obras-primas do terror

EM NOVAS COLEÇÕES DA VERSÁTIL, OBRAS-PRIMAS DO TERROR + VAMPIROS

COM 3 DISCOS E 6 CARDS, O BOX “OBRAS-PRIMAS DO TERROR 7” REÚNE 6 CULTS DE DIFERENTES ÉPOCAS, INCLUINDO UMA NOVA VERSÃO DE “OS INOCENTES” – UM DOS FILMES FUNDAMENTAIS DO GÊNERO.

E não perca também os dois volumes de “Vampiros no Cinema”, com títulos icônicos como o “Nosferatu” de 1922, e raridades – entre elas, “Cronos”, de Guillermo Del Toro, e “Quando Chega a Escuridão”, de Kathryn Bigelow (premiada com o Oscar por “Guerra ao Terror”).

OBRAS-PRIMAS DO TERROR VOL. 7 – ED. LIMITADA COM 6 CARDS

No formato digistack, o box com 3 DVDs reúne uma ótima seleção, com inédita versão restaurada de “Os Inocentes” – considerado um dos maiores filmes de terror de todos os tempos –, o original filme japonês “Kairo” e o drama de horror psicológico inglês “Sintomas”.

Edição Limitada com 6 cards e quase uma hora e meia de extras.

DISCO 1:

OS INOCENTES (The Innocents, 1961, 100 min.)
De Jack Clayton. Com Deborah Kerr, Peter Wyngarde, Megs Jenkins.

Uma governanta, que cuida de duas crianças, acredita que a casa onde moram é assombrada por fantasmas. Com roteiro de Truman Capote, essa obra-prima é baseada no clássico “A Outra Volta do Parafuso”, de Henry James.

UM GRITO DE PAVOR (Taste of Fear/Scream of Fear, 1961, 81 min.)
De Seth Holt. Com Susan Strasberg, Ann Todd, Christopher Lee.

Após sofrer acidente, jovem paralítica volta à casa da família e fica aterrorizada ao ver o corpo do falecido pai pela propriedade. Filme favorito de Christopher Lee, esse terror psicológico é uma das melhores produções da Hammer.

DISCO 2:

KAIRO (Pulse, 2001, 119 min.)
De Kiyoshi Kurosawa. Com Haruhiko Kato, Kumiko Aso, Koyuki.

Dois grupos descobrem evidências que sugerem que espíritos podem estar tentando invadir o mundo através da internet. Uma obra original e desconcertante do japonês Kiyoshi Kurosawa (“A Cura”), um dos mestres do J-Horror.

SINTOMAS (Symptoms, 1974, 92 min.)
De José Ramón Larraz. Com Angela Pleasence, Peter Vaughan, Lorna Heilbron.

Uma jovem é convidada pela amiga para passar uma temporada em sua casa de campo na Inglaterra. Mas tanto a casa como a amiga não são o que parecem ser. Fascinante terror psicológico do espanhol José Ramón Larraz (de “As Filhas de Drácula”).

DISCO 3:

A MANSÃO DA MEIA-NOITE (House of the Long Shadows, 1983, 102 min.)
De Peter Walker. Com Vincent Price, Christopher Lee, Peter Cushing.

Um escritor vai para uma remota mansão com o desafio de escrever um romance em 24 horas. Ao chegar, conhece os estranhos moradores do local. Ótimo terrir que reúne os monstros sagrados Vincent Price, Christopher Lee e Peter Cushing.

CALAFRIO (Willard, 1970, 95 min.)
De Daniel Mann. Com Bruce Davison, Elsa Lanchaster, Sondra Locke.

Um tímido e problemático rapaz ensina seus ratos de estimação a atacar seus inimigos. Refilmado em 2003 como “A Vingança de Willard”, esse cult-movie inspirou diversos outros filmes de terror com animais assassinos.

EXTRAS:
* Especiais sobre os filmes (80 min.)
* Trailers (9 min.)

EDIÇÃO LIMITADA COM 6 CARDs:

VAMPIROS NO CINEMA

No formato digistack, o DVD duplo reúne 4 clássicos de vampiro, todos em versões restauradas, além de mais de duas horas de extras, incluindo documentários e depoimento de Guillermo Del Toro.

DISCO 1:

NOSFERATU (“Nosferatu, eine Symphonie des Grauens”, 1922, 96 min.)
De F. W. Murnau. Com Max Schreck e Greta Schröder.

A obra-prima de Murnau é apresentada em inédita versão restaurada, acompanhada de um excelente documentário sobre a produção.

CRONOS (Idem, 1993, 92 min.)
De Guillermo Del Toro. Com Federico Luppi e Ron Perlman.

Cultuada estreia de Guillermo Del Toro (de “O Labirinto do Fauno”) na direção, “Cronos” é um filme de vampiro sombrio e muito original.

DISCO 2:

QUANDO CHEGA A ESCURIDÃO (“Near Dark”, 1987, 94 min.)
De Kathryn Bigelow. Com Jenny Wright, Lance Henriksen e Bill Paxton.

Após ser mordido por uma garota, o filho de um fazendeiro entra para um grupo de vampiros que viaja pelos EUA atrás de sangue fresco. Direção de Kathryn Bigelow (“Guerra ao Terror”).

A NOITE DOS DEMÔNIOS (“La Notte dei Diavoli”, 1972, 93 min.)
De Giorgio Ferroni. Com Gianni Garko e Agostina Belli.

Brilhante adaptação do conto que deu origem ao episódio “O Wurdalak” de “As Três Máscaras do Terror”, de Mario Bava.

EXTRAS:
* Documentário “Nosferatu – a Linguagem das Sombras” (53 min.)
* Trailers (5 min.)
* Cena excluída de “Quando Chega a Escuridão” (2 min.)
* Making of de “Quando Chega a Escuridão” (47 min.)
* Depoimento de Guillermo Del Toro (17 min.)

