horror

NOVAS COLEÇÕES DE “GIALLO” DA VERSÁTIL

MUITOS SUSTOS E SURPRESAS EM DOIS LANÇAMENTOS COM O CELEBRADO (E VIOLENTO) ESTILO DE SUSPENSE ITALIANO: “GIALLO – VOL. 3“, INCLUINDO CULTS DE LUCIO FULCI E MARIO BAVA, E O VOLUME 4, EM EDIÇÃO LIMITADA COM 6 CARDS.

GIALLO – VOL. 3

No formato digistack, com 2 DVDs, o box reúne – em inéditas versões restauradas – 4 clássicos dirigidos por nomes-chave do cinema giallo, além de quase duas horas de vídeos extras.

DISCO 1:

PREMONIÇÃO (Sette Note in Nero/The Psychic, 1977, 96 min.)
De Lucio Fulci. Com Jennifer O’Neill, Gabriele Ferzetti, Marc Porel.

Mulher acometida por estranhas visões encontra um esqueleto atrás da parede de sua sala. Perturbada, ela decide investigar o que aconteceu. Com ótima trilha de Fabio Frizzi – homenageada por Quentin Tarantino em “Kill Bill” -, Fulci realiza um giallo muito bem construído e envolvente.

CINCO BONECAS PARA A LUA DE AGOSTO (5 Bambole per la Luna d’Agosto, 1970, 81 min.)
De Mario Bava. Com Edwige Fenech, Ely Galleani, Maurice Poli, William Berger.

Um grupo de amigos é vítima de assassinatos misteriosos numa ilha paradisíaca. Inspirado livremente em “O Caso dos Dez Negrinhos”, de Agatha Christie, esse giallo é uma das obras visualmente mais originais do mestre Mario Bava.

DISCO 2:

NO QUARTO ESCURO DE SATÃ (Il tuo vizio è una stanza chiusa e solo io ne ho la chiave, 1972, 97 min.)
De Sergio Martino. Com Edwige Fenech, Anita Strindberg e Luigi Pistilli.

Assassinatos misteriosos ocorrem num vilarejo lançando suspeitas sobre um escritor decadente e sua esposa. Adaptação livre do conto “O Gato Preto”, de Edgar Allan Poe, esse é mais um influente giallo de Sergio Martino (“Torso”).

OS PASSOS (Le Orme, 1975, 96 min.)
De Luigi Bazzoni. Com Florinda Bolkan, Peter McEnery, Klaus Kinski.

Atormentada por estranhos sonhos de astronautas na lua, uma mulher visita uma cidade litorânea cujos moradores afirmam já conhecê-la. Essa fascinante mistura de giallo e sci-fi traz mais uma interpretação marcante da brasileira Florinda Bolkan (“Uma Lagartixa num Corpo de Mulher”) no gênero.

EXTRAS:

* Depoimentos (24 min.)
* Apresentação de Fernando Brito para “Cinco Bonecas para a Lua de Agosto” (10 min.)
* Especial sobre “Premonição” (24 min.)
* Trailers (7 min.)

GIALLO VOL. 4 – ED. LIMITADA COM 4 CARDS

DVD duplo, no formato digistack, com 4 clássicos inéditos (e sangrentos)dirigidos por especialistas no gênero, como Sergio Martino (“Torso”) e Massimo Dallamano (“O Que Vocês Fizeram com Solange?”), além de uma hora de vídeos extras.

Edição Limitada com 4 cards.

DISCO 1:

TODAS AS CORES DA ESCURIDÃO (Tutti i Colori del Buio, 1972, 95 min.)
De Sergio Martino. Com George Hilton, Edwige Fenech, Ivan Rassimov.

Uma mulher em recuperação após um acidente de carro envolve-se com uma seita de adoradores do diabo. Psicodélico, inventivo e com uma trilha icônica de Bruno Nicolai, este é um dos melhores gialli de Martino.

O QUE ELES FIZERAM A SUAS FILHAS? (La Polizia Chiede Aiuto, 1974, 91 min.)
De Massimo Dallamano. Com Giovanna Ralli, Claudio Cassinelli, Mario Adorf.

Ao investigar o aparente suicídio de uma jovem, a polícia descobre um esquema criminoso e sai à caça de um assassino. Eletrizante mistura de giallo e trama policial numa espécie de continuação do ótimo “O Que Vocês Fizeram com Solange?”.

DISCO 2:

O PERFUME DA SENHORA DE PRETO (Il Profumo della Signora in Nero, 1974, 104 min.)
De Francesco Barilli. Com Mimsy Farmer, Maurizio Bonuglia, Mario Scaccia.

Silvia, uma cientista industrial, é assombrada por estranhas alucinações relacionadas à trágica morte de sua mãe. Com ecos de “O Bebê de Rosemary” e “Repulsa ao Sexo”, o filme traz no elenco Mimsy Farmer (“More”), musa dos anos 1970.

A RAINHA VERMELHA MATA 7 VEZES (La Dama Rossa Uccide Sette Volte, 1972, 99 min.)
De Emilio Miraglia. Com Barbara Bouchet, Ugo Pagliai, Marina Malfatti.

Quando duas irmãs herdam o castelo da família, tem início uma série de assassinatos cometidos por uma misteriosa mulher trajando uma capa vermelha. Bizarro giallo que transita entre cenários góticos e o universo da moda.

EXTRAS:

* Entrevista de Sergio Martino (32 min.)
* Especiais e Trailers (31 min.)

MAIS 4 CARDS EXCLUSIVOS:

E COMPLETE SUA COLEÇÃO

GIALLO – VOL. 1

DISCO 1:
SEIS MULHERES PARA O ASSASSINO
TENEBRE

DISCO 2:
O ESTRANHO VÍCIO DA SRA. WARDH
O SEGREDO DO BOSQUE DOS SONHOS

GIALLO – VOL. 2

DISCO 1:
UMA LAGARTIXA NUM CORPO DE MULHER
O QUE VOCÊS FIZERAM COM SOLANGE?

DISCO 2:
TORSO
A BREVE NOITE DAS BONECAS DE VIDRO

CULTS, SÉRIES E PRODUÇÕES INÉDITAS DE SCI-FI E TERROR NA 2001

COLEÇÃO CLIVE BARKER – O MESTRE DO HORROR EXPLÍCITO

Box com 4 discos + cards com 4 filmes escritos por Clive Barker – o criador e diretor do cult de terror “Hellraiser – Renascido do Inferno”. Nascido em Liverpool, Barker ganhou notoriedade como escritor de contos, peças teatrais e romances que mesclavam erotismo, fantasia e horror, até dirigir curtas e estrear na direção de longa-metragem com “Hellraiser” (1987), seguido por “Raça das Trevas” (1990) e “O Mestre das Ilusões” (1995) – os dois últimos incluídos na coleção, que também conta com “O Senhor das Trevas” (1986) – dirigido por George Pavlou – e “O Mistério de Candyman” (1992), de Bernard Rose.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 5 (DVD Duplo)

Carroll Baker (indicada ao Oscar por “Boneca de Carne”) interpreta a personagem-título de BABA YAGA – A BRUXA MALDITA (1973), uma mulher misteriosa, sensual e sádica que provoca inúmeras mortes por meio de sua conexão com uma fotógrafa. E, escrito por Robert Thom (roteirista de “Os 5 de Chicago”), A BRUXA QUE VEIO DO MAR (1976) mergulha na descida ao inferno (e loucura) de uma mulher perturbada por um trauma de infância.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 6 (DVD Duplo)

Mistura de horror e sci-fi produzida por Roger Corman, GALÁXIA DO TERROR (1981) conta com James Cameron (“Avatar”) na equipe de produção, em um de seus primeiros trabalhos no cinema, como diretor de segunda unidade. Já GALÁXIA PROIBIDA (1982), também produzido por Corman, é mais uma das inúmeras produções “B” inspiradas em “Alien, o Oitavo Passageiro”, com um monstro mutante que ameaça uma equipe no espaço.

