Michael Mann

CINEMA POLICIAL É NA 2001, COM 4 COLEÇÕES DA VERSÁTIL

OS BOXES CINEMA POLICIAL VOL.1 E 2 REÚNEM, EM 2 DISCOS CADA, CLÁSSICOS DO GÊNERO COMO “CAÇADOR DE MORTE” E OS CULTS BRITÂNICOS “CARTER, O VINGADOR” E “CAÇADA NA NOITE”. E NÃO PERCA TAMBÉM OS 2 VOLUMES DE BLAXPLOITATION, SEMINAL MOVIMENTO PROTAGONIZADO POR ARTISTAS AFRO-AMERICANOS NOS ANOS 1970.

CINEMA POLICIAL

O DVD duplo reúne 4 clássicos dirigidos por nomes como Michael Mann, Walter Hill, Peter Yates e Don Siegel e estrelados por astros como Robert Mitchum, James Caan e Walter Matthau, além de uma hora de vídeos extras.

DISCO 1:

PROFISSÃO: LADRÃO (Thief, 1981, 125 min.)
De Michael Mann. Com James Caan, Tuesday Weld, Willie Nelson, James Belushi.

Decidido a mudar de vida, um ladrão especialista em roubar joias resolve participar de um último crime, aceitando a proposta de uma quadrilha. Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes, este policial neo-noir foi aclamado pela crítica e pôs no mapa de Hollywood o nome de Michael Mann.

CAÇADOR DE MORTE (Driver, 1978, 91 min.)
De Walter Hill. Com Ryan O’Neal, Bruce Dern, Isabelle Adjani.

Em clima de filme noir, detetive obcecado persegue especialista em dirigir carros para quadrilhas durante assaltos. Com ótimo roteiro e eletrizantes perseguições de carro, este policial do especialista Walter Hill (“48 Horas”) foi uma das inspirações do cult “Drive” (2011) com Ryan Gosling.

DISCO 2:

O HOMEM QUE BURLOU A MÁFIA (Charley Varrick, 1973, 110 min.)
De Don Siegel. Com Walter Matthau, Joe Don Baker, Felicia Farr.

Charley Varrick e seus amigos roubam um banco de uma cidadezinha e ficam surpresos com a quantidade de dinheiro. Mal imaginam que o dinheiro é da Máfia. Atmosférico e tenso policial do mestre Don Siegel (“Perseguidor Implacável”).

OS AMIGOS DE EDDIE COYLE (The Friends of Eddie Coyle, 1973, 102 min.)
De Peter Yates. Com Robert Mitchum, Peter Boyle, Richard Jordan.

Para diminuir o tempo de sua pena, um criminoso de Boston decide entregar seus comparsas. Peter Yates, o diretor de “Bullitt”, realiza um drama policial revisionista com grande atuação de Robert Mitchum (“Fuga do Passado”).

EXTRAS:
* Especiais sobre os filmes (56 min.)
* Trailers (4 min.)

CINEMA POLICIAL VOL. 2 – ED. LIMITADA COM 4 CARDs

No formato digistack, o box traz 4 filmes policiais inéditos estrelados por astros como Michael Caine, Walter Matthau, Bob Hoskins e Roy Scheider, além de quase uma hora de vídeos extras. Destaque para dois policiais ingleses: “Carter, o Vingador” e “Caçada na Noite”, que figuram em inúmeras listas de melhores filmes britânicos de todos os tempos.

DISCO 1:

CARTER, O VINGADOR (Get Carter, 1971, 112 min.)
De Mike Hodges. Com Michael Caine, Ian Hendry, Britt Ekland.

Quando seu irmão morre em circunstâncias misteriosas num acidente de carro, Jack Carter, um gângster de Londres, viaja a Newcastle para investigar. Marco do cinema inglês, o filme virou cult e imortalizou Michael Caine no papel-título.

O SEQUESTRO DO METRÔ (The Taking of Pelham 1 2 3, 1974, 104 min.)
De Joseph Sargent. Com Walter Matthau, Robert Shaw, Martin Balsam.

