Homeland

A 1ª TEMPORADA DE “ANOS INCRÍVEIS”, COM 2 DVDs + CD, E MAIS SÉRIES DE TV

222

UMA DAS SÉRIES DE TV MAIS QUERIDAS DE TODOS OS TEMPOS, “ANOS INCRÍVEIS” TEM A SUA PRIMEIRA TEMPORADA FINALMENTE LANÇADA NO BRASIL, COM 2 DVDs MAIS CD COM A TRILHA SONORA.

O lançamento traz, além do áudio original em inglês, dublagem em português.

Exibida na TV Cultura no início dos anos 1990, a série criada por Carol Black e Neal Marlens durou seis temporadas na rede americana ABC, de 1988 a 1993.

Na trama nostálgica, Kevin Arnold (Daniel Stern, também narrador) relembra seu tempo de adolescência – na pele do adorável Fred Savage –, no final da década de 1960. Da adolescência à vida adulta, ao lado do melhor amigo Paul (Josh Saviano) e a namorada de tempos em tempos, Winnie (Danica McKellar), ele passa por experiências que o marcarão para sempre.

33

O trio de atores mirins no final dos anos 1980 e nos anos 2000

Todos os seis episódios – incluindo o piloto – da primeira temporada estão reunidos em dois DVDs e a trilha sonora, com a marcante versão de Joe Cocker para “With a Little Help From My Friends” (dos Beatles), pode ser conferida no CD incluído no box. Track list:

1. With A Little Help From My Friends – Joe Cocker
2. Na Na Hey Hey Kiss Him Goodbye – Steam
3. Wake Up Little Susie – The Everly Brothers
4. I Wonder What She’s Doing Tonite – Boyce & Hart
5. How Sweet It Is (To Be Loved By You) – Marvin Gaye
6. A Groovy Kind Of Love – Mind Benders
7. Love Is Blue – Paul Mauriat
8. United We Stand – Brotherhood Of Man
9. Johnny B. Goode – Chuck Berry
10. Catch The Wind – Donovan
11. Hoochie Coochie Man – Muddy Waters
12. Tequila – The Champs
13. We Can Fly – The Cowsills
14. Wipeout – The Surfaris
15. Sealed With A Kiss – Bryan Hyland
16. Walk Away Renee – Four Tops
17. The Morning After – Maureen McGovern
18. Little Green Apples – Roger Miller
19. The Tracks Of My Tears – Smokey Robinson And The Miracles
20. Tuesday Afternoon (Forever Afternoon) – The Moody Blues
21. Takin’ Care Of Business – Bachman-Turner Overdrive
22. Ain’t No Mountain High Enough – Diana Ross & The Supremes
23. Sky Pilot – Eric Burdon & The Animals
24. Smoke Gets In Your Eyes – The Platters
25. My Girl – The Temptations

CONFIRA A SEGUIR MAIS LANÇAMENTOS DE SÉRIES NA 2001:

LIFE – A VIDA NA TERRA

34

Produção da BBC em dez episódios, apresentados pelo narrador e roteirista britânico David Attenborough (de “Planeta Terra”), “Life” cobre os padrões de comportamento e os meios de sobrevivência dos animais. A série consumiu três anos, com filmagens em todos os continentes do planeta, e levou o Emmy de melhor fotografia para programa de não-ficção.

HOMELAND – 5ª TEMPORADA

35

Disposta a começar uma nova vida, Carrie Mathison (Claire Danes, indicada ao Emmy 2016) trabalha em uma empresa de segurança privada em Berlim, longe da CIA e do mentor Saul (Mandy Patinkin). Contudo, ela logo é envolvida numa teia de intrigas envolvendo hackers, agências internacionais e até uma célula terrorista. Rupert Friend, Miranda Otto, Sebastian Koch, Nina Hoss e F. Murray Abraham completam o elenco.

EXTRAS: A Evolução de Carrie * Liberdades civis

BATES MOTEL – 4ª TEMPORADA

36

Norma Bates (Vera Farmiga) fica cada vez mais próxima do xerife Romero (Nestor Carbonell) e reluta em internar o problemático Norman (Freddie Highmore) em uma instituição psiquiátrica. Seu outro filho, Dylan (Max Thieriot), decide morar com a doce Emma (Olivia Cooke) em outra cidade e Norman sofre novos “apagões”, sem lembrar de seu atos.

EXTRAS: Cenas excluídas

THE ORIGINALS – 3ª TEMPORADA

37

O híbrido de vampiro e lobisomem Original, Klaus Mikaelson, e seu irmão Elijah, passaram mil anos lutando para proteger sua família disfuncional. Eles precisam se acostumar com a volta de Freya, sua irmã desaparecida há muito tempo, enquanto Klaus e a híbrida Hayley compartilham uma filha, Freya.

EXTRAS: Painel “Os Originais” Na Comic-Con 2015 * Charles Michael Davis em Nova Orleans * Venha visitar a Georgia * Cenas deletadas * Erros de gravação

GRIMM – 5ª TEMPORADA

38

Nick Burkhardt é um detetive de homicídios que recebe novas responsabilidades após descobrir que é descendente de Grimm, uma sociedade secreta. Seu principal objetivo é encontrar um ponto de equilíbrio entre a vida real e a mitologia, mas sua nova rotina traz desafios e perigos, sobretudo à sua noiva, Juliette, e a seu colega de trabalho, Hank.