VAMPIROS NO CINEMA VOL. 2 – ED. LIMITADA COM 4 CARDS

DVD duplo com 4 clássicos filmes de vampiro da década de 1970, todos em inéditas versões restauradas, além de uma hora de extras, incluindo especiais sobre os filmes.

DISCO 1:

BLACULA, O VAMPIRO NEGRO (Blacula, 1972, 93 min.)
De William Crain. Com William Marshall, Vonetta McGee, Denise Nicholas.

Um antigo príncipe africano, que foi transformado em vampiro pelo próprio Drácula, vai parar na Los Angeles dos anos 1970. Cult vampiresco da Blaxploitation com atuação icônica de William Marshall como o vampiro negro.

NAS SOMBRAS DA NOITE (House of Dark Shadows, 1970, 97 min.)
De Dan Curtis. Com Jonathan Frid, Grayson Hall, Kathryn Leigh Scott.

Após séculos, o vampiro Barnabas Collins é acidentalmente libertado de seu caixão e passa a conviver com seus descendentes na mansão da família. Primeiro filme baseado em uma série de TV, refilmado depois como “Sombras da Noite” (2012) por Tim Burton.

DISCO 2:

CAPITÃO KRONOS – O CAÇADOR DE VAMPIROS (Captain Kronos – Vampire Hunter, 1974, 90 min.)
De Brian Clemens. Com Horst Janson, John Carson, Shane Briant.

Um ex-soldado espadachim e seu assistente corcunda caçam vampiros nesta fantasia de época. Incompreendido na época de seu lançamento, essa inventiva produção tardia da Hammer se tornou um cult-movie com o tempo.

CONDE YORGA, VAMPIRO (Count Yorga, Vampire, 1970, 93 min.)
De Bob Kelljan. Com Robert Quarry, Roger Perry, Michael Murphy.

Um casal convida um imigrante para fazer uma reunião mediúnica para contatar um parente falecido, sem saber que o convidado é um vampiro. Com atuação memorável de Robert Quarry, esse é um dos filmes de vampiro mais originais dos anos 1970.

EXTRAS:
* Especiais (49 min.)
* Trailers (10 min.)

EDIÇÃO LIMITADA COM 4 CARDs:

E VEJA TAMBÉM:

OS VAMPIROS DE SALEM

Dirigida pelo especialista Tobe Hooper (de “O Massacre da Serra Elétrica”), a minissérie é baseada em “A Hora do Vampiro” (1975), o segundo romance de Stephen King. No elenco, estão David Soul (da série “Starsky & Hutch – Justiça em Dobro”) e James Mason (“Cinco Dedos”).

Quando menino, Ben Mears ficou traumatizado com os horrores escondidos na mansão Marsten, localizada em sua cidade natal, Salem’s Lot. Agora adulto e escritor, Ben resolve voltar à cidade para escrever um livro sobre a mansão, a fim de superar seus antigos medos. Mas ele não desconfia que agora a mansão seja habitada por vampiros.

Com ótima direção de Hooper, atmosfera de terror muito bem construída e diversas cenas antológicas, “Os Vampiros de Salem” é mais uma adaptação da obra de King que merece ser conhecida, especialmente pelos fãs do escritor de “Carrie” e “O Iluminado”.

NOVOS VOLUMES DE “OBRAS-PRIMAS DO TERROR” + PROMOÇÃO

MUITOS SUSTOS, SERES FANTÁSTICOS E NOVIDADES EM DUAS NOVAS COLEÇÕES DA VERSÁTIL NA 2001: “OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.5” – DEDICADO AO CINEMA DE HORROR NIPÔNICO – E O VOLUME 6, EDIÇÃO LIMITADA INCLUINDO 6 CARDS.

Lançamento na 2001 com valor promocional (por tempo limitado – ou enquanto durarem os estoques)

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.5

Coleção com 3 discos reunindo 6 cults do cinema japonês, destaque para o desconcertante “Audição” (que estampa a capa do box), de Takashi Miike, e o psicodélico “Hausu” (mais conhecido como “House”).

Todos os filmes em inéditas versões restauradas, além de quase duas horas de extras.

DVD 1:

AUDIÇÃO (Odishon/Audition, 1999, 115 min.)
De Takashi Miike. Com Ryo Ishibashi, Eihi Shiina, Tetsu Sawaki.

Após a morte da esposa, um executivo é convidado pelo amigo cineasta a participar da escolha de uma atriz. O viúvo se interessa por uma bela e misteriosa candidata. Um dos filmes mais chocantes das últimas décadas – e um dos favoritos de Quentin Tarantino.

HAUSU (Idem, 1977, 88 min.)
De Nobuhiko Obayashi. Com Kimiko Ikegami, Miki Jinbo, Kumiko Ohba.

Garota briga com o pai e vai passar as férias com suas amigas na casa da tia, porém a casa é mal assombrada. Delirante, absurdo e psicodélico, esse cult-movie é um terror que desafia qualquer descrição.

DISCO 2:

A CURA (Cure/Kyua, 1997, 111 min.)
De Kiyoshi Kurosawa. Com Masato Hagiwara, Koji Yakusho e Tsuyoshi Ujiki.

Um policial complexado investiga uma série de crimes violentos praticados por pessoas que não se lembram do que fizeram. Elogiado por Martin Scorsese e Bong Joon Ho (“O Hospedeiro”), este terror psicológico tem direção do premiado Kiyoshi Kurosawa (“Kairo”).

INFERNO (Jigoku, 1960, 98 min.)
De Nobuo Nakagawa. Com Shigeru Amachi, Utako Mitsuya, Yoichi Numata.

Um grupo de pecadores envolvidos em casos interligados de assassinato, vingança e adultério encontram- se nos Portões do Inferno. Chocante, original e poético, “Inferno” é a obra máxima de Nobuo Nakagawa, o pai do terror japonês.

DISCO 3:

ONIBABA – A MULHER DEMÔNIO (Onibaba, 1964, 102 min.)
De Kaneto Shindo. Com Nobuko Otowa, Jitsuko Yoshimura, Kei Sato.

