terror

“PLANETA DOS MACACOS – A GUERRA” E MAIS LANÇAMENTOS PRA FECHAR O MÊS

PLANETA DOS MACACOS – A GUERRA

Terceiro capítulo da franquia iniciada em 2011 com “Planeta dos Macacos: A Origem”, o filme novamente conta com Matt Reeves (“Planeta dos Macacos: O Confronto) na direção e Andy Serkis – em mais um espetacular trabalho de captura de performance – no papel de César. Na trama, César e seus grupo de macacos são forçados a um conflito mortal contra um exército de seres humanos liderado pelo cruel coronel interpretado por Woody Harrelson. Considerado um dos melhores filmes do ano, é um forte concorrente ao Oscar 2018 de melhores efeitos visuais. Em DVD, Blu-ray e BD 3D na 2001.

VIKINGS – 4ª TEMPORADA – VOL.2

Escrita por Michael Hirst (“The Tudors”, “Camelot”), a produção épica é a série de maior sucesso da história do History Channel. Após a tentativa de invasão da cidade de Paris, Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) é atingido por uma doença que coloca sua vida em risco. É o começo da decadência do protagonista, que dá o tom da temporada, marcada ainda pela trajetória de seus descendentes, como Ivar (Alex Hogh Andersen) e Bjorn (Alexander Ludwig). Confira nos extras do box: comentários, cenas deletadas e featurettes. Em DVD e Blu-ray na 2001.

THE WALKING DEAD – 7ª TEMPORADA

Baseada na história em quadrinhos criada por Robert Kirkman, Tony Moore e Charlie Adlard, a produção seriada foi desenvolvida para a televisão por Frank Darabont (roteirista e diretor de “Um Sonho de Liberdade“) e chega à sétima temporada com Rick (Andrew Lincoln) ainda mais devastado psicologicamente. Agora, ele é obrigado a trabalhar para o vilão Negan (Jeffrey Dean Morgan, de “Watchmen – O Filme”) em troca de sua vida e a de cada um de seu grupo. Nos extras, making of dos episódios. Em DVD e Blu-ray na 2001.

UMA NOITE COM VINCENT PRICE

Coleção com 6 discos reunindo clássicos estrelados pelo astro entre os anos 1950 e 70. O box inclui A CASA DOS MAUS ESPÍRITOS (1958), de William Castle; A MANSÃO DO MORCEGO (1959); NOS DOMÍNIOS DO TERROR (1963), antologia com três histórias macabras; O CORVO (1963), baseado no poema de Edgar Allan Poe, com um antológico duelo com Boris Karloff; O CASTELO ASSOMBRADO (1963), mais uma adaptação da obra de Poe dirigida por Roger Corman; e TEATRO DA MORTE (1973), terror satírico lançado no Brasil como “As 7 Máscaras da Morte”.

O MUNDO BIZARRO DE MARIO BAVA

DVD duplo com dois clássicos de influência gótica dirigidos pelo mestre do horror italiano nos anos 1960. Em BLACK SUNDAY – A MÁSCARA DE SATÃ, longa baseado em curta de Nicolai Gogol, a diabólica Princesa Asa (Barbara Steele) é condenada à morte por bruxaria e vampirismo, na Moldávia do século 17, e ressuscita 200 anos depois. Já BLACK SABBATH – AS TRÊS MÁSCARAS DO TERROR é uma antologia de três histórias de terror baseada em contos de Aleksei Tolstói, Ivan Chekhov e F. G. Snyder, com o lendário Boris Karloff em “O Wurdalak”.

RAZORBACK – AS GARRAS DO TERROR

Exibido nos cinemas brasileiros com o título “O Corte da Navalha”, este thriller de 1984 é considerado um dos melhores filmes australianos da década de 1980 e revelou Russell Mulcahy, que depois dirigiria o sucesso “Highlander: O Guerreiro Imortal” (1986). Em “Razorback”, uma jornalista americana viaja ao interior da Austrália para documentar a caça ilegal de animais selvagens e descobre a existência de uma criatura descomunal e assassina. Após o desaparecimento da mulher, seu marido viaja ao país em busca do paradeiro dela.

A MOSCA 2

Coescrito por Frank Darabont, um dos responsáveis pela série “The Walking Dead”, o longa dá prosseguimento ao enredo do hit “A Mosca” (1986), agora com Eric Stoltz (“Pulp Fiction”) no papel de Martin, fruto da relação entre Seth Brundle (Jeff Goldblum) e Veronica (Geena Davis) no primeiro filme. Aos cinco anos, Martin apresenta físico de um adulto e mente avançada, vivendo cercado de cuidados em um laboratório médico. Dirigido por Chris Walas, vencedor do Oscar pela maquiagem de “A Mosca”, esta sequência capricha nos efeitos especiais e sequências de gore.