EXTRAS: Cenas excluídas * Erros de gravação * A Grimm New World * Unlocking The Mystery: Inside The 100th Episode

THE VAMPIRE DIARIES – 7ª TEMPORADA

39

Depois que Elena Gilbert sucumbe à maldição do sono, aqueles que permaneceram devem seguir em frente. Damon tenta viver sua vida “apenas como Damon”, Stefan confronta seu primeiro amor enquanto se aproxima cada vez mais de Caroline, e Bonnie explora seus novos poderes.

EXTRAS: Dirigindo vampiros * Painel na Comic-Con 2015 * Venha Visitar a Georgia * Segunda mordida: erros de gravação * Cenas deletadas

BIG BANG – A TEORIA – 9ª TEMPORADA

40

O impetuoso casamento de Leonard e Penny, em Las Vegas, passa por uma rápida tempestade quando o noivo escolhe a hora errada para fazer uma confissão. O sempre racional demais Sheldon e a eterna romântica Amy invalidam o “acordo de relacionamento” que tinham, e Howard e Bernadette dão mais um passo no experimento ao qual chamam de casamento. Em DVD e Blu-ray.

EXTRAS: Painel na Comic-Con 2015 * Pergunte ao BBT * O Amor é ciência de foguetes * Erros de gravação

SAIU A LISTA DOS INDICADOS AO PRÊMIO EMMY, O OSCAR DA TV AMERICANA

emmys-2016-v2

Foram divulgados os indicados ao Emmy Awards, premiação mais importante da televisão americana, que chega à sua 68ª edição neste ano. A cerimônia acontecerá no dia 18 de setembro no Microsoft Theater (antigo Nokia Theatre) em Los Angeles, com apresentação do comediante Jimmy Kimmel. A série “Game of Thrones” lidera a premiação, concorrendo em 23 categorias, incluindo melhor série dramática.

Além de Peter Dinklage, que já ganhou duas vezes, Kit Harington, intérprete de Jon Snow, e Maisie Williams, a Arya Stark, concorrem pela primeira vez, como coadjuvantes. Emilia Clarke e Lena Headey têm mais uma chance de finalmente ganhar a estatueta de melhor atriz coadjuvante. E uma lenda do cinema, o sueco Max von Sydow – parceiro de Ingmar Bergman em inúmeros filmes -, foi lembrado com uma indicação como ator convidado, pelo papel do “Corvo de Três Olhos”.

Finalmente o Emmy lembrou de Jon Snow, o grande herói de "Game of Thrones". Confira na 2001 as outras temporadas da série mais assistida no mundo

Finalmente o Emmy lembrou de Jon Snow, o grande herói de “Game of Thrones”, em imagem do aclamado episódio “A Batalha dos Bastardos”, da 6ª temporada. Confira na 2001 as outras temporadas da série mais assistida no mundo

Clarke, Headey e Williams vão enfrentar a lendária atriz britânica Maggie Smith, mais uma vez indicada por “Downton Abbey“, que chega à 6ª e última temporada – já disponível na 2001 – nomeada em cinco categorias. Outra produção inglesa, o episódio especial da série “Sherlock”, “A Noiva Abominável“, concorre a melhor filme para TV e ator em telefilme (Benedict Cumberbatch).

Confira abaixo as principais produções indicadas. A lista completa, com as categorias técnicas, encontra-se no site oficial do Emmy.

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA
“The Americans”
“Better Call Saul”
“Downton Abbey”
Game Of Thrones
Homeland
House of Cards
“Mr Robot”

Maggie Smith (de "A Senhora da Van") concorre pela quinta vez ao Emmy de melhor atriz coadjuvante pelo papel da Lady Violet de "Downton Abbey"

Maggie Smith (de “A Senhora da Van“) concorre pela quinta vez ao Emmy de melhor atriz coadjuvante pelo papel de Lady Violet em “Downton Abbey”, série que chegou ao fim na 6ª temporada (disponível na 2001)

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
“Black-ish”
“Master of None”
Modern Family
“Silicon Valley”
“Transparent”
“Unbreakable”
Veep

MELHOR TELEFILME
“A Very Murray Christmas”
“All the Way”
“Confirmation”
“Luther”
“A Noiva Abominável”

MELHOR MINISSÉRIE
“American Crime”
“Fargo”
“The Night Manager”
“The People vs. O.J. Simpson: American Crime Story”
“Roots”

Não perca na 2001 "Sherlock - A Noiva Abominável", especial produzido pela BBC com os ótimos  Benedict Cumberbatch e Martin Freeman, nos papéis de Sherlock e Watson

Não perca na 2001 “Sherlock – A Noiva Abominável”, especial produzido pela BBC com os ótimos Benedict Cumberbatch e Martin Freeman nos papéis de Sherlock e Watson

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA
Kyle Chandler (“Bloodline”)
Rami Malek (“Mr. Robot”)
Bob Odenkirk (“Better Call Saul”)
Matthew Rhys (“The Americans”)
Liev Schreiber (“Ray Donovan”)
Kevin Spacey (“House of Cards”)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
Anthony Anderson (“black-ish”)
Aziz Ansari (“Master of none”)
Will Forte (“The Last Man on Earth”)
William H. Macy (“Shameless”)
Thomas Middleditch, (“Silicon Valley”)
Jeffrey Tambor, (“Transparent”)