MYSTERY MAGAZINE (DVD Duplo)

Fãs de Wes Craven (1939–2015), diretor de “A Hora do Pesadelo” e da franquia “Pânico”, não podem perder O MONSTRO DO PÂNTANO (1982), sua versão para o personagem dos quadrinhos da DC Comics. Outra criatura originária de HQ, O HOMEM-COISA (2005) foi criado por Steve Gerber para a Marvel e segue outro homem metamorfoseado, em uma versão mais slasher e trash sob a direção de Brett Leonard (“Assassino Virtual”).

A MALDIÇÃO DO BONECO ROBERT

Inédito nos cinemas brasileiros, o filme seria – segundo seus produtores -, supostamente baseado na “história real” que inspirou a criação do boneco Chucky da franquia de terror. Nesta produção B britânica, Robert é um assustador brinquedo que aterroriza os funcionários do Museu East Falls. Edição com luva + pôster colecionável.

A FESTA DO MONSTRO MALUCO

Clássico da animação, lançado originalmente em 1967, que serviu de inspiração para Tim Burton e seu “O Estranho Mundo de Jack” (1993). Na trama, o Barão Frankenstein decide se aposentar e convoca todos os monstros para uma convenção. Lançamento em DVD + Cd (no formato mini-LP) com a trilha sonora do filme

A QUINTA DIMENSÃO – A SÉRIE CLÁSSICA – VOL. 1

Exibida originalmente na rede ABC de 1963 a 1965, a série é semelhante a “Além da Imaginação”, mas com maior ênfase na ficção-científica, em detrimento do horror. Ela apresenta enredos independentes e sem personagens fixos, com atores como Martin Sheen, Leonard Nimoy, Martin Landau e William Shatner em início de carreira.

GALERIA DO TERROR – 1ª TEMPORADA

Um dos grandes nomes do gênero fantástico, o escritor Rod Serling (um dos roteiristas de “Além da Imaginação”) assina as histórias e serve de apresentador desta série dos anos 1960 que explora temas sombrios e mórbidos, a partir de quadros de um museu antigo. Box com os 17 primeiros episódios, incluindo o piloto original.

OS INVASORES – 1ª TEMPORADA COMPLETA

Série clássica de ficção científica criada por Larry Cohen (“Foi Deus Quem Mandou”, “A Coisa”) nos anos 1960, sobre David Vincent (Roy Thinnes), arquiteto que descobre uma conspiração alienígena para dominar nosso planeta. Nos extras, versão estendida do episódio piloto, entrevistas e introdução de Roy Thinnes antes de cada história.

FLASH GORDON (1980)

Fracasso na época de seu lançamento, o filme virou cult e foi até homenageado na comédia “Ted” (2012). Com figurinos de Danilo Donati (“Romeu e Julieta”) e marcante trilha com canções da banda Queen, o filme ainda conta com Max von Sydow, Ornella Muti e o ex-007 Timothy Dalton no elenco. DVD + CD (no formato mini LP) com a trilha sonora.

COCOON

Bem antes de conquistar o Oscar por “Uma Mente Brilhante” em 2002, Ron Howard dirigiu esta simpática comédia com toques de ficção-científica sobre um grupo de aposentados da Flórida que redescobre o prazer de viver. O filme levou o Oscar de melhor ator coadjuvante (para Don Ameche) e melhores efeitos visuais.

COLEÇÃO ABDUZIDOS

Box com 3 discos e cards colecionáveis de 3 filmes ligados tematicamente, mas independentes: INTRUDERS (1992), minissérie em 2 episódios premiada com o Emmy; FOGO NO CÉU (1993), longa sobre um homem abduzido que reaparece após cinco dias, e ESTRANHOS VISITANTES (1989), com Christopher Walken e Lindsay Crouse.

OS ÚLTIMOS DIAS DO PLANETA TERRA (DVD Duplo)

Um grupo de arqueólogos retorna de uma expedição espacial e seu comandante apresenta sinais de demência. Investigando, Lloyd Walker (Gil Bellows) descobre que uma colônia de alienígenas está se alimentando de seres humanos. Produção para TV com Daryl Hannah e Campbell Scott no elenco.

NOS LANÇAMENTOS DA VERSÁTIL, O CINEMA POR SCORSESE, CLÁSSICOS DE TERROR E WALDO VIEIRA

NAS NOVIDADES DESTE MÊS, ESTÃO DOIS DOCUMENTÁRIOS DIRIGIDOS POR MARTIN SCORSESE REUNIDOS NUM DVD DUPLO, “SESSÃO DUPLA DE TERROR” COM AS PRIMEIRAS VERSÕES DE “EU SOU A LENDA”, E UM RETRATO DOCUMENTAL DE UM DOS MAIORES PARAPSÍQUICOS DO MUNDO.

O CINEMA POR SCORSESE

Obra de referência para estudantes, professores e profissionais de cinema, o DVD duplo reúne, pela primeira vez no Brasil, os aclamados documentários do diretor Martin Scorsese sobre a história da sétima arte.

No dico 1, o cineasta fala sobre suas memórias e influências em uma viagem pelo cinema americano. Já o disco 2 nos leva desde a Itália do movimento neorrealista até a brilhante década de 1960, homenageando apaixonadamente alguns dos maiores nomes da história do cinema italiano.

DISCO 1:

UMA VIAGEM PESSOAL PELO CINEMA AMERICANO (1995, 225 minutos)

Dividido em três partes, o documentário é composto das reminiscências de Scorsese e de como os filmes o afetaram e o influenciaram, desde os mestres do cinema mudo até o final dos anos sessenta, quando começou sua carreira.

DISCO 2:

MINHA VIAGEM À ITÁLIA (2001, 246 minutos)

Scorsese nos leva em uma nova viagem, desta vez pela história do cinema italiano, do movimento neorrealista à brilhante década de 1960. Abordando de Roberto Rossellini a Federico Fellini, de Vittorio De Sica a Luchino Visconti, o filme é uma homenagem apaixonada a alguns dos maiores cineastas italianos.

SESSÃO DUPLA DE TERROR

DVD duplo que reúne as duas primeiras versões para o cinema de “Eu Sou a Lenda”, o famoso romance de Richard Matheson (depois refilmado com Will Smith), em inéditas versões restauradas, além de muitos extras e dois clássicos filmes de zumbi: “Zumbi Branco” e “O Morto Ambulante”.