Japão, século XIV. Duas mulheres vivem de matar samurais e vender seus pertences. Porém, um dia uma delas encontra um misterioso samurai com uma máscara bizarra. Obra-prima do mestre Kaneto Shindo (“A Ilha Nua”) – e um dos filmes de referência de William Friedkin (“O Exorcista”).

O GATO PRETO (Yabu no Naka no Kuroneko, 1968, 99 min.)
De Kaneto Shindo. Com Kichiemon Nakamura, Nobuko Otowa, Kei Sato.

No Japão medieval, um espírito vingativo mata samurais em um vilarejo. Enviado para enfrentar essa força invisível, um famoso guerreiro terá que enfrentar seus demônios. Poético e atmosférico conto de terror do diretor de “Onibaba”.

EXTRAS:
* Depoimentos de diretores e críticos (81 min.)
* Trailers (13 min.)

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.6

Caixa digistack com 3 DVDs que reúne seis clássicos inéditos de horror dirigidos ou produzidos por nomes lendários do gênero como Val Lewton, Brian Yuzna, William Castle, Dan Curtis e Narciso Ibáñez Serrador. Todos os filmes em versões restauradas e acompanhados por uma hora e meia de extras.

Edição Limitada com 6 cards.

DISCO 1:

A ILHA DAS ALMAS SELVAGENS (Island of Lost Souls, 1932, 70 min.)
De Erle C. Kenton. Com Charles Laughton, Bela Lugosi, Richard Arlen.

Cientista obcecado conduz macabras experiências genéticas numa remota ilha do Oceano Pacífico. Primeira adaptação de “A Ilha do Dr. Moreau”, de H. G. Wells, e um clássico do cinema de horror dos anos 1930.

A SOCIEDADE DOS AMIGOS DO DIABO (Society, 1989, 99 min.)
De Brian Yuzna. Com Billy Warlock, Devin DeVasquez, Evan Richards.

Um adolescente desconfia que sua família faça parte de um culto grotesco formado pela elite da sociedade local. Estreia do famoso produtor Brian Yuzna (“Re-Animator”) na direção, esse cult do body horror é uma cáustica sátira social.

DISCO 2:

A MANSÃO MACABRA (Burnt Offerings, 1976, 106 min.)
De Dan Curtis. Com Karen Black, Oliver Reed e Burgess Meredith.

Uma família se muda para uma velha mansão assombrada, que se alimenta de seus habitantes. Filme de casa assombrada dirigido pelo especialista Dan Curtis (“Sombras da Noite”).

A SÉTIMA VÍTIMA (The Seventh Victim, 1943, 71 min.)
De Mark Robson. Com Kim Hunter, Tom Conway, Jean Brooks.

Uma mulher em busca da irmã desaparecida descobre um culto satânico no coração de Nova York. Parte do lendário ciclo de filmes de terror do produtor Val Lewton (“Sangue de Pantera”, “O Túmulo Vazio”).

DISCO 3:

INTERNATO DERRADEIRO (La Residencia/The House that Screamed, 1969, 104 min.)
De Narciso Ibañez Serrador. Com Lili Palmer, Cristina Galbó, John Moulder-Brown.

França, século XIX. Jovens estudantes de um internato isolado começam a desaparecer em circunstâncias misteriosas. Precursor de “Suspiria”, esse clássico do horror europeu tem direção do mestre Narciso Ibañez Serrador (“Os Meninos”).

A MÁSCARA DO HORROR (Mr. Sardonicus, 1960, 90 min.)
De William Castle. Com Ronald Lewis, Audrey Dalton, Guy Rolfe.

Desesperado para recuperar um bilhete de loteria vitorioso, um barão ganancioso desenterra o corpo do pai e se torna vítima de uma maldição. Filme favorito do lendário produtor William Castle (“A Casa dos Maus Espíritos”).

EXTRAS:
* Entrevistas (47 min.)
* Especiais (22 min.)
* Trailers (14 min)

EDIÇÃO LIMITADA COM 6 CARDs:

COMPLETE SUA COLEÇÃO

(Em promoção por tempo limitado):

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.1

DISCO 1:
O CHICOTE E O CORPO
A ORGIA DA MORTE

DISCO 2:
O TÚMULO VAZIO
NA SOLIDÃO DA NOITE

DISCO 3:
A NOITE DO DEMÔNIO
A ALDEIA DOS AMALDIÇOADOS

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.2

DISCO 1:
O CICLO DO PAVOR
LISA E O DIABO

DISCO 2:
A MANSÃO DO INFERNO
MARTIN

DISCO 3:
PELO AMOR E PELA MORTE
TERROR NAS TREVAS

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.3

DISCO 1:
BANHO DE SANGUE
A INOCENTE FACE DO TERROR

DISCO 2:
OS MENINOS
CARNAVAL DE ALMAS

DISCO 3:
FARSA TRÁGICA
MAGIA NEGRA

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.4

DISCO 1:
A ESPINHA DO DIABO
SOB O PODER DA MALDADE

DISCO 2:
A CASA DO CEMITÉRIO
A FILHA DE SATÃ

DISCO 3:
NASCE UM MONSTRO
SCHOCK

NOVIDADES DA VERSÁTIL: GIALLOS E OUTROS CLÁSSICOS DO TERROR E SUSPENSE

A VERSÁTIL RESGATA MAIS CLÁSSICOS DO CINEMA DE HORROR EM DUAS COLEÇÕES IMPERDÍVEIS PARA OS FÃS DO GÊNERO: “OBRAS-PRIMAS DO TERROR 3“, QUE INCLUI O CULT “MAGIA NEGRA” (ESTRELADO POR ANTHONY HOPKINS) E O SURPREENDENTE ” A INOCENTE FACE DO TERROR”, E O DVD DUPLO “GIALLO“,  COM QUATRO EXEMPLARES DO CELEBRADO (E VIOLENTO) ESTILO DE SUSPENSE ITALIANO.