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Byan Cranston (“All the Way”)
Benedict Cumberbatch (“A Noiva Abominável“)
Idris Elba (“Luther”)
Cuba Gooding Jr (“The People v OJ Simpson”)
Tom Hiddleston (“The Night Manager”)
Courtney B Vance (“The People v OJ Simpson”)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA
Claire Danes (“Homeland”)
Viola Davis (“How to Get Away with Murder”)
Taraji P. Henson (“Empire”)
Tatiana Maslany (“Orphan Black”)
Keri Russell (“The Americans”)
Robin Wright (“House of Cards”)

Vencedora do Emmy de melhor atriz no ano passado, Viola Davis volta a concorrer por "How To Get Away With Murder"

Vencedora do Emmy de melhor atriz no ano passado, Viola Davis volta a concorrer por “How To Get Away With Murder”

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Ellie Kemper (“Unbreakable Kimmy Schmidt”)
Julia Louis-Dreyfus (“Veep”)
Laurie Metcalf (“Getting On”)
Tracee Ellis Ross (“black-ish”)
Amy Schumer (“Inside Amy Schumer”)
Lily Tomlin (“Grace and Frankie”)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Kirsten Dunst (“Fargo”)
Felicity Huffman (“American Crime”)
Audra McDonald (Lady Day at Emersons Bar and Grill)
Sarah Paulson (The People v. O.J. Simpson)
Lili Taylor (“American Crime”)
Kerry Washington (“Confirmation”)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Louie Anderson (“Baskets”)
Andre Braugher (“Brooklyn Nine-Nine”)
Keegan-Michael Key (“Key & Peele”)
Ty Burrell (“Modern Family“)
Tituss Burgess (“Unbreakable Kimmy Schmidt”)
Tony Hale (“Veep“)
Matt Walsh (“Veep“)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Jonathan Banks (“Better Call Saul”)
Ben Mendelsohn (“Bloodline”)
Peter Dinklage (“Game of Thrones“)
Kit Harington (“Game of Thrones“)
Michael Kelly (“House of Cards“)
Jon Voight (“Ray Donovan“)

Imortalizado no papel do Dr. House, o inglês Hugh Laurie volta ao Emmy com seu papel de vilão em "The Night Manager", em que atua ao lado de Tom Hiddleston, também indicado

Imortalizado no papel do Dr. House, o inglês Hugh Laurie volta ao Emmy com seu papel de vilão em “The Night Manager”, em que atua ao lado de Tom Hiddleston, também indicado

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Jesse Plemons (“Fargo”)
Bokeem Woodbine (“Fargo”)
Hugh Laurie (“The Night Manager”)
Sterling K. Brown (“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”)
David Schwimmer (“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”)
John Travolta (“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Maura Tierney (“The Affair”)
Maggie Smith (“Downton Abbey”)
Lena Headey (“Game of Thrones“)
Emilia Clarke (“Game of Thrones”)
Maisie Williams (“Game of Thrones“)
Constance Zimmer (“UnReal”)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Niecy Nash (“Getting On”)
Allison Janney (“Mom“)
Kate McKinnon (“Saturday Night Live”)
Judith Light (“Transparent”)
Gaby Hoffmann (“Transparent”)
Anna Chlumsky (“Veep“)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Melissa Leo (“All The Way”)
Regina King (“American Crime”)
Sarah Paulson (“American Horror Story: Hotel“)
Kathy Bates (“American Horror Story: Hotel“)
Jean Smart (“Fargo”)
Olivia Colman (“The Night Manager”)

Aos 87 anos, o lendário ator sueco Max von Sydow concorre ao Emmy por sua participação como o "Corvo de Três Olhos" de Game of Thrones"

Aos 87 anos, o lendário ator sueco Max von Sydow concorre ao Emmy por sua participação como o “Corvo de Três Olhos” de Game of Thrones”

MELHOR ATOR CONVIDADO EM SÉRIE DRAMÁTICA
Max von Sydow (“Game of Thrones“)
Michael J. Fox (“The Good Wife”)
Reg E. Cathey (“House of Cards“)
Mahershala Ali (“House of Cards“)
Paul Sparks (“House of Cards“)
Hank Azaria (“Ray Donovan“)

MELHOR ATRIZ CONVIDADA EM SÉRIE DRAMÁTICA
Margo Martindale (“The Americans”)
Carrie Preston (“The Good Wife“)
Laurie Metcalf (“Horace and Pete”)
Ellen Burstyn (“House of Cards“)
Molly Parker (“House of Cards“)
Allison Janney (“Masters of Sex”)

MELHOR ATOR CONVIDADO EM SÉRIE DE COMÉDIA
Bob Newhart (“The Big Bang Theory”)
Tracy Morgan (“Saturday Night Live”)
Larry David (“Saturday Night Live”)
Bradley Whitford (“Transparent”)
Martin Mull (“Veep“)
Peter MacNicol (“Veep“)

MELHOR ATRIZ CONVIDADA EM SÉRIE DE COMÉDIA
Laurie Metcalf (“The Big Bang Theory”)
Christine Baranski (“The Big Bang Theory”)
Tina Fey (“Saturday Night Live”)
Melissa McCarthy (“Saturday Night Live”)
Amy Schumer (“Saturday Night Live”)
Melora Hardin (“Transparent”)

PERDEU UM EPISÓDIO DA SÉRIE? ALUGUE A TEMPORADA COMPLETA NA 2001

19681

UMA DAS MAIORES AUDIÊNCIAS DA TV NORTE-AMERICANA, “HOW TO GET AWAY WITH MURDER” RECEBEU O PRÊMIO EMMY DE MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA PARA VIOLA DAVIS (DE “DÚVIDA” E “HISTÓRIAS CRUZADAS”), QUE SE TORNOU A PRIMEIRA MULHER NEGRA A VENCER NA CATEGORIA.