Em Nova York, homens armados sequestram um vagão do metrô e exigem um resgate para libertar os passageiros. Um dos pontos altos do cinema policial dos anos 1970, o filme foi refilmado com Denzel Washington em 2009, sob o título “O Sequestro do Metrô 123”.

DISCO 2:

ESQUADRÃO IMPLACÁVEL (The Seven-Ups, 1973, 103 min.)
De Philip D’Antoni. Com Roy Scheider, Tony Lo Bianco, Victor Arnold.

Ao sair no encalço de quem matou seu parceiro, detetive de um esquadrão de elite da polícia de Nova York descobre uma conspiração. Dirigido pelo produtor de Operação França, o filme merece ser conhecido, sobretudo pelas sensacionais perseguições de carro.

CAÇADA NA NOITE (The Long Good Friday, 1980, 114 min.)
De John Mackenzie. Com Bob Hoskins, Helen Mirren, Paul Freeman.

Um poderoso gângster londrino tem seu império ameaçado pelo surgimento de um rival desconhecido e poderoso. Brutal e com ecos shakespearianos, essa obra-prima do cinema inglês conta com grandes atuações de Bob Hoskins e Helen Mirren.

EXTRAS:
* Especiais sobre os filmes (38 min.)
* Trailers (11 min.)

EDIÇÃO LIMITADA COM 4 CARDs:

BLAXPLOITATION

DVD duplo com clássicos do pulsante cinema negro norte-americano dos anos 1970 em inéditas versões restauradas, além de uma hora de vídeos extras, incluindo documentário sobre o gênero e uma entrevista com a icônica Pam Grier.

Espécie de subgênero, cinema “blaxploitation” surgiu sintonizado com as transformações sociais e políticas captadas pela Nova Hollywood, tendo como publico alvo, principalmente, os negros norte-americanos. A palavra é uma junção de black (“negro”) e explotaition (“exploração”).

DISCO 1:

A MÁFIA NUNCA PERDOA (Across 110th Street, 1972, 101 min.)
De Barry Shear. Com Anthony Quinn, Yaphet Kotto, Anthony Franciosa.

Uma dupla policial de Nova York persegue dois bandidos amadores que tentam roubar a máfia e com isso gerar uma guerra entre gangues. O sensacional tema musical de Bobby Womack para o filme foi utilizado por Quentin Tarantino em “Jackie Brown”.

TRUCK TURNER (Idem, 1974, 91 min.)
De Jonathan Kaplan. Com Isaac Hayes, Yaphet Kotto, Alan Weeks.

Após uma perseguição que termina na morte de um criminoso, o caçador de recompensas Truck passa a ser perseguido pela viúva da vítima. O cantor Isaac Hayes estrela esse clássico blaxploitation super estiloso.

DISCO 2:

COFFY: EM BUSCA DA VINGANÇA (Coffy, 1973, 91 min.)
De Jack Hill. Com Pam Grier, Booker Bradshaw, Robert DoQui.

Coffy é uma enfermeira que, após presenciar a morte de sua irmã mais nova por causa das drogas, sai pelas ruas em busca de vingança, caçando traficantes, policiais corruptos e cafetões. Um dos mais icônicos filmes do movimento blaxploitation.

O CHEFÃO DO GUETO (Black Caesar, 1973, 87 min.)
De Larry Cohen. Com Fred Williamson, Gloria Hendry, Art Lund.

A trajetória de Tommy Gibbs, um jovem negro que se torna um dos mais temidos chefes do crime em Manhattan, enfrentando a máfia italiana. Um dos melhores trabalhos do talentoso Larry Cohen (“Nasce um Monstro”).

EXTRAS:
* Documentário sobre Blaxploitation (29 min.)
* Especiais e trailers (39 min.)

BLAXPLOITATION VOL.2 – ED. LIMITADA COM 4 CARDs

Os filmes blaxploitation eram protagonizados e realizados por atores e diretores negros, ao som dos melhores artistas da soul music do período (Curtis Mayfield, Isaac Hayes, Marvin Gaye). Quatro deles estão reunidos na coleção com 2 discos e 4 cards.

