbulência política e religiosa no país. Nesse cenário caótico, surgem os diversos episódios da vida de Andrei, que mais tarde abandona seu trabalho como pintor para se dedicar a Deus.

DISCO 2:

STALKER (Idem, 1979, 162 min.)
Com Alisa Freyndlikh, Aleksandr Kaydanovskiy, Anatoliy Solonitsyn.

Três viajantes do futuro atravessam uma zona proibida e encontram um lugar onde as leis da física e da geografia não se aplicam – e todos os desejos são realizados.

EXTRAS:
* Making of de “Andrei Rublev” (5 minutos)
* Entrevista com Yuriy Nazarov (4 minutos)
* Entrevista com Marina Tarkovsky (2 minutos)
* Entrevista com Alexander Knyazhinsky (5:54)
* Entrevista com Rashit Safiullin (14 minutos)
* Entrevista com Eduard Artemyev (21 minutos)

GRANDES CLÁSSICOS DO CINEMA, A PARTIR DE R$ 12,90!

Untitled-1

UMA INCRÍVEL PROMOÇÃO COM GRANDES CLÁSSICOS A PARTIR DE R$ 12,90 CADA. 

NÃO PERCA, POIS OS ESTOQUES SÃO LIMITADOS. CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA!

CONFIRA A SEGUIR AS SUGESTÕES DE NOSSA EQUIPE:

PROFANAÇÃO

1

Mais uma parceria entre o cineasta Jules Dassin e a atriz Melina Mercouri (de “Nunca aos Domingos” e “Corações Desesperados” – também em promoção na 2001), “Profanação” apresenta uma versão moderna da personagem Fedra (ou Phaedra) da mitologia grega. Na Grécia atual, Thanos fez fortuna na área de transporte marítimo e logo se casa com a jovem e sensual Phaedra (Mercouri), que torna-se madrasta de Alexis (Anthony Perkins), com quem inicia uma estranha relação.

A CARTA QUE NÃO SE ENVIOU

11

Uma obra-prima do cinema russo dirigida pelo mestre Mikhail Kalatozov (de “Eu Sou Cuba” e “Quando Voam as Cegonhas”). O clássico de 1959 marcou época com suas belas tomadas de câmera e imagens impressionantes da Sibéria, para mostrar uma expedição formada por quatro geólogos em busca de uma mina de diamantes, e sua luta para sobreviver após um grande incêndio.

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA

22

Com a retrospectiva “Jean-Luc Cinéma Godard” a todo vapor em São Paulo, não perca um dos mais importantes trabalhos do cineasta francês nos anos 1960. A partir da rotina de Juliette (Marina Vlady), dona de casa dividida entre cuidar da família e a prostituição, Godard conduz um brilhante filme-ensaio sobre a sociedade de consumo. Edição com meia hora de extras, incluindo entrevistas e debate com o diretor.

TERRA DE UM SONHO DISTANTE

33

Indicado ao Oscar de melhor filme, direção, roteiro original e direção de arte, “America, America” (título original) é a última obra-prima de Elia Kazan. No final do século XIX, rapaz cresce em um pequeno povoado na Turquia como membro da minoria grega. Quando a opressão por partes dos turcos aumenta, seu pai o envia para Constantinopla, mas o jovem sonha em ir para a América. Um dos melhores retratos da imigração já criados no cinema, o filme é inspirado na história do avô de Kazan.

ALMAS EM LEILÃO

44

Vencedor do Oscar de melhor atriz (Simone Signoret) e melhor roteiro adaptado, este clássico de 1959 desafiou a censura britânica da época. Dirigido por Jack Clayton (de “Os Inocentes”), o filme é um ousado drama sobre a ascensão social de um jovem oportunista (o galã Laurence Harvey), que seduz a filha do patrão da fábrica onde trabalha. Ao mesmo tempo em que namora a jovem rica, ele mantém um caso com mulher casada (Signoret, também premiada no Festival de Cannes).

CRISÂNTEMOS TARDIOS

55

Dirigido por um dos maiores contadores de histórias do cinema japonês, Kenji Mizoguichi (da obra-prima “Contos da Lua Vaga), o filme é ambientado na Tóquio de 1885. Na trama, Kikunosuke Onoue, filho de um ator de renome, descobre que só recebe elogios por ser filho de quem é. Ele se apaixona por Otuko, uma criada da família, e todos se opõem ao romance, até que ele parte em busca do sucesso por seus próprios méritos, descobrindo um amargo caminho.