Edição Limitada com 4 cards.

PRIMEIRA SESSÃO

MORTOS QUE MATAM (“The Last Man on Earth”, 1964, 87 min.)
De Ubaldo Ragona, Sidney Salkow. Com Vincent Price e Emma Danieli.

O Dr. Robert Morgan se torna o último homem da Terra após uma praga transformar todos os outros humanos em mortos vivos. Com roteiro coescrito pelo próprio Matheson, essa é a versão mais sombria de “Eu Sou a Lenda”.

ZUMBI BRANCO (“White Zombie”, 1932, 67 min.)
De Victor Halperin. Com Bela Lugosi, Madge Bellamy, Joseph Cawthorn.

Jovem recém-casado, em viagem pelo Haiti, tem sua noiva sequestrada e transformada em zumbi por um maligno feiticeiro. Primeiro filme de zumbis da história, esse clássico também é conhecido como “Zumbi – A Legião dos Mortos”.

SEGUNDA SESSÃO

A ÚLTIMA ESPERANÇA DA TERRA (“The Omega Man”, 1971, 98 min.)
De Boris Sagal. Com Charlton Heston, Anthony Zerbe e Rosalind Cash.

O médico Robert Neville luta para descobrir a cura para um vírus que transformou o restante da humanidade em criaturas mutantes. Segunda versão do livro de Matheson, investindo mais na ação e no lado sci-fi da história.

O MORTO AMBULANTE (“The Walking Dead”, 1936, 65 min.)
De Michael Curtiz. Com Boris Karloff, Ricardo Cortez e Edmund Gwenn.

Vítima de uma armação, um pianista é condenado à morte. Após sua execução, ele é ressuscitado por um cientista e decide se vingar. Mistura de filme de gângster com terror dirigida pelo renomado Michael Curtiz (“Casablanca)”.

EXTRAS: Depoimento de Richard Matheson (6 min.) * Especiais (19 min.) * Trailers (6 min.)

WALDO VIEIRA: VIDA E OBRA

Um documentário inédito que revela a incrível história de um dos maiores parapsíquicos do mundo, o médico Waldo Viera (1932-2015). Sua obra descortina o universo dos fenômenos multidimensionais sob o ponto de vista científico, sem religiosidade ou misticismo. O parapsíquico propôs uma nova ciência, a Conscienciologia, que estuda a consciência rompendo as fronteiras da vida antes e depois da morte. Quem é você? O que somos nós? Estaríamos aqui por simples obra do acaso?

EXTRAS: Depoimento do Prof. Waldo Vieira (40 min.) * A Holoteca do CEAEC (4 min.)

“O LAR DAS CRIANÇAS PECULIARES”, NOVO SUCESSO DE TIM BURTON

BASEADO EM BEST SELLER DE RANSOM RIGGS, O FILME – RECÉM LANÇADO EM DVD, BLU-RAY E BD 3D NA 2001 – MARCA A VOLTA DO CINEASTA AO UNIVERSO FANTÁSTICO E LÚDICO DE SEUS PRIMEIROS TRABALHOS.

Com mais de 2 milhões de espectadores no Brasil, o longa é baseado no livro “O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares” e confirma o status do diretor junto ao grande público. Basta lembrar o sucesso da exposição “O Mundo de Tim Burton” no MIS, em São Paulo, no primeiro semestre de 2016.

Como em “Os Fantasmas se Divertem” (1988) e outras produções, Burton transita entre o fantástico e o horror gótico, com eventuais pitadas de humor negro. “O Lar das Crianças Peculiares” resgata até as origens do cineasta, apresentando criaturas em stop motion e uma referência às caveiras criadas por Ray Harryhausen em “Jasão e o velo de ouro” (1963).

O enredo começa com a misteriosa morte de Abe (Terence Stamp, lendário ator de “Teorema”), que era muito apegado a seu neto, Jake (Asa Butterfield, de “A Invenção de Hugo Cabret”). O menino parte com seu pai para o País de Gales, em busca de informações sobre o passado do avô, até que encontra uma espécie de orfanato para crianças com poderes sobrenaturais, protegidas pela Srta. Peregrine (Eva Green, “Penny Dreadful“).

Fendas temporais, uma jovem mais leve que o ar, um menino invisível, seres monstruosos; não faltam personagens sombrios (e surpresas) em mais uma extravagância visual de um dos mais queridos – e peculiares – cineastas de Hollywood.

CURIOSIDADES:

* Adaptado por Jane Goldman (“Kick-Ass”, “X-Men: Primeira Classe“) do primeiro livro da trilogia criada por Ransom Riggs, o filme traz inúmeras mudanças em relação à história original.

* Os outros dois romances da trilogia do autor, “Cidade dos Etéreos” e “Biblioteca de Almas”, já foram publicados no Brasil.

Uma das fotos que serviram de inspiração para a obra do autor Ransom Riggs

* Burton descreveu Miss Peregrine como uma espécie de “Mary Poppins assustadora”. Eva Green trabalhou antes com o diretor em “Sombras da Noite” (2012).

* Allison Janney, Rupert Everett, Judi Dench e Samuel L. Jackson completam o elenco adulto.

EXTRAS DO DVD:
* A História Peculiar
* Mapa dos Dias: O Lar das Crianças Peculiares / Torre de Blackpool
* Clipe Musical: “Wish That You Were Here” de Florence + the Machine
* Galeria: Esboços de Tim Burton e fotografias

EXTRAS DO BLU-RAY SIMPLES E DA EDIÇÃO COM 2 DISCOS (BD 2D + 3D):
* A História Peculiar
* Os Peculiares
* Etéreos e Ex-Etéreos
* Mapa dos Dias: O Lar das Crianças Peculiares / Torre de Blackpool
* Clipe Musical: “Wish That You Were Here” de Florence + the Machine
* Galeria: Esboços de Tim Burton e fotografias

MAIS TIM BURTON NA 2001:

Os Fantasmas se Divertem (1988)
Edward Mãos de Tesoura (1990)
Planeta dos Macacos (2001)
A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)
A Noiva Cadáver (2005)
Sweeney Todd – O Barbeiro Demoniaco da Rua Fleet (2007)
Alice no País das Maravilhas (2010)
Frankenweenie (2012)
Grandes Olhos (2014)

HALLOWEEN NA 2001 COM “INVOCAÇÃO DO MAL 2” E MAIS TERROR EM DVD

4

JÁ DISPONÍVEL NA 2001, A CONTINUAÇÃO DO SUCESSO DE 2013 TRAZ DE VOLTA A DUPLA LORRAINE E ED WARREN ÀS VOLTAS COM MAIS UM CASO INSPIRADO EM FATOS REAIS. E CONFIRA TAMBÉM A SÉRIE DE TV “HAMMER – A CASA DO TERROR” E O INÉDITO “OS VAMPIROS DE SALEM – O RETORNO“, BASEADO NOS PERSONAGENS DE STEPHEN KING .

6

INVOCAÇÃO DO MAL 2

Um dos maiores nomes do cinema de horror (“Jogos Mortais”, “Sobrenatural”) na atualidade, James Wan dirige e produz esta continuação do terror de 2013.