ATÉ NUNCA MAIS

O renomado diretor francês Benoît Jacquot (“Adeus, Minha Rainha”) dirige Mathieu Amalric nesta densa versão do livro “A Artista do Corpo”, de Don DeLillo (autor de “Cosmópolis”). Uma espécie de romance metafísico, com Laura (Julia Roy, também corroteirista do filme), uma atriz performática vivendo uma relação obsessiva com Jacques (Amalric, de “O Escafandro e a Borboleta”), um cineasta. Paixão e criação artística se confundem neste drama autoral, exibido no Festival de Veneza, que merece ser conhecido.

BYE BYE ALEMANHA

Mais recente trabalho de Sam Garbarski, diretor de “O Tango de Rashevski” (2003) e “Irina Palm” (2007), o filme trata com humor peculiar um tema sério: o recomeço dos alemães logo após o final da Segunda Guerra. Em Frankfurt, 1946, o judeu David Berman (Moritz Bleibtreu, de “Corra, Lola, Corra“) e seus seis amigos têm apenas um propósito em mente: conseguir finalmente deixar o país. Mas, em tempos de crise, eles precisam de muito dinheiro para realizar seu sonho de partir para os EUA, e partem para um negócio inusitado.

DIAS E NOITES

Ator de séries como “Dexter” e “Penny Dreadful”, Christian Camargo dirige esta transposição da peça “A Gaivota”, de Anton Tchekhov, para a Zona rural da Nova Inglaterra (EUA), em 1984. Inspirados na obra do dramaturgo russo, William Hurt, Allison Janney, Jean Reno, Mark Rylance, Katie Holmes e Ben Whishaw, entre outros, dão vida aos personagens, reunidos para o feriado do Memorial Day durante um final de semana repleto de disputas em família.

BRAÇO DE DIAMANTE

Um dos maiores sucessos da história do cinema russo, o filme é uma comédia de erros iniciada por Semyon Gorbunkov (papel de Yuriy Nikulin), cidadão soviético que retorna a seu país após um cruzeiro marítimo. Sem saber que traz consigo jóias escondidas por engano no gesso colocado em torno de seu braço esquerdo, depois de uma queda em Istambul. Enquanto os contrabandistas tentam recuperar as pedras preciosas, um capitão da polícia russa usa Gorbunkov como isca para pegar os criminosos.

BAGUNCEIRO ARRUMADINHO

Jerry Lewis interpreta mais um de seus adoráveis atrapalhados, Jerome Littlefield, que trabalha como atendente em uma clínica. Ele sonha em se tornar médico, mas é muito sensível aos problemas dos pacientes, o que o faz se meter em inúmeras confusões, para desespero da administradora do hospital. Entre as cenas que entraram para a antologia de gags nonsense de Lewis, destaque para uma incrível sequência de perseguição envolvendo uma ambulância desgovernada e um homem sobre uma maca hospitalar desgovernada.

E NÃO PERCA, COM O ATOR, EM PRÉ-VENDA NA 2001:
Jerry Lewis – O Gênio da Comédia (Coleção com 4 filmes)
Rabo de Foguete
Uma Família Fuleira

EM EDIÇÕES ESPECIAIS, CLÁSSICOS DO HORROR E UM CULT ESCRITO POR QUENTIN TARANTINO

“SUSPIRIA”, A OBRA-PRIMA DE DARIO ARGENTO; “TOBE HOOPER”, COLEÇÃO COM 4 FILMES DO CINEASTA – INCLUINDO O SEMINAL “O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA”; E “AMOR À QUEIMA-ROUPA“, AVENTURA POLICIAL COM GRANDE ELENCO E DIREÇÃO DE TONY SCOTT (“FOME DE VIVER”).

SUSPIRIA – EDIÇÃO ESPECIAL

Considerado um dos melhores filmes de horror de todos os tempos, este cult de 1977 é um dos trabalhos visualmente mais elaborados do diretor italiano Dario Argento, que criou uma atmosfera aterrorizante e ao mesmo tempo onírica, com imagens de inspiração expressionista ao som da banda de rock progressivo Goblin (com quem já trabalhara em “Prelúdio para Matar“).

Em uma noite chuvosa, Suzan Banyon (Jessica Harper, de “O Fantasma do Paraíso”), uma jovem bailarina norte-americana, chega a uma prestigiada academia de dança na Europa. Comandada pela misteriosa Madame Blanc (Joan Bennett) e a Srta. Tanner (Alida Valli), a escola é palco de uma série de incidentes e crimes sem explicação, para horror de Suzan, que começa a investigar uma horripilante força sobrenatural no local.

Com sua explosão de cores e sons, “Suspiria” é um dos longas mais sensoriais do cinema de horror – e o mais perto que Argento já chegou da materialização de um pesadelo, com imagens extremamente estilizadas e as mortes brutais que se tornaram marca do diretor.

Curiosidade: O filme deu início à Trilogia das Três Marias, produzida e dirigida por Argento, completada por “A Mansão do Inferno” (1980) e “O Retorno da Maldição – A Mãe das Lágrimas” (2007).

DISCO 1: Filme * Sinopse * Trailer internacional * Trailer americano * TV spot * Radio spots * Galeria de fotos e pôsteres * Biografias de Dario Argento e Jessica Harper.