Criada por Pete Nowalk e produzida por Shonda Rhimes (de “Grey’s Anatomy” e “Scandal”), a série acompanha um grupo de ambiciosos estudantes de Direito e sua implacável professora de defesa criminal, Annalise Keating (Viola Davis).

Todo ano, Annalise escolhe alguns dos melhores estudantes de Direito para ajudá-la em seus processos mais importantes – e moralmente ambíguos. Mas um misterioso homicídio começa a afetar o distanciamento profissional da advogada, assim como o de seus alunos. Seja também testemunha das emoções e inúmeras reviravoltas – dentro e fora do tribunal – da nova sensação da TV mundial, e veja cenas inéditas disponíveis somente em DVD.

EXTRAS:
* Primeiro ano de Direito
* Bye Felicia
* Videoclipe com Asher Millstone
* Cenas inéditas
* Erros de gravação

Viola Davis com o prêmio Emmy - considerado o Oscar da TV - recebido em setembro, por "How to Get Away with Murder", que acaba de sair em DVD no Brasil

Viola Davis com o prêmio Emmy – considerado o Oscar da TV – recebido em setembro, por sua atuação em “How to Get Away with Murder”, que acaba de sair em DVD no Brasil

PERDEU UM EPISÓDIO NA TV? POIS AS MELHORES SÉRIES — INCLUINDO VÁRIAS NOVIDADES — ESTÃO AQUI, PARA ASSISTIR QUANDO E ONDE QUISER.

ALUGUE SUA SÉRIE FAVORITA NA 2001 E GANHE OITO DIAS PARA ASSISTIR A TEMPORADA COMPLETA!

Confira a seguir mais lançamentos de séries de TV, para locação e venda na 2001:

SCANDAL – 4ª TEMPORADA

22222

Em meio a uma avalanche de sedução, traição e assassinato, a gerenciadora de crises Olivia Pope (Kerry Washington, indicada ao Emmy e ao Globo de Ouro de melhor atriz) é pressionada ao limite. Após os eventos relacionados à reeleição do presidente Grant, ela está de volta à Washington, tentando se reconectar a seus insatisfeitos “gladiadores”. Reviva cada momento de tensão explorando os corredores obscuros da corrupção política – e não deixe de ver cenas inéditas, exclusivas em DVD.

HOMELAND – 4ª TEMPORADA

22222222222

Carrie (Claire Danes) abandona tudo e parte para o Paquistão, um dos epicentros do terrorismo mundial, onde assume como chefe da base de operações da CIA na capital Islamabad. Ataques com drones, agentes duplos, inúmeras reviravoltas e a volta de Saul (Mandy Patinkin) como peça-chave no jogo de inteligência fazem parte da quarta temporada. Cinco indicações ao Emmy 2015: melhor série dramática, direção, atriz (Danes), ator coadjuvante (F. Murray Abraham, de “Amadeus”) e mixagem de som.

REVENGE – 4ª TEMPORADA

33333

Este não será um verão tranquilo para Emily Thorne (Emily VanCamp). O feriado do Memorial Day se aproxima, e seu mundo é balançado por uma revelação surpreendente. Segredos obscuros farão Emily se questionar sobre as escolhas que fez, e Victoria Grayson (Madeleine Stowe) começa a percorrer seu próprio caminho de vingança.

EMPIRE – 1ª TEMPORADA

empire_cover_image.png.hash

Sucesso estrondoso nos EUA, a série apresenta Lucious Lyon (Terrence Howard), rapper que saiu das ruas e prosperou na música. Dono da gravadora Empire, ele construiu um império no meio musical e agora Cookie (Taraji P. Henson, indicada ao Emmy de melhor atriz), sua ex-esposa, retorna depois de passar 17 anos na prisão disposta a recuperar tudo que perdeu.

ARROW – 3ª TEMPORADA

arrow-season-3

Com a taxa de crimes em Starling City baixa devido ao trabalho do arqueiro e de seu time, Oliver acredita que finalmente pode balancear suas duas vidas e convida Felicity para um encontro. No entanto, quando um novo vilão emerge, o arqueiro e Roy (já com o novo uniforme) vão atrás do novo Conde.

ONCE UPON A TIME – 4ª TEMPORADA

4444

Regina enfim encontrou o amor verdadeiro em Robin Hood, mas como ela irá reagir quando seu final feliz for novamente frustrado por uma louca reviravolta do destino? E as Rainhas da Escuridão (Malévola, Úrsula e Cruella) unem

VENCEDORES DO GLOBO DE OURO 2013

00

NA NOITE DE ONTEM, EM BEVERLY HILLS (LOS ANGELES, EUA), ACONTECEU A 70ª EDIÇÃO DO GLOBO DE OURO, PREMIAÇÃO DA IMPRENSA ESTRANGEIRA EM HOLLYWOOD.

As comediantes Tina Fey e Amy Poehler apresentaram a cerimônia que, diferentemente de outras premiações, divide as principais categorias de cinema entre drama e comédia ou musical.