Com 3,6 milhões de espectadores nos cinemas brasileiros, o filme traz de volta o carismático casal de investigadores paranormais  (Patrick Wilson, “Watchmen“) em um novo caso, conhecido como o “Amityville britânico”, em 1977.

7

Sete anos depois da trama de “Invocação do Mal”, a dupla desembarca – ao som de London Calling (do The Clash) – em Enfield, na Inglaterra, chamada pela igreja para investigar incidentes paranormais supostamente ocorridos na residência de Peggy Hodgson (Frances O’Connor), que cria sozinha seus quatros filhos. O caso tornou-se o mais documentado na história da paranormalidade.

Com boa reconstituição de época,”Invocação do Mal 2” capricha no desenho de som e nos sustos, apresentando uma nova entidade, que deixa sua marca na franquia assim como a boneca Annabelle no primeiro filme.

EXTRAS DO DVD: Cenas deletadas

7

CURIOSIDADE: O verdadeiro Ed Warren morreu em 2006, aos 79 anos, mas Lorraine Warren continua viva, aos 89 anos.

HAMMER – A CASA DO TERROR

untitled-1

Com 4 discos, o box reúne a temporada completa, com 13 episódios, da série produzida pela Hammer em 1980. A tradicional produtora inglesa de filmes de horror empregou sua experiência no gênero em histórias macabras (e repletas de humor negro) com atores do porte de Peter Cushing, Denholm Eliot, Brian Cox, Pierce Brosnan e Jon Finch.

OS VAMPIROS DE SALEM – O RETORNO

6

A fim de sossego, um antropólogo leva o filho adolescente para sua cidade natal, Jerusalem’s Lot. Lá, descobre que a cidade está infestada de vampiros e tenta acabar com a ameaça, antes que eles se tornem os residentes definitivos de Salem.

Dirigido pelo especialista em produções “B” Larry Cohen (“Nasce um Monstro“, “A Coisa”), o filme é uma continuação da minissérie “A Mansão Marsten” (1979), baseada em obra de Stephen King.

OS PREMIADOS “A BRUXA” E “KWAIDAN”, MUITO ALÉM DO TERROR

00

FILME-SENSAÇÃO DO FESTIVAL DE SUNDANCE EM 2015, “A BRUXA” – COPRODUZIDO PELA BRASILEIRA RT FEATURES – É UM ANGUSTIANTE RELATO DE PARANOIA RELIGIOSA NO SÉCULO XVII. JÁ “KWAIDAN – AS QUATRO FACES DO MEDO“, PREMIADO EM CANNES, É O CLÁSSICO JAPONÊS DE 1964, AGORA EM NOVA EDIÇÃO, REPLETA DE EXTRAS. 

Em comum, os dois filmes transcendem os clichês do terror sobrenatural, revisitando fábulas milenares por meio de elipses narrativas, ambientação de época e ênfase na atmosfera.

Previsão de entrega: 6/7

Previsão de entrega: 6/7

A BRUXA

Escrito e dirigido pelo estreante Robert Eggers – premiado como melhor realizador na edição 2015 do Festival de Sundance –, é considerado um dos melhores longas de terror da atualidade. Sucesso de público e crítica, foi produzido pela RT Features comandada pelo brasileiro Rodrigo Teixeira, responsável por sucessos indie como “Frances Ha”.

Ambientado nas florestas da Nova Inglaterra em 1630, “A Bruxa” acompanha a desestruturação de uma família cristã, formada por um fazendeiro, que tenta recomeçar a vida ao lado da esposa e seus cinco filhos, numa pequena fazenda afastada da civilização. Um misterioso incidente estabelece o clima de estranhamento – e pecado -, seguido por acontecimentos inexplicados que dão margem à superstição, à paranoia e à desconfiança mútua entre os personagens.

Segundo o diretor Robert Eggers, muitos dos diálogos da história são a transcrição fiel de relatos da época retratada no filme.

Segundo o diretor Robert Eggers, muitos dos diálogos da história são a transcrição fiel de relatos da época retratada no filme

Mesmo com alguns símbolos marcantes do cinema de horror, o filme não deixa de ser um drama psicológico de ritmo lento, marcado por  imagens hipnóticas, perturbadoras pelo mistério que propõem. A ambientação claustrofóbica, da família enclausurada em sua propriedade, sufoca, como se o terror emanasse das entranhas daquela sociedade patriarcal.

A Bruxa” arrancou elogios até de Stephen King, autor de clássicos do gênero (“Carrie“, “O Iluminado”), que o classificou como “tenso, instigante e visceral”.

Previsão de entrega: 1/7

Previsão de entrega: 1/7

KWAIDAN – AS QUATRO FACES DO MEDO – ED. DEFINITIVA

Um clássico absoluto do terror japonês dirigido pelo mestre Masaki Kobayashi (“Harakiri” ) e estrelado por astros do cinema nipônico como Tatsuya Nakadai (“Kagemusha”) e Takashi Shimura (“Viver”). Esta Edição Definitiva traz o filme em inédita versão integral restaurada e mais de uma hora de vídeos extras, incluindo um depoimento do diretor.

Baseado em quatro histórias de fantasmas de Lafcadio Hearn, escritor grego naturalizado japonês, o filme conquistou o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes. Experiência assustadora de rara beleza pictórica e sensorial, “Kwaidan” é considerado pela crítica um dos maiores filmes de terror de todos os tempos.

Além do prêmio em Cannes, "Kwaidan" concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1966

Além do prêmio em Cannes, “Kwaidan” concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1966

EXTRAS:

* Depoimento de Masaki Kobayashi (15 min.)
* Entrevista de Kiyoshi Ogasawara (21 min.)
* O autor de “Kwaidan” (21 min.)
* Trailers (4 min.)

“GIALLO VOL.2”, MAIS UMA BELA COLEÇÃO DA VERSÁTIL

giallo_

COMPRE ANTES NA 2001 O SEGUNDO VOLUME DE “GIALLO“, MAIS UMA EDIÇÃO CAPRICHADA DA VERSÁTIL, REUNINDO SEIS THRILLERS DO ICÔNICO GÊNERO ITALIANO, INÚMEROS EXTRAS E 4 CARDS.

Com dois discos, o box inclui raridades como o psicodélico “Uma Lagartixa num Corpo de Mulher”, estrelado pela brasileira Florinda Bolkan, e o denso “A Breve Noite das Bonecas de Vidro”, com Jean Sorel e a bergmaniana Ingrid Thulin.

Bons sustos!

Já disponível

GIALLO – VOL. 2 – ED. LIMITADA

No formato digistack, com 2 DVDs, o box reúne – em inéditas versões restauradas – 4 clássicos dirigidos por nomes-chave do cinema giallo, como Lucio Fulci e Sergio Martino, além de quase duas horas de vídeos extras.

DISCO 1:

UMA LAGARTIXA NUM CORPO DE MULHER (“Un Lucertola con la Pelle di Donna”, 1971, 103 min.)
De Lucio Fulci. Com Florinda Bolkan, Stanley Baker e Jean Sorel.

a-lizard-in-a-womans-skin-florinda-bolkan-anita-strindberg

Mulher é acusada de ter matado sua vizinha, após ter sonhado com o assassinato. Giallo psicodélico e onírico do mestre Lucio Fulci (de “O Segredo do Bosque dos Sonhos”) com grande atuação da brasileira Florinda Bolkan.