A FACE DO OUTRO

77

Clássico da nouvelle vague japonesa dirigido por Hiroshi Teshigahara (do igualmente perturbador “A Mulher da Areia”), em mais uma parceria com o escritor Kôbô Abe. Na trama, um homem com rosto deformado por acidente é rejeitado pela esposa e submete-se à experiência de usar uma máscara feita de tecido natural. Porém, sua personalidade será afetada pela máscara. O DVD inclui ainda o curta-metragem “Ako” (1965), do mesmo diretor.

BELINDA

88

Indicado a 11 prêmios Oscar, incluindo melhor filme e direção (Jean Negulesco), este clássico de 1948 valeu a Jane Wyman a estatueta de melhor atriz. Ela interpreta Belinda, uma doce surda-muda que aprende a linguagem de sinais e a linguagem labial com o Dr. Robert Richardson (Lew Ayres), por quem se apaixona. Vivendo em uma pequena vila de pescadores, a protagonista vai passar por uma terrível provação.

PERDIDOS NA TORMENTA

99

Vencedor do Oscar de melhor roteiro, este clássico de Fred Zinnemann (“A um Passo da Eternidade”, “Julia”) valeu a Montgomery Clift sua primeira indicação ao prêmio da Academia. O inesquecível astro de “Freud Além da Alma” interpreta Ralph Stevenson, um soldado americano que encontra um garoto tcheco de nove anos de idade, sobrevivente de Auschwitz, em um campo de refugiados, separado da mãe.

O TESTAMENTO DO DR. MABUSE

1011

Neste clássico da fase alemã do mestre Fritz Lang, o inspetor de polícia Lohmann investiga vários crimes em Berlim que o levam misteriosamente a um mentor, um homem que está internado num hospital para doentes mentais há muitos anos – o Dr. Mabuse. Pouco antes do lançamento do filme, em janeiro de 1933, o filme foi banido na Alemanha por Joseph Goebbels.

DICAS PARA O FIM DE SEMANA

Confira a seguir as sugestões da equipe 2001 Vídeo:

Os Suspeitos
(The Usual Suspects, EUA, 1995, Cor, 106′)
De: Bryan Singer
Com: Kevin Spacey, Stephen Baldwin, Gabriel Byrne

O filme mostra a captura e interrogatório de cinco criminosos, detidos pela policia de Nova York, que se reuniram para organizar um grande golpe.

Premiado com o Oscar, o roteiro tem diálogos envolventes, em que cada detalhe deve ser conferido. Com muito suspense, investigação e pitadas de humor, o filme valeu também a Kevin Spacey o Oscar de melhor ator Coadjuvante em 1996.

Sugestão de
Renan de Sousa
Colaborador da 2001 Paulista
Av. Paulista, 726, Bela Vista – São Paulo – SP

Dr. Mabuse – Parte 1: O Jogador
(Dr. Mabuse, Der Spieler: Der Grobe Spieler – Eis Bild Der Zeit, ALE, 1922, P&B, 120′)
De: Fritz Lang
Com: Rudolf Klein-Rogge, Alfred Abel, Aud Egede Nissen

Na minha opinião, o melhor trabalho do grande diretor Fritz Lang (Metrópolis), o filme relata a história de um gênio criminoso que usa suas habilidades de hipnose para ganhar jogos de baralho, realizar falsificações e até
manipular a mulher por quem é apaixonado. Porém, Mabuse não contava com o perspicaz investigador Von Wenck.

Com cenários sombrios e expressões exageradas, o clássico de Lang mostra com clareza as características do Expressionismo Alemão.

Sugestão de
Eduarda França
Colaboradora da 2001 Paulista
Av. Paulista, 726, Bela Vista – São Paulo – SP

Tiros na Broadway
(Bullets Over Broadway, EUA, 1994, Cor, 99′)
De: Woody Allen
Com: John Cusack, Dianne Wiest, Jennifer Tilly

Dianne Wiest, vencedora do Oscar de atriz coadjuvante, e John Cusack, em cena da deliciosa comédia de época Tiros na Broadway, de Woody Allen

Lançada recentemente em DVD, esta jóia rara da comedia é o meu filme favorito do Wood Allen. Teve 7 indicações ao Oscar em 1994, incluindo melhor direção e três atores coadjuvantes — venceu Diane Wiest, pela segunda vez e de novo sob a direção de Allen.