Obras-Primas do Terror 3 3D

OBRAS-PRIMAS DO TERROR 3

Mais um volume da coleção de grande sucesso da versátil, trazendo 6 clássicos inéditos dirigidos por grandes mestres do horror como Mario Bava, Jacques Tourneur e Narciso Ibañez Serrador. Todos os filmes em versões restauradas, além de uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 6 cards.

DISCO 1:

BANHO DE SANGUE (“A Bay of Blood/Reazione a Catena”, 1971)
De Mario Bava. Com Claudine Auger, Claudio Volonté e Laura Betti.

A disputa por uma propriedade em uma baía dá início a um banho de sangue que não poupará ninguém. Polêmica e sangrenta obra-prima do mestre Mario Bava que foi precursora dos filmes slasher. Também conhecido como “A Mansão da Morte”.

A INOCENTE FACE DO TERROR (“The Other”, 1972, 100 min.)
De Robert Mulligan. Com Uta Hagen, Diana Muldaur, Chris e Martin Udvarnoky.

Thriller de horror psicológico ambientado no meio rural, "A Outra Face do Terror" é um dos filmes mais perturbadores sobre a perversidade infantil

Thriller de horror psicológico ambientado no meio rural, “A Outra Face do Terror” é um dos filmes mais perturbadores sobre a perversidade infantil

Interior dos Estados Unidos, anos 30. Dois meninos, gêmeos idênticos, são a fonte de estranhos acontecimentos que colocam em perigo a vida daqueles que os cercam. Obra-prima do terror psicológico dirigida por Robert Mulligan (“O Sol é para todos”).

DISCO 2:

OS MENINOS (“¿Quién puede matar a un niño?”, 1976)
De Narciso Ibañez Serrador. Com Lewis Fiander e Prunella Ransome.

Um casal de turistas ingleses chega a uma ilha onde todas as crianças ficaram loucas e estão assassinando os adultos. Obra-prima do horror espanhol dirigida por Narciso Ibañez Serrador (“Internato Derradeiro”).

CARNAVAL DE ALMAS (“Carnival of Souls”, 1962, 83 min.)
De Herk Harvey. Com Candace Hilligoss, Frances Feist e Sidney Berger.

Após um traumático acidente, uma mulher fica fascinada por um parque abandonado. Lendário filme B americano que se tornou um dos maiores cult-movies de horror de todos os tempos. Conhecido também como “O Parque Macabro”.

DISCO 3:

MAGIA NEGRA (“Magic”, 1978, 107 min.)
De Richard Attenborough. Com Anthony Hopkins, Ann-Margret e Burgess Meredith.

Antes da consagração por "O Silêncio dos Inocentes" no início dos anos 90, Anthony Hopkins estrelou "Magia Negra", em que interpreta não apenas o protagonista, mas também a voz de seu boneco de ventríloquo.

Antes da consagração por “O Silêncio dos Inocentes” no início dos anos 90, Anthony Hopkins estrelou “Magia Negra”, em que interpreta não apenas o protagonista, mas também a voz de seu boneco de ventríloquo.

Anthony Hopkins, em grande atuação, é o talentoso, mas perturbado ventríloquo que se esconde por trás da forte personalidade de seu maligno boneco Fats. Assustador terror psicológico dirigido pelo premiado Richard Attenborough (de “Gandhi”). Também conhecido como “Um Passe de Mágica”.

FARSA TRÁGICA (“The Comedy of Terrors”, 1963, 83 min.)
De Jacques Tourneur. Com Vincent Price, Peter Lorre, Boris Karloff e Basil Rathbone.

Para poder pagar dívidas, um coveiro começa a matar pessoas a fim de obter novos “clientes”. Com muito humor negro, o mestre Jacques Tourneur (“Sangue de Pantera”) reúne monstros sagrados do cinema de horror.

Promoçao-Especial-Terror-3

EXTRAS INCLUÍDOS NA COLEÇÃO: Documentário sobre “Banho de Sangue” (25 min.), depoimento de Joe Dante sobre “Banho de Sangue” (12 min.), trailers americanos de “Banho de Sangue” (6 min.), depoimento de Narciso Ibañez Serrador (9 min.), trailers dos outros filmes (11 min.), depoimento de Richard Matheson sobre “Farsa Trágica” (10 min.), especial sobre Jacques Tourneur (16 min.) e entrevista com Anthony Hopkins (6 min).

Giallo 3D

GIALLO

No formato digistack, o DVD duplo reúne 4 clássicos inéditos, dirigidos pelos maiores mestres do gênero: Mario Bava, Dario Argento, Lucio Fulci e Sergio Martino, além de uma hora de extras.

DISCO 1:

SEIS MULHERES PARA O ASSASSINO (“Sei donne per l’assassino”, 1964)
De Mario Bava. Com Cameron Mitchell, Eva Bartok, Thomas Reiner.

Em Roma, um misterioso assassino mascarado mata lindas modelos. Após fundar o giallo com “A Garota que Sabia Demais”, o mestre Mario Bava (“A Maldição do Demônio”) realiza uma influente obra-prima que codifica as convenções do gênero.

TENEBRE (“Tenebrae”, 1982, 106 min.)
De Dario Argento. Com Anthony Franciosa, Christian Borromeo, Mirella D’Angelo.

tenebrae_1351656491_crop_550x297

Dirigido por aquele que é considerado o maior mestre do cinema “giallo”, “Tenebre” é um dos últimos grandes trabalhos de Dario Argento

Escritor chega à Roma para promover seu livro, mas descobre que alguém está usando seus romances como inspiração para cometer assassinatos. Sangrento e metalinguístico, esse giallo é uma das obras-primas de Dario Argento, o maior diretor do gênero.

DISCO 2:

O ESTRANHO VÍCIO DA SRA. WARDH (“Lo Strano Vizio della Signora Wardh”, 1971)
De Sergio Martino. Com George Hilton e Edwige Fenech.

Julie Wardh, de volta a Viena com seu marido diplomata Neil, encontra a cidade aterrorizada por um maníaco assassino. Primeiro giallo de Sergio Martino (“Torso”), um especialista no gênero.