O QUE VOCÊS FIZERAM COM SOLANGE? (“Cosa Avete Fatto a Solange?”, 1972, 102 min.)
De Massimo Dallamano. Com Fabio Testi, Cristina Galbó, Karin Baal.

Várias moças são brutalmente assassinadas em uma escola feminina. Com ótima trilha sonora de Ennio Morricone e a presença marcante do astro Fabio Testi (“O Importante É Amar”), este é um dos maiores clássicos do gênero.

DISCO 2:

TORSO (“I Corpi Presentano Tracce di Violenza Carnale”, 1973, 93 min.)
De Sergio Martino. Com Suzy Kendall, Tina Aumont e Luc Merenda.

13344998_zCuKW

Um assassino mascarado mata jovens estudantes, espalhando o terror numa cidade do interior da Itália. Violento giallo do versátil Sergio Martino (“Todas as Cores da Escuridão”) que antecipou o cinema slasher. Dual áudio (italiano/inglês).

A BREVE NOITE DAS BONECAS DE VIDRO (“La Corta Notte Delle Bambole di Vetro”, 1971, 97 min.)
De Aldo Lado. Com Jean Sorel, Mario Adorf, Barbara Bach, Ingrid Thulin.

12

Em Praga, um jornalista americano investiga o desaparecimento repentino da namorada. Com trilha de Ennio Morricone e excelente elenco, essa pequena obra-prima é um giallo original que antecipa cenas de “De Olhos Bem Fechados”.

EXTRAS:

* Especial sobre “Uma Lagartixa num Corpo de Mulher” (34 min.)
* Cena excluída de “Lagartixa” (1 min.)
* Depoimento de Sergio Martino sobre “Torso” (11 min.)
* Introdução de Eli Roth para “Torso” (2 min.)
* Depoimento de Aldo Lado sobre “Breve Noite”
* Trailers e Spots (18 min.)

MAIS 4 CARDS EXCLUSIVOS:

Edição Limitada com kit especial com quatro cards encartados no digistack.

Edição Limitada com kit especial com quatro cards encartados no digistack.

E CONHEÇA TAMBÉM O VOL.1 DA COLEÇÃO “GIALLO”

LANÇAMENTOS DE SUSPENSE E TERROR PARA O HALLOWEEN

00

NAS TELAS, O DIA DAS BRUXAS (31/10), MAIS CONHECIDO COMO HALLOWEEN, É SINÔNIMO DE FANTASMAS, MONSTROS, VAMPIROS E OUTRAS FONTES DE MEDO DO IDEÁRIO POPULAR. NESTA DATA ESPECIAL, SELECIONAMOS ALGUNS TÍTULOS LANÇADOS NO MERCADO DE HOME VÍDEO EM 2015, ENTRE FILMES E SÉRIES DE TV, COM UMA BOA DOSE DE SUSTOS PARA OS FÃS DE SUSPENSE E TERROR.

Bom Halloween!
Equipe 2001

A CASA DOS MORTOS

casadosmortos_3-750x380

Produzido por James Wan, a cabeça por trás das franquias “Jogos Mortais” e “Sobrenatural” (além de dirigir “Invocação do Mal”). Após massacre em que estudantes foram brutalmente assassinados, um detetive (Frank Grillo) e uma psicóloga (Maria Bello) interrogam o único sobrevivente aparente, que insiste que seus amigos foram mortos por uma força sobrenatural, intrigando as autoridades.

RENASCIDA DO INFERNO

021

Na trama, um grupo de estudantes de medicina mata uma colega (Olivia Wilde, da série “House”) acidentalmente. Os jovens conseguem trazê-la de volta à vida, mas acabam despertando uma força maligna. Ao mesmo tempo em que tenta se proteger do perigo, o grupo também precisa impedir que a mulher saia do hospital e mate inocentes. Dos mesmos produtores da franquia “Atividade Paranormal”.

THE STRAIN – 1ª TEMPORADA

02

Adaptação da série literária “Trilogia da Escuridão” escrita pelo romancista Chuck Hogan e por Guillermo del Toro (também diretor de 2 episódios da série), em torno de um vírus que transforma as pessoas em vampiros sanguinários. O Dr. Ephraim (Corey Stoll, de “House of Cards”), chefe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, é quem investiga o caso de uma epidemia viral.

POLTERGEIST – O FENÔMENO (2015)

023

Sucesso no Brasil, com cerca de 1 milhão de espectadores, o filme é uma refilmagem do terror homônimo lançado em 1982. No novo enredo, a família Bowen acaba de se mudar para outra casa. O pai (Sam Rockwell), a mãe (Rosemarie DeWitt) e os dois filhos parecem se adaptar bem ao novo lar, até perceberem estranhas manifestações no local. Do mesmo diretor da animação “A Casa Monstro”.

RIPPER STREET – 1ª TEMPORADA 

024

Criada por Richard Warlow, um dos roteiristas de “Waking Dead”, esta elogiada série britânica concorreu ao prêmio Bafta em 2013. Na trama, o Inspetor Edmund Reid (Matthew Macfadyen, de “Orgulho e Preconceito”) dirige o distrito policial mais difícil do East End londrino, onde paira o medo de mais crimes cometidos por Jack, o Estripador.

PENNY DREADFUL – 1ª TEMPORADA

07

Criada pelo dramaturgo e roteirista John Logan (“Gladiador”), a série incorpora personagens lendários da literatura gótica numa saga com forte carga erótica e enredo inquietante. Na Inglaterra vitoriana, Sir Malcolm Murray (Timothy Dalton), a médium Vanessa Ives (Eva Green) e um caubói americano (Josh Hartnett) juntam forças em uma perigosa missão.

UMA NOITE DE CRIME – ANARQUIA

025

Continuação do thriller ultraviolento “Uma Noite de Anarquia”, sucesso no Brasil, com novos personagens e atores. Agora, um jovem casal dirige a caminho de casa, quando seu carro quebra e os deixa a pé, em plena noite do Expurgo. Sem ter para onde ir e sem ninguém para ajudá-los, eles se tornam o alvo de uma gangue de motoqueiros e terão que lutar para sobreviver às próximas doze horas.

OUIJA – O JOGO DOS ESPÍRITOS

027

Com mais de meio milhão de espectadores nos cinemas brasileiros, “Ouija” é baseado na lenda de tabuleiro americano com poderes sobrenaturais. Aqui, a jovem Debbie resolve usar o tabuleiro sozinha e acaba assassinada por algo sobrenatural. Sua morte é considerada suicídio, mas sua amiga de infância Laine (Olivia Cooke, da série “Bates Motel”) suspeita da versão oficial e passa a investigar o caso.

VAMPIROS NO CINEMA

vampiros_no-cinema

O DVD duplo reúne quatro clássicos de vampiro, todos em versões restauradas: “Nosferatu”, obra-prima de F.W.Murnau, “Cronos”, cultuada estreia de Guillermo Del Toro na direção, “Quando Chega a Escuridão”, dirigido por Kathryn Bigelow (de “Guerra ao Terror”), e “A Noite dos Demônios”, adaptação do conto que deu origem ao episódio “O Wurdalak” (de “As Três Máscaras do Terror”, de Mario Bava), além de mais de duas horas de extras.