DISCO 1:

RIFIFI NO HARLEM (Cotton Comes to Harlem, 1970, 97 min.)
De Ossie Davies. Com Godfrey Cambridge, Raymond St. Jacques, Calvin Lockhart.

Dois detetives investigam um reverendo envolvido em lavagem de dinheiro e outros crimes. Baseada em obra do escritor negro Chester Himes, essa mistura de humor e ação deu origem à onda blaxploitation.

O TERRÍVEL MISTER T (Trouble Man, 1972, 99 min.)
De Ivan Dixon. Com Robert Hooks, Paul Winfield, Ralph Waite.

Mister T é um homem durão que trabalha “resolvendo os problemas” no seu bairro, fazendo o trabalho que a polícia e os advogados não conseguem realizar. Clássico com trilha sonora icônica do genial Marvin Gaye.

DISCO 2:

FOXY BROWN (Idem, 1974, 92 min.)
De Jack Hill. Com Pam Grier, Antonio Fargas, Peter Brown.

A sensual Foxy Brown começa a trabalhar como prostituta de luxo para se vingar dos mafiosos que mataram seu namorado. A estrela Pam Grier – resgatada por Quentin Tarantino em “Jackie Brown” (1997) – reúne-se novamente com o diretor Jack Hill nessa“continuação” de “Coffy” (1973).

WILLIE DYNAMITE (Idem, 1974, 102 min.)
De Gilbert Moses. Com Roscoe Orman, Diana Sands, Thalmus Rasulala.

Um cafetão enfrenta a polícia e rivais nas violentas ruas de Manhattan. Mas uma velha amiga, agora assistente social, tenta fazê-lo mudar de vida. Com forte comentário social, esse é um dos clássicos esquecidos da blaxploitation.

EXTRAS:
* Especiais sobre Blaxploitation (49 min.)
* Trailers (8 min.)

EDIÇÃO LIMITADA COM 4 CARDs:

POLICIAL E SUSPENSE EM DUAS EDIÇÕES ESPECIAIS

EM AGOSTO, SEIS RARIDADES EM EDIÇÕES ESPECIAIS COM CARDS E EXTRAS: O POLICIAL “PROFISSÃO, LADRÃO“, ESTREIA NA DIREÇÃO DE CINEMA DO CELEBRADO MICHAEL MANN (“FOGO CONTRA FOGO”, “COLATERAL”) E – REUNIDOS NA COLEÇÃO “SERIAL KILLERS” – CINCO FILMES INÉDITOS, ENTRE PRODUÇÕES B E CULTS.

Previsão de entrega: 16/8

Previsão de entrega: 16/8

PROFISSÃO, LADRÃO

Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes, este policial neonoir foi aclamado pela crítica e pôs no mapa de Hollywood o nome de Michael Mann, que depois ganharia notoriedade como produtor executivo da série “Miami Vice” e, depois, diretor de longas indicados ao Oscar (“O Último dos Moicanos”, “O Informante”, “Colateral”).

000000000000

Na trama, um ladrão (James Caan, o Sonny Corleone de “O Poderoso Chefão”) decide mudar de vida. Especialista em roubar joias, resolve participar de um último golpe e aceita a proposta de uma quadrilha. Só que seus planos vão por água abaixo quando ele se vê envolvido numa rede de intrigas que põe em perigo sua vida.

EXTRAS:

* Entrevista com Michael Mann (24min.)
* Entrevista com James Caan (10 min.)
* Entrevista com Johannes Schmoelling (15min.) – músico da banda Tangerine Dream, responsável pela trilha do filme
* Trailer Original (2min.)

Previsão de entrega: 16/8

Previsão de entrega: 16/8

SERIAL KILLERS

Coleção com 3 DVDs + 5 Cards e quase 3 horas de extras.

São cinco filmes inéditos, a maioria cults e produções B para os fãs de terror e suspenses, todos sobre assassinos seriais. Quatro deles baseados em eventos verídicos. Há títulos perturbadores como “Confissões de um Necrófilo”, o aclamado “Henry – Retrato de um Assassino”, indicado ao Independent Spirit Awards, e o cult “Lua de Mel de Assassinos”, proibido em vários países.