O SEGREDO DO BOSQUE DOS SONHOS (“Non si Sevizia um Paperino”, 1972)
De Lucio Fulci. Com Florinda Bolkan, Barbara Bouche e Tomas Milian.

Em um vilarejo italiano, estranhos assassinatos de crianças aterrorizam a população, levando grande número de policiais e jornalistas ao local. Obra-prima do mestre Lucio Fulci (“Terror nas Trevas”) com a atriz brasileira Florinda Bolkan (de “Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita”).

Edição Limitada com 6 cards.

Promoçao-Especial-Giallo-01

EXTRAS INCLUÍDOS NA COLEÇÃO: Análises de “Seis Mulheres para o Assassino” (22 min.),créditos americanos de “Seis Mulheres” (2 min.), trailers (12 min.), documentário sobre “Tenebre” (26 min.) e Sergio Martino no Festival de Veneza (3 min).

MISTÉRIO E SUSTOS NUMA INCRÍVEL PROMOÇÃO DA VERSÁTIL

promocao_terrorsuspense

Promoção por tempo limitado – ou enquanto durarem os estoques

FÃS DO CINEMA DE HORROR E SUSPENSE NÃO PODEM PERDER, PELA PRIMEIRA VEZ EM PROMOÇÃO, NOVE CLÁSSICOS COM 50% OFF* NA 2001:

O SOLAR DAS ALMAS PERDIDAS

01

Com direção de Lewis Allen (de “Meu Ofício é Matar”), a produção tem no elenco Ray Milland – vencedor do Oscar de melhor ator por “Farrapo Humano” –, além de famosa trilha sonora de Victor Young (Sansão e Dalila). Em versão restaurada com quase uma hora de extras, incluindo uma análise do filme à luz do Espiritismo, o filme renovou o gênero da casa mal assombrada, ao abordar com seriedade o sobrenatural.

A QUEDA DA CASA DE USHER

Vincent Price in House of Usher, 1960.

Também conhecido como “O Solar Maldito”, é o primeiro filme do lendário ciclo de adaptações da obra de Edgar Allan Poe realizado por Roger Corman (“A Orgia da Morte”), o mestre do filme B, e que conta no elenco com Vincent Price, um dos ícones do cinema de horror. Nos extras, confira a versão muda surrealista do conto de Poe dirigida por Jean Epstein e coescrita por Luis Buñuel. Pela primeira vez em DVD no Brasil.

A HORA DO LOBO

03

Uma das grandes obras-primas do mestre Ingmar Bergman e seu único filme de horror. Edição especial com vários extras, incluindo making of e entrevistas com Erland Josephson e Liv Ullman. Na trama, o pintor Johan e sua esposa grávida, Alma, retiram-se para uma ilha isolada; enquanto ele é consumido por demônios do passado e por constantes alucinações, ela tenta ajudá-lo a manter a sanidade e controlar sua obra.

INVERNO DE SANGUE EM VENEZA

04

Um dos melhores filmes de terror da história do cinema, o cult movie é mais um rebuscado trabalho de Nicolas Roeg, diretor de filmes marcados pela experimentação visual e pela contracultura dos anos 1960 e 70, como “Performance” e “O Homem que Caiu na Terra”. Nos extras, depoimentos de Allan Scott, Donald Sutherland e Danny Boyle, somando 55 minutos; versão curta do filme, por Boyle (5’) e making of (20’).

O COLECIONADOR

05

Adaptado do romance de John Fowles, o filme concorreu aos Oscar de melhor direção (William Wyler), atriz (Samantha Eggar) e roteiro adaptado, abordando com sensibilidade o tradicional enredo de thriller. Na trama, o jovem Freddie (Terence Stamp) é um colecionador de borboletas que sequestra Miranda, uma bela estudante de arte. Uma história delicada ao som de bela trilha sonora de Maurice Jarre.

A TORTURA DO MEDO

06

Dirigido pelo mestre Michael Powell, o clássico “Peeping Tom” (título original) desconcertou a crítica em seu lançamento, meses antes de “Psicose”. Mal recebido na época, em virtude de seu conteúdo ousado – bem distante dos trabalhos anteriores do diretor de “Sapatinhos Vermelhos” –, o filme ganhou status de cult com o tempo, tornando-se um dos mais profundos estudos do voyeurismo e da psicopatia no cinema.

O MENSAGEIRO DO DIABO

07

O único filme dirigido pelo grande ator Charles Laughton (“Testemunha de Acusação”), em versão restaurada com uma hora de vídeos extras, incluindo making of. O astro Robert Mitchum brilha como o reverendo Harry Powell, um misterioso “pastor” que, com as palavras “ódio” e “amor” tatuadas nos dedos das mãos, percorre o interior dos Estados Unidos, aplicando golpes e deixando um rastro de viúvas mortas pelo caminho.

SOB O DOMÍNIO DO MEDO

08

Um dos filmes mais polêmicos da história do cinema, o clássico de Sam Peckinpah (de “Os Implacáveis”) chocou o público com a sua explosão de violência e uma controversa cena de estupro protagonizada por Susan George. Indicado ao Oscar em 1972, saiu em DVD numa versão restaurada com mais de 1 hora de extras, incluindo entrevistas esclarecedoras de Susan e Dustin Hoffman, além de bastidores.

NOSFERATU (1979)

09

Refilmagem do clássico expressionista do mestre W. F. Murnau dirigida com maestria por Werner Herzog (de “O Enigma de Kaspar Hauser”). A partir do clássico “Drácula” de Bram Stoker, o cineasta alemão narra a jornada de Jonathan Harker (Bruno Ganz) pelo reino de horror do Conde Drácula (Klaus Kinski), um maligno vampiro obcecado pela esposa de Harker, a bela Lucy (Isabelle Adjani). Versão restaurada, com muitos extras.

E VEJA TAMBÉM, EM PROMOÇÃO NA 2001: 

OBRAS-PRIMAS DO TERROR

DISCO 1:

O CHICOTE E O CORPO (La frusta e il corpo, 1963)
De Mario Bava. Com Christopher Lee e Daliah Lavi.