O filme Os Miseráveis foi o grande vencedor da noite, com três prêmios – melhor comédia ou musical, ator (Hugh Jackman) e atriz coadjuvante (Anne Hathaway). Indicado em sete categorias, o até então favorito Lincoln ficou apenas com a estatueta de melhor ator (Daniel Day-Lewis), sendo superado por Argo e Django Livre, que surpreenderam. O primeiro conquistou os prêmios de melhor filme dramático e diretor (Ben Affleck) e o segundo, ator coadjuvante (Christoph Waltz) e roteiro (para Quentin Tarantino). E Valente confirmou a soberania da Disney Pixar batendo animações de peso como Detona Ralph e Frankenweenie, de Tim Burton.

Em sentido horário, os principais vencedores do Globo de Ouro nas categorias de cinema: Lincoln, Django Livre, Os Miseráveis e Argo

Em sentido horário, alguns dos vencedores do Globo de Ouro nas categorias de cinema: Lincoln, Django Livre, Os Miseráveis e Argo

Entre as produções de TV, não houve surpresas. A aclamada Homeland repetiu o Globo de Ouro de melhor série dramática e atriz (Claire Danes) do ano passado, incluindo agora Damian Lewis, premiado como melhor ator. O telefilme Virada do Jogo, sobre os bastidores da campanha do partido republicano à presidência dos EUA em 2008, conquistou as estatuetas de melhor telefilme, atriz (Julianne Moore, excepcional) e ator coadjuvante (Ed Harris). E a lendária atriz britânica Maggie Smith (de O Exótico Hotel Marigold) foi lembrada com o prêmio de coadjuvante por seu papel na série de época Downton Abbey.

E não podia faltar a grande homenageada da noite: Jodie Foster. Aos 50 anos, a atriz recebeu o prêmio Cecil B.deMille pelo conjunto da carreira, que abrange mais de 4 décadas, 75 produções para cinema e TV, e dois prêmios Oscar antes de completar 30 anos, por Acusados e O Silêncio dos Inocentes.

Jodie Foster com o prêmio Cecil B.deMille: quase cinco décadas de uma carreira brilhante que começou ainda na infância

Jodie Foster com o prêmio Cecil B.deMille: quase cinco décadas de uma carreira brilhante que começou ainda na infância

CINEMA:

MELHOR FILME (DRAMA)
Argo (VENCEDOR)
Django Livre
As Aventuras de Pi (2012)
Lincoln
A Hora Mais Escura

MELHOR FILME (COMÉDIA OU MUSICAL)
Os Miseráveis (VENCEDOR)
O Exótico Hotel Marigold [Já disponível para locação e venda na 2001]
Moonrise Kingdom [Previsão de lançamento para locação em fevereiro na 2001]
Amor Impossível (Já disponível para locação na 2001)
O Lado Bom da Vida

MELHOR DIRETOR
Ben Affleck (Argo) VENCEDOR
Kathryn Bigelow (A Hora Mais Escura)
Ang Lee for (As Aventuras de Pi)
Steven Spielberg (Lincoln)
Quentin Tarantino (Django Livre)

Esquecido nas indicações ao Oscar, Ben Affleck foi uma das grandes surpresas da noite, conquistando o prêmio de melhor diretor, cujo favorito era Steven Spielberg

Esquecido nas indicações ao Oscar, Ben Affleck foi uma das grandes surpresas da noite, conquistando o prêmio de melhor diretor, cujo favorito era Steven Spielberg

MELHOR ATOR (DRAMA)
Daniel Day-Lewis (Lincoln) VENCEDOR
Richard Gere (A Negociação)
John Hawkes (As Sessões)
Joaquin Phoenix (O Mestre)
Denzel Washington (O Voo)

O verdadeiro Abraham Lincoln e Daniel Day-Lewis na cinebiografia dirigida por Steven Spielberg. Considerado um dos maiores atores do mundo, Lewis é favorito disparado para ganhar seu TERCEIRO Oscar após conquistar o Globo de Ouro

MELHOR ATRIZ (DRAMA)
Jessica Chastain (A Hora Mais Escura) VENCEDORA
Marion Cotillard (Ferrugem e Osso)
Helen Mirren (Hitchcock)
Naomi Watts (O Impossível)
Rachel Weisz (The Deep Blue Sea)

Em franca ascensão desde suas participações em Árvore da Vida, O Abrigo e Histórias Cruzadas, a ruiva Jessica Chastain foi reconhecida com o cobiçado Globo de Ouro de melhor atriz dramática por A Hora Mais Escura, filme sobre a caçada a Osama Bin Laden

MELHOR ATOR (COMÉDIA OU MUSICAL)
Hugh Jackman (Os Miseráveis) VENCEDOR
Jack Black for (Bernie)
Bradley Cooper (O Lado Bom da Vida)
Ewan McGregor (Amor Impossível, já disponível para locação na 2001)
Bill Murray (Um Fim de Semana em Hyde Park)

MELHOR ATRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida) VENCEDORA
Emily Blunt (Amor Impossível, já disponível para locação na 2001)
Judi Dench (O Exótico Hotel Marigold, já disponível para locação e venda na 2001)
Maggie Smith (Quartet)
Meryl Streep (Um Divã para Dois, já disponível para locação na 2001)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Christoph Waltz (Django Livre) VENCEDOR
Alan Arkin (Argo)
Leonardo DiCaprio (Django Livre)
Philip Seymour Hoffman (O Mestre)
Tommy Lee Jones (Lincoln)