OS VAMPIROS DE SALÉM

028

Dirigida pelo especialista Tobe Hooper (de “O Massacre da Serra Elétrica”), a minissérie é baseada em “A Hora do Vampiro” (1975), o segundo romance de Stephen King. Quando menino, Ben Mears ficou traumatizado com os horrores escondidos na mansão Marsten, localizada em sua cidade natal, Salem’s Lot. Agora adulto e escritor, Ben resolve voltar à cidade para escrever um livro sobre a mansão, a fim de superar seus antigos medos.

OBRAS-PRIMAS DO TERROR 3

000000000

Box com seis clássicos inéditos em versões restauradas: “Banho de Sangue”, longa de Mario Bava precursor do cinema “slasher”; “A Inocente Face do Terror”, terror psicológico dirigido por Robert Mulligan; “Os Meninos”, aclamado horror espanhol de Narciso Ibañez Serrador; “Carnaval de Almas”, lendário filme B americano; “Magia Negra”, thriller psicológico estrelado por Anthony Hopkins; e “Farsa Trágica”, com Vincent Price, Peter Lorre e Boris Karloff.

GIALLO

tenebrae_1351656491_crop_550x297

Coleção com clássicos inéditos dirigidos por mestres do tradicional gênero italiano: “Seis Mulheres para o Assassino”, também de Mario Bava, “Tenebre”, um dos grandes trabalhos de Dario Argento (“Suspiria”), “O Estranho Vício da Sra. Wardh”, dirigido por Sergio Martino (“Torso”), e “O Segredo do Bosque dos Sonhos”, violento giallo de Lucio Fulci com a atriz brasileira Florinda Bolkan (de “Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita”).

PHENOMENA

0000

Inédito em DVD no Brasil, o filme de Dario Argento (“Suspiria”) conta com Jennifer Connelly (“Uma Mente Brilhante”) e Donald Pleasence (“Halloween”) no elenco. Na trama, uma adolescente americana vai estudar em colégio interno para garotas, na Alemanha. Enquanto ela explora sua capacidade especial de se comunicar com insetos, um assassino aterroriza o local.

10 DICAS PARA A SEXTA-FEIRA 13

EM DEZ FILMES PARA LOCAÇÃO NA 2001, A CONSTRUÇÃO DO SUSPENSE, MOMENTOS DE TENSÃO E O IMPACTO DE DIFERENTES FORMAS DE HORROR.

DESDE ELEMENTOS FACILMENTE IDENTIFICÁVEIS (MONSTROS, FANTASMAS, PSICOPATAS) ATÉ NOSSOS TEMORES MAIS ÍNTIMOS, A ARTE DO CINEMA VOLTADA PARA SURPREENDER E ASSUSTAR O ESPECTADOR.

BOA SEXTA-FEIRA 13…

008

A Morte do Demônio
(Evil Dead, EUA, 2013, Cor, 91′)
Direção: Fede Alvarez
Elenco: Jane Levy, Shiloh Fernandez, Lou Taylor Pucci, Jessica Lucas, Elizabeth Blackmore

00000000Nova versão do clássico de 1981 dirigido por Sam Raimi, produzida pelo mesmo e pelo intérprete dos filmes originais, Bruce Campbell. A direção é do estreante Fede Alvarez , que não decepciona ao reformular o épico trash com uma profusão de efeitos e mais violência explícita – incluindo a tensa sequência do “estupro da floresta” – que vão fazer a festa dos fãs de terror “gore”..

A historia é basicamente a mesma do Evil Dead antigo: cinco amigos viajam para uma cabana afastada na floresta para passar um tempo e relaxar, com um diferencial muito legal em relação ao original – desta vez levam consigo Mia, uma dependente química em processo de recuperação. O grupo descobre uma antiga publicação – The Book of the Dead [“O Livro dos Mortos”] – e acaba invocando uma entidade que começa a possuir Mia, dando início, com o perdão do trocadilho, a UMA NOITE ALUCINANTE.

Xô satanás: sai pra lá Samara...

Xô satanás: sai pra lá Samara…

Um dos maiores acertos do filme é o fato da entidade possuir uma pessoa em crise de abstinência, que já é naturalmente perturbada, adiando a certeza que a possessão sobrenatural esteja efetivamente rolando. A nova versão é nada mais nada menos que uma grande homenagem à marca Evil Dead, mesclando diferentes elementos não só do clássico, mas também de suas duas continuações (Uma Noite Alucinante, Uma Noite Alucinante 3); circunstâncias enfrentadas pelo anti-herói Ash na trilogia se repetem nesta adaptação, além de referências como o demônio representado apenas pela movimentação de câmera e o som.

 

O Segredo da Cabana
(The Cabin in the Woods, EUA, 2012, Cor, 95′)
Direção: Drew Goddard
Elenco: Kristen Connolly, Chris Hemsworth, Anna Hutchison, Richard Jenkins, Bradley Whitford

007Roteirista de Cloverfield – Monstro e de séries como Alias e Lost, Drew Goddard estreou na direção com O Segredo da Cabana (2011), inusitado terror escrito em parceria com Joss Whedon (de Os Vingadores).

Inédito nos cinemas brasileiros, apesar do sucesso do gênero terror no Brasil, o filme é um ótimo entretenimento tanto para fãs de horror trash (ou slasher movies violentos) quanto para espectadores à procura de um bom suspense com trama intrigante, inesperada e com toques de humor.

O enredo, propositalmente formulaico, acompanha um grupo de amigos que decide passar o fim de semana na cabana do título, no meio da floresta, pretexto para a inclusão de personagens nos limites do clichê: o esportista bombado (Chris Hemsworth, o Thor), a “burra/gostosa”, o maconheiro doidão, a garota virgem e o rapaz “culto”. E lá vão eles evocar uma antiga maldição e… cabeças vão rolar.

Mais um grupo de jovens ignora o conselho de um caipira no início da trama e segue a caminho da própria morte em uma cabana  no meio do mato... Parece mais do mesmo, mas não é o que parece no longa que joga com as expectativas do fã de terror

Mais um grupo de jovens ignora o conselho de um caipira no início da trama e segue a caminho da própria morte em uma cabana no meio do mato… Parece mais do mesmo, mas nada é o que parece no longa que joga com as expectativas dos fãs de terror

Durante a noite, eles descobrem um porão bizarro na casa e coisas estranhas começam a acontecer. Contudo, logo de início já da para perceber que há algo mais na trama, e adianto que não é um spoiler (que odeio), pois surge uma misteriosa equipe que parece uma “central de controle” (chefiada por Richard Jenkins, de O Visitante), monitorando tudo o que ocorre na cabana. E que, à semelhança dos reality shows atuais, influencia aqueles que vigia e provoca situações, chegando a manipular, por exemplo, o clima apenas para que um casal possa transar…

Repleto de referências a um gênero em que é difícil criar algo genuinamente novo e surpreender, O Segredo da Cabana é uma reflexão tensa e ao mesmo tempo irônica sobre a construção dos filmes de terror. Quantas convenções e referências (zumbis, maldiçoes, casas assombradas, sexo seguido de punição etc) dentro dos dogmas do cinema de horror, você reconhece?