A ORGIA DA MORTE (The masque of the red death, 1964)
De Roger Corman. Com Vincent Price e Jane Asher.

DISCO 2:

O TÚMULO VAZIO (The body snatcher, 1945)
De Robert Wise. Com Bela Lugosi, Boris Karloff e Henry Daniell.

NA SOLIDÃO DA NOITE (Dead of night, 1945)
De Alberto Cavalcanti e outros. Com Michael Redgrave e Mervyn Johns.

DISCO 3:

A NOITE DO DEMÔNIO (Night of the demon, 1957)
De Jacques Tourneur. Com Dana Andrews e Peggy Cummings.

A ALDEIA DOS AMALDIÇOADOS (Village of the damned, 1960)
De Wolf Rilla. Com George Sanders e Barbara Shelley.

10649449_802092579847935_6998303698150094449_n

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.2

DISCO 1:

O CICLO DO PAVOR (Operazione Paura, 1966)
De Mario Bava. Com Giacomo Rossi­Stuart e Erika Blanc.

LISA E O DIABO (Lisa e il Diavolo, 1973)
De Mario Bava. Com Elke Sommer, Telly Savalas e Sylva Koscina.

DISCO 2:

A MANSÃO DO INFERNO (Inferno, 1980)
De Dario Argento. Com Leigh McCloskey, Irene Miracle e Eleonora Giorgi.

MARTIN (Idem, 1976)
De George Romero. Com John Amplas, Lincoln Maazel e Christine Forrest.

DISCO 3:

PELO AMOR E PELA MORTE (Dellamorte Dellamore, 1993)
De Michele Soavi. Com Rupert Everett e François Hadji­Lazaro.

TERROR NAS TREVAS (…E tu vivrai nel terrore! L’aldilà, 1981)
De Lucio Fulci. Com Catriona MacColl, David Warbeck e Cinzia Monreale.

SUSPENSE E TERROR É COM A VERSÁTIL!

ALÉM DAS BELÍSSIMAS EDIÇÕES DE “OBRAS-PRIMAS DO TERROR”, A VERSÁTIL CAPRICHA MAIS UMA VEZ COM TRÊS LANÇAMENTOS: “ARMADILHA MORTAL“, A COLEÇÃO “VAMPIROS NO CINEMA” E A MINISSÉRIE “OS VAMPIROS DE SALEM“.

ARMADILHA MORTAL

010

Dirigido pelo mestre Sidney Lumet (de “Serpico” e “Rede de Intrigas”), o filme é baseado numa peça do escritor Ira Levin (autor de “O Bebê de Rosemary”) e traz no elenco os astros Michael Caine (“O Homem que Queria Ser Rei”) e Christopher Reeve (“Em Algum Lugar do Passado”) num duelo de interpretação.

Na trama, um especialista em peças de mistério, o renomado dramaturgo Sidney Bruhl (Caine), amarga uma fase de decadência. Ao receber a primeira peça de um jovem autor, a qual considera genial, Sidney planeja com a esposa convidar o rapaz para visitar sua casa, a fim de matá-­lo e se apropriar de sua peça. É o início de uma trama surpreendente, repleta de reviravoltas.

Metalinguístico e mordaz, “Armadilha Mortal” é um verdadeiro tour de force de Lumet e seus atores, ao estilo teatral do clássico “Trama Diabólica” (1972), de Joseph L. Mankiewicz.

VAMPIROS NO CINEMA

unnamed

No formato digistack, o DVD duplo reúne 4 clássicos de vampiro, todos em versões restauradas, além de mais de duas horas de extras, incluindo documentários e depoimento de Guillermo Del Toro.

DISCO 1:

NOSFERATU (“Nosferatu, eine Symphonie des Grauens”, 1922)
De F. W. Murnau. Com Max Schreck e Greta Schröder.

A obra-prima de Murnau é apresentada em inédita versão restaurada, acompanhada de um excelente documentário sobre a produção.

CRONOS (Idem, 1993)
De Guillermo Del Toro. Com Federico Luppi e Ron Perlman.

Cultuada estreia de Guillermo Del Toro (de “O Labirinto do Fauno”) na direção, “Cronos” é um filme de vampiro sombrio e muito original.

DISCO 2:

QUANDO CHEGA A ESCURIDÃO (“Near Dark”, 1987)
De Kathryn Bigelow. Com Jenny Wright, Lance Henriksen e Bill Paxton.

Após ser mordido por uma garota, o filho de um fazendeiro entra para um grupo de vampiros que viaja pelos EUA atrás de sangue fresco. Direção de Kathryn Bigelow (“Guerra ao Terror”).

A NOITE DOS DEMÔNIOS (“La Notte dei Diavoli”, 1972)
De Giorgio Ferroni. Com Gianni Garko e Agostina Belli.

Brilhante adaptação do conto que deu origem ao episódio “O Wurdalak” de “As Três Máscaras do Terror”, de Mario Bava.

EXTRAS: Documentário “Nosferatu – a Linguagem das Sombras” (53 min.), Trailers (5 min.), Cena excluída de “Quando Chega a Escuridão” (2 min.), Making of de “Quando Chega a Escuridão” (47 min.), Depoimento de Guillermo Del Toro (17 min.)

OS VAMPIROS DE SALEM

00

Dirigida pelo especialista Tobe Hooper (de “O Massacre da Serra Elétrica”), a minissérie é baseada em “A Hora do Vampiro” (1975), o segundo romance de Stephen King. No elenco, estão David Soul (da série “Starsky & Hutch – Justiça em Dobro”) e James Mason (“Cinco Dedos”).

Quando menino, Ben Mears ficou traumatizado com os horrores escondidos na mansão Marsten, localizada em sua cidade natal, Salem’s Lot. Agora adulto e escritor, Ben resolve voltar à cidade para escrever um livro sobre a mansão, a fim de superar seus antigos medos. Mas ele não desconfia que agora a mansão seja habitada por vampiros.