DISCO 1:

HENRY – RETRATO DE UM ASSASSINO (Henry: Portrait of a Serial Killer, 1986, 82 min.)
De John McNaughton. Com Michael Rooker, Tracy Arnold e Tom Towles.

0000000000

Henry é um rapaz que sofre de um distúrbio que o leva a matar pessoas de formas bárbaras. Quando o colega e sua irmã, que também sofrem de perturbações psicológicas, descobrem seus feitos, são atraídos pela violência, ao mesmo tempo em se tornam vítimas em potencial.

Baseado na vida do serial killer Henry Lee Lucas, o filme foi o grande vencedor do Fantasporto em 1991, com quatro prêmios.

DERANGED – CONFISSÕES DE UM NECRÓFILO (Deranged, 1974, 83 min.)
De Jeff Gillen e Alan Ormsby. Com Roberts Blossom, Cosette Lee e Leslie Carlson.

222

Um homem vive na parte rural de Wisconsin ao lado de sua mãe dominadora. Após a morte dela, ele começa a cometer os crimes mais escabrosos que se pode imaginar. Inspirado no assasino em série (e canibal) Ed Gein, que deu origem ao Norman Bates de “Psicose” e ao Leatherface de “O Massacre da Serra Elétrica”.

DISCO 2:

LUA DE MEL DE ASSASSINOS (The Honeymoon Killers, 1969, 107 min.)
De Leonard Kastle. Com Shirley Stoler, Tony Lo Bianco e Mary Jane Higby.

3333

Baseado na história verídica de Raymond Fernandez e Martha Beck, que se encontraram por correspondência e depois começaram uma série de crimes. Enquanto Ray é selvagem e sedutor, Martha é carente e compulsiva. Juntos, começam a atrair mulheres para roubá-las e matá-las.

Produção de baixo orçamento (cerca de S$ 150 mil), “Lua de Mel de Assassinos” originalmente seria dirigido por Martin Scorsese, que saiu do projeto em razão de diferenças criativas com o produtor. Curiosamente, um dos filmes favoritos de François Truffaut.

O ESTRANGULADOR DE RILLINGTON PLACE (10 Rillington Place, 1971, 111 min.)
De Richard Fleischer. Com Richard Attenborough, John Hurt e Judy Geeson.

77777

A história real de John Christie (Richard Attenborough, diretor de “Gandhi”), serial killer que chocou a Inglaterra no início dos anos 1950. Marido de uma das vítimas – e vizinho do verdadeiro assassino – Tim Evans (John Hurt, indicado ao Bafta de ator coadjuvante) torna-se o único suspeito da onda de assassinatos.

DISCO 3:

O MANIACO (Maniac, 1980, 88 min.)
De William Lustig. Com Joe Spinell, Caroline Munro e Abigail Clayton.

888

Um assassino em série esquizofrênico persegue e mata várias jovens mulheres em Nova York, uma vingança em relação aos maus tratos que sofreu de sua própria mãe abusadora.

+ QUASE 3 HORAS DE EXTRAS:

* Entrevistas com Tom Savini, Scott Spiegel e Caroline Munro
* O inédito documentário “O Serial Killer – Henry Lee Lucas”
* Cenas deletadas de “Henry”
* Making of e muito mais!

INÉDITO NOS CINEMAS BRASILEIROS, “O HOMEM DE GELO” RETRATA A TRAJETÓRIA BRUTAL DE UM ASSASSINO REAL

O Homem de Gelo
(The Iceman, EUA, 2012, Cor, 105′)
California – Policial – 16 anos
Direção: Ariel Vromen
Elenco: Michael Shannon, Winona Ryder, Ray Liotta, Chris Evans, James Franco, David Schwimmer, Stephen Dorff

Sinopse: Para sua esposa e suas duas filhas, Richard Kuklinski é um pai de família amoroso, mas ele esconde um terrível segredo. Por quase três décadas, a partir dos anos 1950, Richard trabalhou como um dos assassinos de aluguel da família Gambino, ganhando o apelido de “Homem de Gelo” por esconder os corpos de suas vítimas em freezers.