 

A Entidade
(Sinister, EUA, 2012, Cor, 110′)
Direção: Scott Derrickson
Elenco: Ethan Hawke, Juliet Rylance, James Ransone

006O atual cinema de horror norte-americano tem preferido chocar o espectador com a violência desconcertante e explícita de cinesséries como Jogos Mortais e Premonição, além dos sustos em profusão contidos em filmes de terror baratos que se valem da estética documental.

Dos mesmos produtores de Sobrenatural, A Entidade marca o retorno de Scott Derrickson, diretor de O Exorcismo de Emily Rose, ao terror psicológico. Tendência confirmada pela sua participação no roteiro da nova versão de Poltergeist, ainda em pré-produção.

Em A EntidadeEthan Hawke (Dia de TreinamentoEstranha Obsessão) interpreta Ellison Oswalt, um ambicioso autor de não-ficção especializado em investigar assassinatos e psicopatas. Há anos sem um best seller e cheio de dívidas, ele se muda com a família para outra cidade e uma nova casa, onde ocorreu uma grande tragédia.

Pronto para iniciar suas pesquisas, ele descobre por acaso uma caixa contendo gravações da família que ali morava. Em uma delas, uma perturbadora sequência mostra quatro dos antigos moradores sendo enforcados numa árvore. “Quem fez isso?” e “Seria a mesma pessoa que filmou a tragédia?” são algumas das perguntas-chave do escritor, que entra em um obsessivo processo de imersão nas reminiscências da família assassinada.

As imagens caseiras filmadas em Super 8, encontradas pelo protagonista, mantêm o suspense à medida que revelam fatos desconcertantes do passado de diferentes famílias. Ao contrário do atual cinema de horror, as imagens mais sugerem do que revelam

As imagens caseiras filmadas em Super 8, encontradas pelo protagonista, mantêm o suspense à medida que revelam fatos desconcertantes do passado de diferentes famílias. Ao contrário do atual cinema de horror, as imagens mais sugerem do que revelam, criando um clima de incerteza e mistério até o final. Com boa bilheteria no Brasil, o filme foi mais uma aposta certeira da Summit, produtora responsável pela saga “Crepúsculo”, e já tem uma continuação em andamento, indicando uma possível franquia

Ao som da trilha sonora atmosférica de Christopher Young (Hellraiser, Arraste-me para o Inferno), A Entidade constrói a tensão progressivamente às próprias descobertas do protagonista; o terror funciona de forma mais efetiva quando não é explicitado por efeitos, mas sugerido nas reações do protagonista às imagens, que mexem não só com ele, mas também com o espectador.

Com seu clima de estranhamento e inquietação, provocado sobretudo pelas misteriosas imagens em Super 8, o longa, como o título da tradução brasileira (infelizmente) entrega, se equilibra entre a investigação policial e o terror sobrenatural com (muitos) sustos, deixando em dúvida, por boa parte da projeção, a identidade do assassino.

 

Inverno de Sangue em Veneza*
(Don’t Look Now, ING, 1973, Cor, 111′)
Direção: Nicolas Roeg
Elenco: Julie Christie, Donald Sutherland, Hilary Mason, Clelia Matania

020 Considerado um dos grandes filmes de terror da história do cinema, o clássico Inverno de Sangue em Veneza foi eleito o melhor longa-metragem britânico de todos os tempos pela conceituada revista Time Out.

Baseado em conto de Daphne du Maurier (Rebecca, A Mulher Inesquecível), o clássico de 1973 evoca um tipo de terror cada vez mais raro no cinema: o psicológico, derivado do trauma sofrido pelo casal vivido por Donald Sutherland (Gente como a Gente, O Buraco da Agulha) e Julie Christie (Doutor Jivago, O Mensageiro). Após perderem a filha, morta em um afogamento acidental, o restaurador de arte John Baxter e sua esposa Laura viajam para Veneza durante o inverno. Na cidade italiana, conhecem duas estranhas irmãs. Uma delas se diz médium e afirma ter visto o espírito da menina falecida, alertando que seu pai corre perigo.

Donald Sutherland com a filha afogada em uma das cenas inesquecíveis do cinema de horror

Donald Sutherland com a filha afogada na brilhante cena em câmera lenta que entrou para a história do cinema britânico pela sua composição visual e dramaticidade

Alçado à categoria de cult movie com o passar do tempo, o longa é mais um rebuscado caleidoscópio de imagens do britânico Nicolas Roeg, diretor de filmes marcados pela experimentação visual e pela contracultura dos anos 1960 e 70, como Performance, O Homem que Caiu na Terra Bad Timing. Ao som da belíssima trilha sonora de Pino Donaggio (Dublê de Corpo, Um Tiro na Noite), Inverno de Sangue… apresenta sequências hipnóticas como a abertura que culmina no dramático afogamento da menina de capa vermelha, a cena de sexo entre o casal e a atmosfera sufocante que permeia Veneza.

A distribuidora oficial do filme em DVD no Brasil, a Versátil, caprichou nos extras, trazendo depoimentos de Allan Scott, Donald Sutherland e Danny Boyle; uma versão curta do diretor de Em Transe, making of e trailer de cinema.

* Bafta de melhor fotografia, e indicado a melhor filme, direção, ator (Donald Sutherland), atriz (Julie Christie), montagem e som

 

Possessão
(The Possession, EUA/CAN, 2012, Cor, 92′)
Direção: Ole Bornedal
Elenco: Natasha Calis, Jeffrey Dean Morgan, Kyra Sedgwick, Madison Davenport

51Diretor de Evil Dead e do recente sucesso Oz – Mágico e Poderoso (em cartaz nos cinemas brasileiros), Sam Raimi produz este suspense de horror que, como todo bom filme do gênero, prega alguns sustos até o inevitável exorcismo final. Mesmo misturando temas e situações manjadas, a trama consegue prender a atenção com o drama de uma família desestruturada após a separação do casal interpretado por Jeffrey Dean Morgan (Watchmen) e Kyra Sedgwick (da série The Closer).

A filha do casal compra uma velha caixa, sem saber que existe dentro dela um antigo espírito do mal…

Sai Satanás! Não é fácil criar uma adolescente nos dias de hoje, muito menos num filme de horror...

Sai Satanás! Não é fácil criar uma adolescente nos dias de hoje, muito menos num filme de horror…

 

Chernobyl
(Chernobyl Diaries, EUA, 2012, Cor, 86′)
Direção: Bradley Parker
Elenco: Jesse McCartney, Jonathan Sadowski, Olivia Dudley

010Na trama, seis turistas contratam um guia de turismo “extremo” para levá-los à cidade fantasma de Pripyat, que abrigava os trabalhadores de Chernobyl. Mas durante o passeio, eles percebem que não estão sozinhos no local..