Com ótima direção de Hooper, atmosfera de terror muito bem construída e diversas cenas antológicas, “Os Vampiros de Salem” é mais uma adaptação da obra de King que merece ser conhecida, especialmente pelos fãs do escritor de “Carrie” e “O Iluminado”.

E VEJA TAMBÉM: 

ZUMBIS NO CINEMA

00

DVD duplo com 4 dos maiores filmes de zumbi de todos os tempos, todos em inéditas versões restauradas, além de uma hora de extras, incluindo entrevistas com os diretores.

DISCO 1:

A NOITE DOS MORTOS VIVOS (“Night of the Living Dead”, 1968)
De George A. Romero. Com Duane Jones e Judith O’Dea.

NÃO SE DEVE PROFANAR O SONO DOS MORTOS (“No profanar el sueño de los muertos”, 1974)
De Jorge Grau. Com Cristina Galbó, Ray Lovelock e Arthur Kennedy.

DISCO 2:

A NOITE DO TERROR CEGO (“La Noche del Terror Ciego”, 1972)
De Armando de Ossorio. Com César Burner e Lone Fleming.

A NOITE DOS ARREPIOS (“Night of the Creeps”, 1986)
De Fred Dekker. Com Jason Lively, Tom Atkins e Steve Marshall.

A ARTE DE MARIO BAVA

A-Arte-de-Mario-Bava-3D1

Além dos volumes 1 e 2 de “OBRAS-PRIMAS DO TERROR“, os fãs do cinema de horror podem conhecer o trabalho de um dos maiores cineastas do gênero, Mario Bava. No formato digistack, o DVD duplo reúne quatro obras-primas em versões restauradas do visionário diretor italiano, além de quase duas horas de extras, incluindo um documentário com depoimentos de Tim Burton, Joe Dante e John Carpenter.

ATENÇÃO: Edição Limitada com 4 cards.

DISCO 1:

A MALDIÇÃO DO DEMÔNIO (“La Maschera del Demonio”, 1960)
Com Barbara Steele, John Richardson e Andrea Checchi.

O ALERTA VERMELHO DA LOUCURA (“Il Rosso Segno della Follia/Hatchet for the Honeymoon”, 1970)
Com Stephen Forsyth, Dagmar Lassander e Laura Betti.

DISCO 2:

A GAROTA QUE SABIA DEMAIS (“La Ragazza che Sapeva Troppo”, 1965)
Com Letícia Román, John Saxon e Valentina Cortese.

CÃES RAIVOSOS (“Cani Arrabbiati”, 1974)
Com Riccardo Cucciolla, Don Backy e Lea Lander.

EXTRAS: Documentário “Mario Bava – Maestro do Macabro” (60 min.), Comentário em áudio de Tim Lucas para “A Maldição do Demônio” (87 min.), Introdução de Alan Jones para “A Maldição do Demônio” (3 min.), Entrevista com a atriz Barbara Steele (9 min.), Cena excluída de “A Maldição do Demônio” (4 min.), Trailers de “A Maldição do Demônio” (11 min.), Spot de TV de “A Maldição” (1 min.), Especial sobre “A Garota que Sabia Demais” (21 min.), Trailer de “O Alerta Vermelho da Loucura” (3 min.)

 

E, EM HOMENAGEM A CHRISTOPHER LEE, FALECIDO NO ÚLTIMO DIA 7, RELEMBRE O ATOR INGLÊS NO CLÁSSICO “O CHICOTE E O CORPO” (1963), TAMBÉM DIRIGIDO POR MARIO BAVA E INCLUÍDO NO BOX “OBRAS-PRIMAS DO TERROR“.

Christopher Lee (1922-2015) em cena

Em cena de “O Chicote e o Corpo”, Christopher Lee (1922-2015), lenda do terror e um dos maiores vilões da história do cinema

OBRAS-PRIMAS DO TERROR

DISCO 1:

O CHICOTE E O CORPO (La frusta e il corpo, 1963)
De Mario Bava. Com Christopher Lee e Daliah Lavi.

A ORGIA DA MORTE (The masque of the red death, 1964)
De Roger Corman. Com Vincent Price e Jane Asher.

DISCO 2:

O TÚMULO VAZIO (The body snatcher, 1945)
De Robert Wise. Com Bela Lugosi, Boris Karloff e Henry Daniell.

NA SOLIDÃO DA NOITE (Dead of night, 1945)
De Alberto Cavalcanti e outros. Com Michael Redgrave e Mervyn Johns.

DISCO 3:

A NOITE DO DEMÔNIO (Night of the demon, 1957)
De Jacques Tourneur. Com Dana Andrews e Peggy Cummings.

A ALDEIA DOS AMALDIÇOADOS (Village of the damned, 1960)
De Wolf Rilla. Com George Sanders e Barbara Shelley.

OBRAS-PRIMAS DO TERROR – VOL.2

DISCO 1:

O CICLO DO PAVOR (Operazione Paura, 1966)
De Mario Bava. Com Giacomo Rossi­Stuart e Erika Blanc.

LISA E O DIABO (Lisa e il Diavolo, 1973)
De Mario Bava. Com Elke Sommer, Telly Savalas e Sylva Koscina.

DISCO 2:

A MANSÃO DO INFERNO (Inferno, 1980)
De Dario Argento. Com Leigh McCloskey, Irene Miracle e Eleonora Giorgi.

MARTIN (Idem, 1976)
De George Romero. Com John Amplas, Lincoln Maazel e Christine Forrest.

DISCO 3:

PELO AMOR E PELA MORTE (Dellamorte Dellamore, 1993)
De Michele Soavi. Com Rupert Everett e François Hadji­Lazaro.

TERROR NAS TREVAS (…E tu vivrai nel terrore! L’aldilà, 1981)
De Lucio Fulci. Com Catriona MacColl, David Warbeck e Cinzia Monreale.