Logo no início de O Homem de Gelo, Richard Kuklinski (Michael Shannon) é interrogado: “Se arrepende das coisas que fez?” A pergunta é a deixa para a trama voltar no tempo, mais especificamente para 1964, em Nova Jersey, quando o personagem tem seu primeiro encontro romântico com o amor de sua vida, Deborah (Winona Ryder, de Drácula de Bram Stoker).

Funcionário de um laboratório de filmes pornográficos, Richard é um típico sujeito de classe média, anda de ônibus e luta para sustentar a agora esposa Deborah e as duas filhas. Sem perspectivas profissionais, começa a trabalhar como guarda-costas para um cruel gângster (Ray Liotta, sempre ele) e começa a ascender financeiramente, fingindo ser um executivo do mercado financeiro enquanto ganha a vida cometendo assassinatos para a máfia.

“Alguém quer outra pessoa morta, quem sou eu para questionar isso?”, raciocina o cada vez mais letal assassino que, após um conflito interno dentro da organização criminosa, passa a trabalhar para outros contratantes.

Bem diferente da persona de galã em filmes como "Capitão América" e "Quarteto Fantástico", Chris Evans interpreta Mr. Freezy, um assassino de aluguel que trabalha disfarçado como vendedor de sorvete. Ele usa os freezers do carrinho de sorvete para transportar os corpos das vítimas e começa uma perigosa parceria com Richard, o "Homem de Gelo" vivido por Shannon, ator especializado em viver vilões ("O Homem de Aço", "Perigo por Encomenda") ou personagens mentalmente transtornados ("Apenas um SonhO", "O Abrigo", "Boardwalk Empire")

Bem diferente da persona de galã em filmes como “Capitão América” e “Quarteto Fantástico”, Chris Evans interpreta Mr. Freezy, assassino de aluguel que trabalha disfarçado como vendedor de sorvete. Ele usa os freezers do carrinho de sorvete para transportar os corpos das vítimas, e começa uma perigosa parceria com Richard, o “Homem de Gelo” vivido por Michael Shannon. O ator está se especializando em vilões (“O Homem de Aço”, “Perigo por Encomenda”) e personagens mentalmente transtornados (“Apenas um Sonho”, “O Abrigo”, “Boardwalk Empire”)

Sem o glamour de outras sagas policiais, O Homem de Gelo extrai boa parte de sua tensão da construção dos personagens e, em especial, da dualidade do protagonista que se revela um verdadeiro psicopata. Em um momento, ele recita um poema para a filha e enaltece o valor da família; no outro, mata com requintes de crueldade o seu alvo.

No elenco, Shannon compõe um personagem aterrador: indiferente e sem qualquer sentimento de culpa, ele revela seu descontrole emocional ao perseguir alguém que o ofendeu no trânsito, colocando sua família em pânico em uma sequência de arrepiar.

Dirigido pelo israelense Ariel Vromen (do inédito Danika), o filme é baseado no livro-reportagem The Iceman – The True Story of a Cold Blooded Killer, de Anthony Bruno, e no documentário para TV The Iceman Tapes – Conversations with a Killer, de Jim Thebaut.

CONFIRA TAMBÉM MAIS UM POLICIAL INÉDITO NOS CINEMAS:

03Em Busca de um Assassino
(Texas Killing Fields, EUA, 2011, Cor, 105′)
Direção: Ami Canaan Mann
Elenco: Sam Worthington, Jeffrey Dean Morgan, Jessica Chastain, Chloë Grace Moretz, Jason Clarke, Annabeth Gish, Sheryl Lee, Stephen Graham

Coproduzido por Michael Mann (Fogo Contra Fogo, Colateral) e dirigido por sua filha, Ami Canaan Mann, o thriller policial acompanha a caçada – baseada em fatos reais – da polícia do Texas a um assassino em série. Baseado em fatos reais, o filme apresenta atmosfera claustrofóbica e bom elenco, formado por Sam Worthington (Avatar), effrey Dean Morgan (Watchmen) e a onipresente Jessica Chastain (A Hora Mais Escura).