Outra boa surpresa do Globo de Ouro foi a vitória do austríaco Christoph Waltz, que levou novamente o prêmio de melhor ator coadjuvante atuando em um filme de Quentin Tarantino. Em 2010, ele recebeu o mesmo prêmio e o Oscar por Vastardos Inglórios

Outra boa surpresa do Globo de Ouro foi a vitória do austríaco Christoph Waltz, que levou novamente o prêmio de melhor ator coadjuvante por um filme de Quentin Tarantino. Em 2010, ele recebeu o Globo de Ouro e o Oscar por Bastardos Inglórios

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Anne Hathaway (Os Miseráveis) VENCEDORA
Amy Adams (O Mestre)
Sally Field (Lincoln)
Helen Hunt (As Sessões)
Nicole Kidman (The Paperboy)

MELHOR ROTEIRO
Quentin Tarantino (Django Livre) VENCEDOR
Chris Terrio (Argo)
Tony Kushner (Lincoln)
David O. Russell (O Lado Bom da Vida)
Mark Boal (A Hora Mais Escura)

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Amor (Áustria) VENCEDOR
Kon-Tiki (Noruega)
Intocáveis (França) Já disponível para locação nas lojas da 2001
O Amante da Rainha (Dinamarca)
Ferrugem e Osso (França)

E outro austríaco levou a melhor na noite de ontem: Michael Haneke, vencedor do prêmio de melhor  filme estrangeiro por Amor, para decepção dos fãs de Intocáveis

E outro austríaco levou a melhor na noite de ontem: Michael Haneke, vencedor do prêmio de melhor filme estrangeiro por Amor, para decepção dos fãs de Intocáveis

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Valente (Já disponível para locação e venda na 2001) VENCEDOR
Frankenweenie
Hotel Transilvânia
A Origem dos Guardiões
Detona Ralph

A excelência da Disney Pixar foi mais uma vez reconhecida com o prêmio de melhor animação para Valente

A excelência da Disney Pixar foi mais uma vez reconhecida com o prêmio de melhor animação para Valente

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Mychael Danna (As Aventuras de Pi) VENCEDOR
Dario Marianelli (Anna Karenina)
Alexandre Desplat (Argo)
Reinhold Heil, Johnny Klimek e Tom Tykwer (A Viagem)
John Williams (Lincoln)

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Skyfall” (007 – Operação Skyfall) VENCEDORA
“For You” (Ato de Valor)
“Safe and Sound” (Jogos Vorazes)
“Suddenly” (Os Miseráveis)
“Not Running Anymore” (Stand Up Guys)

 

TV:

Os grandes vencedores nas categorias de TV: o telefilme Virada do Jogo, com Ed Harris e Julianne Moore, e a série Homeland, com Claire Danes e Damian Lewis: atores premiados e que souberam migrar, com sucesso, do cinema para a TV

Os campões da noite: o telefilme Virada do Jogo, com Ed Harris e Julianne Moore, e a série Homeland, com Claire Danes e Damian Lewis: atores premiados e que souberam migrar, com sucesso, do cinema para a TV

MELHOR SÉRIE (DRAMA)
Homeland (VENCEDORA)
Boardwalk Empire
Breaking Bad
Downton Abbey
The Newsroom

MELHOR ATRIZ (DRAMA)
Claire Danes (HomelandVENCEDORA
Connie Britton (Nashville)
Glenn Close for (Damages)
Michelle Dockery (Downton Abbey)
Julianna Margulies (The Good Wife)

MELHOR ATOR (DRAMA)
Damian Lewis (HomelandVENCEDOR

Steve Buscemi (Boardwalk Empire)
Bryan Cranston (Breaking Bad)
Jeff Daniels (The Newsroom)
Jon Hamm (Mad Men)

Chegou a vez também do inglês Damian Lewis vencer por Homeland

Chegou também a vez do inglês Damian Lewis vencer por Homeland

MELHOR SÉRIE (COMÉDIA OU MUSICAL)
Girls (VENCEDORA)
The Big Bang Theory
Episodes
Modern Family
Smash

MELHOR ATRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
Lena Dunham (Girls) VENCEDORA
Zooey Deschanel (New Girl)
Tina Fey (30 Rock)
Julia Louis-Dreyfus (Veep)
Amy Poehler (Parks and Recreation)

MELHOR ATOR (COMÉDIA OU MUSICAL)
Don Cheadle (House of Lies) VENCEDOR
Alec Baldwin (30 Rock)
Louis C.K. (Louie)
Matt LeBlanc (Episodes)
Jim Parsons (The Big Bang Theory)

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME
Virada no Jogo (VENCEDOR)
The Girl
Hatfields & McCoys
The Hour
Political Animals

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE (SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME)
Maggie Smith (Downton Abbey) VENCEDORA
Hayden Panettiere (Nashville)
Archie Panjabi (The Good Wife)
Sarah Paulson (Virada no Jogo) (TV)
Sofía Vergara (Modern Family)

Veterana atriz do cinema, teatro e TV britânicos, a grande Maggie Smith foi premiada por seu papel coadjuvante na série Downton Abbey. As duas primeiras temporadas já fazem parte do acervo da 2001

MELHOR ATOR COADJUVANTE (SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME)
Ed Harris (Virada no Jogo) VENCEDOR
Max Greenfield (New Girl)
Danny Huston (Magic City)
Mandy Patinkin (Homeland)
Eric Stonestreet (Modern Family)