10649449_802092579847935_6998303698150094449_n

EM PRÉ-VENDA NA 2001, MAIS 2 COLEÇÕES IMPERDÍVEIS DA VERSÁTIL: “CINEMA FAROESTE” E “A ARTE DE MARIO BAVA”

FÃS DE TERROR OU WESTERN NÃO PODEM PERDER, EM MAIO, MAIS DUAS GRANDES COLEÇÕES DA VERSÁTIL: “CINEMA FAROESTE“, BOX COM 3 DVDs REUNINDO 6 CLÁSSICOS DO GÊNERO, E “A ARTE DE MARIO BAVA“, DVD DUPLO COM 4 LONGAS DO DIRETOR ITALIANO.

Cinema-Faroeste

CINEMA FAROESTE

Depois de revisitar o melhor do cinema japonês e clássicos de suspense/terror, chegou a vez da Versátil resgatar a magia do western. A distribuidora lança em 6/5 (previsão) “Cinema Faroeste”, box no formato digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos inéditos dirigidos por mestres do gênero, como John Ford, Anthony Mann, Raoul Walsh e Budd Boetticher. Nos extras, depoimentos de Mann, Jacques Tourneur e Martin Scorsese.

ATENÇÃO: Edição Limitada com 6 cards reproduzindo pôsteres originais dos filmes.

DISCO 1:

AUDAZES E MALDITOS (“Sergeant Rutledge”, 1960)
De John Ford. Com Woody Strode, Jeffrey Hunter e Constance Towers.

Jeffrey Hunter em cena do western dirigido por John Ford

Jeffrey Hunter em cena do western dirigido por John Ford

Sargento negro da cavalaria americana é acusado do assassinato do comandante e de sua filha e tenta provar sua inocência.

O HOMEM QUE LUTA SÓ (“Ride Lonesome”, 1959)
De Budd Boetticher. Com Randolph Scott e Karen Steele.

Um caçador de recompensas captura um pistoleiro e ruma a Santa Cruz para entregá-lo às autoridades.

DISCO 2:

ALMAS EM FÚRIA (“The Furies”, 1950)
De Anthony Mann. Com Barbara Stanwyck, Wendell Corey e Walter Huston.

A impetuosa Vance Jefford entra em conflito com seu tirânico pai, um poderoso latifundiário. Faroeste freudiano do genial Anthony Mann.

COMANDO NEGRO (“Dark Command”, 1940)
De Raoul Walsh. Com John Wayne, Claire Trevor e Roy Rogers.

Em 1859, antes da Guerra Civil, um caubói disputa a vaga de delegado federal com um professor obcecado pelo poder.

DISCO 3:

PAIXÃO SELVAGEM (“Canyon Passage”, 1946)
De Jacques Tourneur. Com Dana Andrews e Susan Hayward.

O astro Dana Andrews em meio ao triângulo amoroso de "Paixão Selvagem"

O astro Dana Andrews em meio ao triângulo amoroso de “Paixão Selvagem”

Em 1850, o empresário Logan Stuart retorna para casa, e no caminho fica dividido entre o amor de duas mulheres. Um dos melhores trabalhos de Jacques Tourneur (“Fuga do Passado”).

REINADO DO TERROR (“Terror in a Texas Town”, 1958)
De Joseph H. Lewis. Com Sterling Hayden, Sebastian Cabot e Carol Kelly.

Um marinheiro sueco chega a uma pequena cidade do velho oeste, em busca de vingança pela morte do pai. Último filme do cultuado diretor de “Mortalmente Perigosa” (“Gun Crazy”).

A-Arte-de-Mario-Bava-3D

A ARTE DE MARIO BAVA

Além do volume 1 e 2 de “OBRAS-PRIMAS DO TERROR“, os fãs do cinema de horror poderão conhecer o trabalho de um dos maiores cineastas do gênero, Mario Bava. No formato digistack, o DVD duplo reúne quatro obras-primas em versões restauradas do visionário diretor italiano, além de quase duas horas de extras, incluindo um documentário com depoimentos de Tim Burton, Joe Dante e John Carpenter.

ATENÇÃO: Edição Limitada com 4 cards.

DISCO 1:

A MALDIÇÃO DO DEMÔNIO (“La Maschera del Demonio”, 1960)
Com Barbara Steele, John Richardson e Andrea Checchi.

Obra-prima do horror gótico em inédita versão restaurada, com áudio em italiano e comentários de Tim Lucas, o maior biógrafo de Bava, além de meia hora de extras.

O ALERTA VERMELHO DA LOUCURA (“Il Rosso Segno della Follia/Hatchet for the Honeymoon”, 1970)
Com Stephen Forsyth, Dagmar Lassander e Laura Betti.

5

Dono de uma loja de vestidos mata noivas para superar um trauma de infância. Criativa mistura de giallo e horror, com apuro visual impressionante.

DISCO 2:

A GAROTA QUE SABIA DEMAIS (“La Ragazza che Sapeva Troppo”, 1965)
Com Letícia Román, John Saxon e Valentina Cortese.

A jovem norte-americana Nora Davis viaja para passar férias em Roma, onde testemunha um assassinato. Primeiro giallo (suspense policial italiano), esta obra-prima de Bava é uma brilhante homenagem ao cinema de Hitchcock.

CÃES RAIVOSOS (“Cani Arrabbiati”, 1974)
Com Riccardo Cucciolla, Don Backy e Lea Lander.

Após um assalto violento, um grupo de criminosos tenta fugir de carro, com vários reféns. Com trama em tempo real, este tenso policial é uma verdadeira aula de direção e montagem de Bava.

EXTRAS: Documentário “Mario Bava – Maestro do Macabro” (60 min.), Comentário em áudio de Tim Lucas para “A Maldição do Demônio” (87 min.), Introdução de Alan Jones para “A Maldição do Demônio” (3 min.), Entrevista com a atriz Barbara Steele (9 min.), Cena excluída de “A Maldição do Demônio” (4 min.), Trailers de “A Maldição do Demônio” (11 min.), Spot de TV de “A Maldição” (1 min.), Especial sobre “A Garota que Sabia Demais” (21 min.), Trailer de “O Alerta Vermelho da Loucura” (3 min.)