 

Broadway, anos 1920. Entre muitos tiros, um gângster com jeito para escrever, um autor sem criatividade, uma atriz talentosa para atuar e beber e um ótimo ator com transtorno alimentar, entre outros, se reúnem para produzir uma peça teatral. “O melhor e mais engraçado filme de Wood Allen em muitos anos” dizia um dos pôsteres de divulgação na época de seu lançamento. Visto hoje, Tiros na Broadway tem um sabor especial depois de Meia noite em Paris: a década de 1920 continua em evidência.

Sugestão de
Marcelo Rodrigo
Colaborador da 2001 Washington Luís
Avenida Washington Luís, 1708, Jd. Marajoara – São Paulo – SP

Valentin
(Idem, ARG/HOL, 2002, Cor, 83′)
De: Alejandro Agresti
Com: Rodrigo Noya, Carmen Maura, Alejandro Agresti

A história de Valentin, menino de oito anos de idade que tem o sonho incomum de ser astronauta e também ter uma família de verdade. Sem ter notícias de sua mãe e vendo seu pai poucas vezes, ele vai crescendo ao lado de sua avó e de seus amigos. O filme de Alejandro Agresti é comovente, mas de forma leve, e nos conquista pela determinação de seu jovem protagonista que, apesar da pouca idade, tem um ponto de vista formado sobre quase todas as situações que o cercam.

Sugestão de
Isabel Araújo
Subgerente da 2001 Washington Luís
Avenida Washington Luís, 1708, Jd. Marajoara – São Paulo – SP

Anjo de Vidro
(Idem, EUA, 2004, Cor, 96′)
De: Chazz Palminteri
Com: Susan Sarandon, Penélope Cruz, Paul Walker

Rose (Susan Sarandon) é uma executiva bem sucedida, divorciada e que vive apenas para cuidar de sua mãe que sofre do Mal de Alzheimer.

Nina (Penélope Cruz) é uma cubana que mora nos EUA desde pequena, apaixonada pelo ciumento policial Mike (Paul Walker), que quer entender o que aconteceu com Artie (Alan Arkin), dono de uma cafeteria frequentada por ele e que, toda vez que o vê, diz que ele é sua alma gêmea.

Com esses e outros personagens, Anjo de Vidro retrata os vários sentimentos e atitudes de diversos moradores dos Estados Unidos na época do Natal. Com um elenco de estrelas, o longa irá emocionar e divertir toda a família.

Sugestão de
Natalia Cavalcante
Colaboradora da 2001 Washington Luís
Avenida Washington Luís, 1708, Jd. Marajoara – São Paulo – SP

Gêmeas
(Idem, BRA, 2000, Cor, 75′)
De: Andrucha Waddington
Com: Fernanda Torres, Fernanda Montenegro, Francisco Cuoco, Evandro Mesquita

Em 1999 foi lançado Traição (inédito em DVD), longa-metragem em episódios onde grande elenco (com amigos e parentes na vida real) interpretava textos da obra de Nelson Rodrigues. Gêmeas, de Andrucha Waddington, seria um episódio de Traição, mas devido a sua duração (75 minutos) acabou sendo lançado independente. Conheça a história de Iara e Marilena, gêmeas idênticas que têm como hobby brincar com os homens, até que Marilena se apaixona por Osmar e sua irmã, costureira, se oferece para fazer o vestido de noiva. Entre no clima rodriguiano deste conto burguês perturbador e confira o incrível desfecho.

Sugestão de
Marcelo Rodrigo
Colaborador da 2001 Washington Luís
Avenida Washington Luís, 1708, Jd. Marajoara – São Paulo – SP

O Reverso da Fortuna
(Reversal of Fortune, EUA, 1990, Cor, 111′)
De: Barbet Schroeder
Com: Glenn Close, Jeremy Irons, Ron Silver, Annabella Sciorra

Claus von Bulow (Jeremy Irons, vencedor do Oscar pelo papel) será julgado pela tentativa de assassinato de sua esposa, e muitas provas apontam ele como culpado. Bulow parece ter os motivos, mas acompanhamos com entusiasmo a dedicação e o suspense de cada nova descoberta feita por seus advogados.

Sugestão de
Graciela Paciência
Colaboradora da 2001 Sumaré
Av. Sumaré, 1744, Perdizes – São Paulo – SP

Sugestões da equipe 2001 Vídeo