MELHOR ATRIZ (MINISSÉRIE OU TELEFILME)
Julianne Moore (Virada no Jogo) VENCEDORA
Nicole Kidman (Hemingway & Gellhorn)
Jessica Lange (American Horror Story)
Sienna Miller (The Girl)
Sigourney Weaver (Political Animals)

No telefilme Virada do Jogo (ainda inédito em DVD no Brasil), Julianne Moore interpreta a ex-candidata republicana à presidência dos EUA Sarah Palin, papel que lhe rendeu o Emmy e agora o Globo de Ouro de melhor atriz

MELHOR ATOR (MINISSÉRIE OU TELEFILME)
Kevin Costner (Hatfields & McCoys) VENCEDOR
Benedict Cumberbatch (Sherlock)
Woody Harrelson (Virada no Jogo)
Toby Jones (The Girl)
Clive Owen (Hemingway & Gellhorn)

HOMELAND: A SÉRIE DE TV DO ANO

PREMIADA COM O EMMY E COM O GLOBO DE OURO DE MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA, A PRIMEIRA TEMPORADA DE HOMELAND SOUBE CAPTAR O CLIMA DE INSEGURANÇA INTERNACIONAL, AO ABORDAR A POLÍTICA AMERICANA, TERRORISMO E CONFLITOS NO ORIENTE MÉDIO.

Série dramática mais premiada de 2012, Homeland já tem a sua 1ª temporada disponível para locação e venda nas lojas da 2001 e traz, em DVD,  cenas inéditas na TV

Adaptada da série original israelense Hatufim (lançada internacionalmente sob o título Prisoners of War), Homeland traz Claire Danes em grande atuação no papel de Carrie Mathison, analista da CIA trabalhando em Bagda com o objetivo de descobrir os planos de um iminente ataque da Al-Qaeda em solo americano. Logo no primeiro episódio, um de seus contatos revela, pouco antes de morrer, que um americano foi convertido à rede terrorista fundada por Osama bin Laden. A principal suspeita de Carrie irá cair sobre Nicholas Brody (Damian Lewis, de Band of Brothers), sargento da Marinha americana resgatado após oito anos em cativeiro. Libertado e trazido de volta aos EUA como herói nacional, Brody terá de enfrentar a difícil readaptação ao lado da família que não via há tanto tempo. E uma inimiga oculta em Carrie, que fará de tudo – inclusive espionar cada passo seu e monitorar sua casa, de maneira quase voyeurística – para provar a suspeita dela. Desacreditada por seus superiores, ela mergulha de forma obsessiva na vida e na psique do ex-prisioneiro de guerra.

Carrie durante sua vigília a Brody: patriotismo, obsessão e invasão de privacidade na paranoica realidade pós-11/9

Adaptada por Howard Gordon e Alex Gansa, criadores de 24 Horas, outro sucesso da TV em ritmo de thriller, Homeland consegue se diferenciar da série estrelada por Kiefer Sutherland em vários aspectos. Em primeiro lugar, adotando ritmo mais sóbrio, dando tempo ao desenvolvimento dos personagens, suas motivações e, principalmente, idiossincrasias. Nada é tão simples: Carrie é emocionalmente instável e Brody não é o típico vilão. Tudo é muito ambíguo, sabe-se que Brody esconde algo, mas a dúvida sobre seu real objetivo paira em boa parte da primeira temporada.

A bela brasileira (radicada nos EUA) Morena Baccarin: tensão (inclusive, sexual) com a volta do marido

Outro ponto importante é a construção dos membros da família Brody na narrativa, em que a atriz brasileira Morena Baccarin (a extraterrestre de V)  ganha destaque, no papel da esposa. Como restabelecer a intimidade depois de 8 anos e ainda com um homem traumatizado pelas torturas que sofreu durante o cativeiro? A intriga política também toma forma, com a disputa pelo poder no alto escalão da segurança nacional e o uso político da figura do herói de guerra vivido por Lewis. No jogo de gato e rato entre Carrie e Brody, não há vilões ou mocinhos definidos, só incertezas.

O veterano Mandy Patinkin (Saul Berenson, chefe de Carrie), Claire Danes (Carrie Mathison) e Damian Lewis (Nicholas Brody) em Homeland

A ambiguidade é a palavra de ordem. Brody claramente sofreu um processo de mudança durante o período em que esteve preso, e o distúrbio mental de Carrie também põe em dúvida alguns de seus julgamentos. Seria Brody um agente duplo a serviço do “inimigo”? Será que ele foi mesmo convertido pela facção da Al-Qaeda ou é apenas uma vítima das circunstâncias?

Por esses e outros motivos, a série conquistou não apenas o público e a crítica, mas também o presidente reeleito dos EUA, Barack Obama.

 

CURIOSIDADES:

* Embora a condição psiquiátrica da agente Carrie não seja especificada na 1ª temporada, Claire Danes decidiu sozinha que sua personagem sofre de distúrbio bipolar (TBP) tipo I. A atriz estudou dois anos de psicologia na Universidade de Yale, mas não completou o curso. Para sua preparação para o papel, se encontrou com oficiais da CIA e estudou videos de indivíduos bipolares.

* Claire tornou-se uma estrela nos anos 1990 ao contracenar com Leonardo DiCaprio em Romeu + Julieta (1996), mas foi se consolidar mesmo anos depois, trabalhando para a TV. Depois de conquistar o Emmy e o Globo de Ouro de melhor atriz por seu brilhante desempenho no telefilme Temple Grandin (2010, ainda inédito em DVD no Brasil), repetiu o feito com Homeland neste ano.