Do mesmo produtor da franquia Atividade Paranormal, Chernobyl vale-se de expediente narrativo semelhante e cada vez mais usado: o “terror-reality”, que finge registrar situações de horror e suspense como se os personagens participassem de um documentário. Esse novo subgênero cinematográfico é o pretexto perfeito para produções de baixo orçamento usarem e abusarem de cenas filmadas com câmera na mão e luz natural.

Assista e descubra o que realmente assusta o grupo de protagonistas de Chernobyl. E porque eles não tinham lugar melhor para viajar.

Com todo o respeito à cidade-fantasma do título, será que não havia um destino melhor para o grupo de amigos passar as férias?

Com todo o respeito à cidade-fantasma do título, será que não havia um destino melhor para o grupo de amigos passar as férias? Cuidado com a radiação pessoal!

 

O Massacre da Serra Elétrica – A Lenda Continua
(Texas Chainsaw, EUA, 2013, Cor, 92′)
Direção: John Luessenhop
Elenco: Alexandra Daddario, Tania Raymonde, Scott Eastwood

00000000Sétimo longa da franquia com o terrível Leatherface, o filme é uma espécie de “sequência alternativa” para o clássico de 1974 e apresenta Heather Miller (Alexandra Daddario), jovem que recebe de herança uma casa no interior do Texas e se depara com mais crimes cometidos pelo maníaco. Na verdade, ela não sabe que é simplesmente a sobrinha perdida de Leatherface. Belo presente de herança!

Lançamento caprichado, com edições em DVD, Blu-ray, BD 3D e Digipack duplo em alta definição (2D + 3D) que inclui um DVD com diversos featurettes e uma abertura alternativa do filme.

 

 

11-11-11
(11-11-11, EUA/ESP, 2011, Cor, 90′)
Direção: Darren Lynn Bousman
Elenco: Timothy Gibbs, Michael Landes, Brendan Price

Sinopse: Depois de perder a mulher e o filho em um trágico acidente, um famoso escritor começa a ser atormentado por estranhas aparições do número 11. À medida em que se aproximam as 11 horas e 11 minutos do dia 11 de novembro de 2011, mais sinais e situações assustadoras surgem em sua vida.

Essa mistura de terror e suspense teve como cabalística data de estreia 11 de novembro de 2011. A forte campanha publicitária do filme contou ainda com trailers na internet com duração de 1 minuto e 11 segundos.

 

 

Invocação do Mal
(The Conjuring, EUA, 2013, Cor, 110′)
Direção: James Wan
Elenco: Vera Farmiga, Patrick Wilson, Lili Taylor, Ron Livingston

6Com cerca de 1,5 milhão de espectadores no Brasil, o filme de James Wan (“Sobrenatural”) conquistou o público com sua homenagem às narrativas clássicas de terror. Baseada em história real, a trama mostra como os investigadores paranormais Ed (Patrick Wilson) e Lorraine Warren (Vera Farmiga, ótima) conseguiram ajudar uma família aterrorizada por espíritos.

 

 

 

 

Carrie, a Estranha
(Carrie, EUA, 2013, Cor, 99′)
Direção: Kimberly Peirce
Elenco: Chloë Grace Moretz, Julianne Moore, Gabriella Wilde, Judy Greer

7Diretora de “Meninos não Choram”, Kimberly Peirce atualiza o clássico de terror escrito por Stephen King, eternizado no clássico de Brian De Palma. Na nova versão, Carrie (Chloë Grace Moretz, de “Kick-ass”) agora também enfrenta bullying virtual e precisa lidar com sua mãe (Julianne Moore, favorita ao Oscar deste ano por “Para Sempre Alice”), uma fanática religiosa. Na refilmagem, a profusão de efeitos especiais coloca em primeiro plano a paranormalidade da protagonista.

E confira a versão original na 2001:

Carrie, a Estranha (1976)

 

Clique nesse link, se quiser para de receber nossos e-mails

OPINIÃO: “O SEGREDO DA CABANA”, ELOGIADO TERROR INÉDITO NOS CINEMAS

Inédito no circuito comercial brasileiro, "O Segredo da Cabana" foi lançado direto em DVD no Brasil, apesar das ótimas críticas nos EUA. Confira em DVD e Blu-ray na 2001 o filme, que brinca com os clichês do gênero e a manipulação dos "reality shows"

Inédito no circuito comercial brasileiro, “O Segredo da Cabana” foi lançado direto em DVD no Brasil, apesar das ótimas críticas nos EUA. Confira na 2001, em DVD e Blu-ray, o filme que brinca com os clichês do gênero e a manipulação dos “reality shows”

Roteirista de Cloverfield – Monstro, um dos melhores longas narrados em 1ª pessoa que já vi, e séries como Alias e Lost, Drew Goddard estreou na direção com O Segredo da Cabana (2011), inusitado terror escrito em parceria com Joss Whedon (de Os Vingadores).

Inédito nos cinemas brasileiros, apesar do sucesso do gênero terror no Brasil, o filme é um ótimo entretenimento tanto para fãs de horror trash (ou slasher movies violentos) quanto para espectadores à procura de um bom suspense com trama intrigante, inesperada e com toques de humor.

O enredo, propositalmente formulaico, acompanha um grupo de amigos que decide passar o fim de semana na cabana do título, no meio da floresta, pretexto para a inclusão de personagens nos limites do clichê: o esportista bombado (Chris Hemsworth, o Thor), a “burra/gostosa”, o maconheiro doidão, a garota virgem e o rapaz “culto”. E lá vão eles evocar uma antiga maldição e… cabeças vão rolar.

Mais um grupo de jovens ignora o conselho de um caipira no início da trama e segue a caminho da própria morte em uma cabana  no meio do mato... Parece mais do mesmo, mas não é o que parece no longa que joga com as expectativas do fã de terror

Mais um grupo de jovens ignora o conselho de um caipira no início da trama e segue a caminho da própria morte em uma cabana no meio do mato… Parece mais do mesmo, mas nada é o que parece no longa que joga com as expectativas dos fãs de terror

Durante a noite, eles descobrem um porão bizarro na casa e coisas estranhas começam a acontecer. Contudo, logo de início já da para perceber que há algo mais na trama, e adianto que não é um spoiler (que odeio), pois surge uma misteriosa equipe que parece uma “central de controle” (chefiada por Richard Jenkins, de O Visitante), monitorando tudo o que ocorre na cabana. E que, à semelhança dos reality shows atuais, influencia aqueles que vigia e provoca situações, chegando a manipular, por exemplo, o clima apenas para que um casal possa transar…

Repleto de referências a um gênero em que é difícil criar algo genuinamente novo e surpreender, O Segredo da Cabana é uma reflexão tensa e ao mesmo tempo irônica sobre a construção dos filmes de terror. Quantas convenções e referências (zumbis, maldiçoes, casas assombradas, sexo seguido de punição etc) dentro dos dogmas do cinema de horror, você reconhece?

Prepare-se para muito sangue, mortes, criatividade, humor negro e um desfecho um tanto quanto cabuloso em um dos melhores e mais originais exemplares de um gênero mais conhecido pelos sustos do que por subverter as próprias regras.

 

Comentário de Marcello Alves
Consultor de filmes da 2001 Vídeo Jardins
Rua Estados Unidos, 1324, Jd.América, São Paulo – SP