* Pouco conhecido no Brasil, o inglês Damian Lewis foi contratado sem testes, pois os produtores Howard Gordon e Alex Gansa ficaram impressionados com sua atuação em Esquizofrenia – Entre o Real e o Imaginário (Keane, 2004). Ele ganhou o Emmy de melhor ator em série dramática por seu trabalho em Homeland.

* Durante a sequência dos créditos iniciais da série, foram utilizadas fotos reais de Claire mais jovem e uma montagem de áudio com a voz de cinco presidentes americanos: Ronald Reagan, George Bush, Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama – este, aliás, fã confesso da série.

* A segunda temporada já estreou na TV, mas ainda não tem previsão de lançamento em DVD no Brasil.

“HOMELAND” SURPREENDE NO EMMY 2012

AS SÉRIES DE TV HOMELAND E MODERN FAMILY FORAM AS GRANDES VENCEDORAS DA 64ª CERIMÔNIA DOS PRÊMIOS EMMY, REALIZADA NO ÚLTIMO DOMINGO EM LOS ANGELES.

Considerado o Oscar da TV, o prêmio celebra os melhores artistas e programas da televisão americana. Ao contrário do Globo de Ouro, cujos premiados são escolhidos por jornalistas, o Emmy é votado pelos próprios profissionais da TV.

A vitória da série Homeland em quatro categorias – desbancando a favorita Mad Men – e do telefilme Game Change (ainda inédito no Brasil), sobre a campanha presidencial de John McCain e Sarah Palin em 2008, refletem o atual clima político nos EUA, com a disputa eleitoral a pleno vapor e graves incidentes no Oriente Médio, como o recente atentado à embaixada americana na Líbia.

As séries Homeland (drama) e Modern Family (comédia) foram as grandes vencedoras do Emmy 2012, com quatro prêmios cada

Há mais tempo no ar, Modern Family, com sua proposta de radiografia pseudo-documental das novas configurações familiares, ficou com os principais prêmios de série cômica, vencendo pelo terceiro ano a categoria principal.

Homeland estreou no ano passado e conquistou público e crítica com sua intriga política e personagens ambíguos. Ambiguidade ideológica e comportamental. À medida que a série avança, mais o público fica em dúvida sobre as reais intenções de um sargento americano (vivido pelo inglês Damian Lewis) que, desaparecido no Iraque desde 2003, ressurge com vida como um herói nacional. Apenas a analista da CIA interpretada por Claire Danes (Temple Grandin) acredita na possibilidade dele ter sido convertido para “o outro lado” e ser, na verdade, um agente duplo a serviço de terroristas.

Claire Danes e Damian Lewis conquistaram os prêmios de melhor atriz e ator em série dramática por Homeland

Eletrizante e franca na abordagem da sexualidade, Homeland acaba de sair em DVD na 2001 Vídeo e estreia sua segunda temporada em 30/9 nos EUA. Confira a seguir a lista dos principais premiados com o “Oscar da TV”, o Emmy:

Melhor série (drama): Homeland

Claire Danes em Homeland: a série veio para ficar e tirou Mad Men do trono que ocupava há quatro anos ganhando a categoria de melhor drama

Melhor série (comédia): Modern Family

Melhor ator coadjuvante em série (comédia): Eric Stonestreet, por Modern Family

Melhor atriz coadjuvante em série (comédia): Julie Bowen, por Modern Family

Melhor ator coadjuvante em série (drama): Aaron Paul, por Breaking Bad

Melhor atriz coadjuvante em série (drama): Maggie Smith, Downton Abbey

Maggie Smith: Além de roubar a cena do filme O Exótico Hotel Marigold – sucesso nas lojas da 2001 Vídeo -, a grande dama do teatro, TV e cinema britânicos foi reconhecida com o Emmy de melhor atriz coadjuvante por sua participação na série de época Downton Abbey

Melhor atriz de série (comédia): Julia Louis-Dreyfus, por Veep

Melhor ator de série (comédia): Jon Cryer, por Two and a Half Men

Melhor atriz de série (drama): Claire Danes, por Homeland

Melhor ator de série (drama): Damian Lewis, por Homeland

Melhor roteiro de série (comédia): Louie C.K., por Louis

Melhor direção de série (comédia): Steven Levitan, por Modern Family

Melhor direção de série (drama): Tim Van Patten, por Boardwalk Empire

Boardwalk Empire: a violenta superprodução de época da HBO foi lembrada com o prêmio de melhor direção

Melhor reality show ou programa de competição: The Amazing Race

Melhor apresentador de reality show: Tom Bergeron, por Dancing with the Stars

Melhor roteiro de série (drama): Homeland

Melhor programa de variedades, musical ou comédia: The Daily Show with Jon Stewart

Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme para TV: Jessica Lange, por American Horror Story

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme para TV: Tom Berenger, por Hatfields & McCoys

Melhor roteiro de minissérie ou filme para TV: Game Change

Melhor ariz em minissérie ou filme para TV: Julianne Moore, Game Change

A política republicana Sarah Palin e sua intérprete no telefilme Game Change, Julianne Moore. Depois de alguns anos em filmes abaixo do seu talento, a grande atriz de As Horas brilha em um papel cheio de humor

Melhor ator em minissérie ou filme para TV: Kevin Costner, por Hatfields & McCoys

Melhor direção de minissérie ou filme para TV: Jay Roach, por Game Change

Melhor minissérie ou filme para TV: Game Change