DISCO 2: Documentário “O Terror de Dario Argento” (57 minutos), com depoimentos de nomes como Alice Cooper, John Carpenter, George Romero e Tom Savini.

COLEÇÃO TOBE HOOPER

Com a morte de Tobe Hooper, o diretor de “O Massacre da Serra Elétrica”, em 26 de agosto último, aos 74 anos, o selo Obras-Primas resgata o desconcertanteclássico de 1974, sua continuação de 1986 e mais dois de seus trabalhos menos conhecidos. Todos em versões restauradas.

DISCO 1:

O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA (The Texas Chain Saw Massacre, 1974, 83 min.)
Com Marilyn Burns, Edwin Neal, Allen Danziger, William Vail, Gunnar Hansen.

Um grupo de cinco jovens faz uma visita à antiga casa, agora abandonada, onde Sally e Franklin viveram a infância, numa pequena cidade do interior do Texas. A bordo de uma van, eles percorrem uma estrada e acabam dando carona a um homem misterioso e perigoso. Os jovens são surpreendidos e atacados por uma família de canibais que inclui Leatherface (Gunnar Hansen), um gigante deficiente mental que usa uma máscara formada por pedaços de pele humana retirados de suas vítimas.

Livremente inspirado no famoso serial killer Ed Gein, o filme foi banido em vários países por sua extrema violência gráfica e se tornou uma das produções independentes mais rentáveis dos anos 1970 – e um dos precursores do cinema slasher.

O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA – PARTE 2 (The Texas Chain Saw Massacre 2, 1986, 101 min.)
Com Dennis Hopper, Caroline Williams, Jim Siedow, Bill Moseley, Bill Johnson.

Treze anos após os eventos do primeiro filme, um xerife aposentado continua tentando capturar Leatherface e sua família, enquanto protege uma radialista que ouviu assassinatos pelo telefone e passa a ser atacada.

DISCO 2:

EATEN ALIVE (Eaten Alive, 1976, 91 min.)
Com Neville Brand, Mel Ferrer, Carolyn Jones, Marilyn Burns, William Finley.

Dono de um velho hotel à beira do pântano, no leste do Texas rural, um psicopata caipira aprisiona e mata os poucos hóspedes que se arriscam a parar no local, alimentando seu enormecrocodilo de estimação com os restos mortais de suas vítimas.

INVASORES DE MARTE (Invaders from Mars, 1986, 101 min.)
Com Karen Black, Hunter Carson, Timothy Bottoms, Laraine Newman, James Karen.

Um garotinho testemunha o pouso de um OVNI no campo vizinho à sua residência. Seu pai vai verificar o ocorrido e só volta na manhã seguinte, apresentando comportamento diferente. Pouco a pouco, outros moradores da cidade caem na armadilha dos “invasores de Marte”, sendo controlados como zumbis através de um dispositivo implantado em seus pescoços.

DISCO 3:

Mais de 3 HORAS DE EXTRAS, contendo o documentário inédito de 60 minutos “O Massacre da Serra Elétrica – A Verdade Chocante”, erros de gravações, várias entrevistas com curiosidades sobre os filmes e muito mais!

AMOR À QUEIMA ROUPA

Dirigido por Tony Scott (“Fome de Viver“, “Top Gun – Ases Indomáveis”), o filme tem um dos primeiros roteiros escritos por Quentin Tarantino, com base em uma história de Roger Avary (“Pulp Fiction”).

Com muita violência e citações à cultura pop, a história de amor marginal do jovem Clarence Worley (Christian Slater) e da prostituta Alabama (Patrícia Arquette) passa por inúmeros percalços e a galeria de personagens típicos da escrita tarantinesca. Os dois decidem começar uma vida nova juntos, mas Clarence precisa enfrentar o cafetão Drexl (o eterno camaleão Gary Oldman), um traficante “barra-pesada” de quem roubam, por engano, uma mala com meio milhão de dólares em cocaína pura.

Em meio a um elenco de atores então em ascensão, Christopher Walken e Dennis Hopper brilham em um longo diálogo, como um mafioso siciliano e o pai do protagonista, respectivamente. E Brad Pitt, em início de carreira, vive um colega de quarto que passa o tempo todo fumando maconha em frenet à televisão.

Curiosidade: Tarantino vendeu o roteiro de “Amor à Queima-Roupa” por apenas 30 mil dólares, a fim de usar o valor na produção de “Cães de Aluguel”, seu filme de estreia como diretor.

EXTRAS:
* Cenas Deletadas (29 min).
* Final Alternativo (6 min).
* Comentário de Brad Pitt (6 min).
* Comentário de Dennis Hopper (11 min).
* Comentário de Val Kilmer (4 min).
* Depoimentos (5 min).

EDGAR ALLAN POE E H.P.LOVECRAFT, DOIS MESTRES DO HORROR NA 2001

DOIS GRANDES ESCRITORES, RESGATADOS EM TRÊS COLEÇÕES DA VERSÁTIL COM CLÁSSICOS E CULTS DE DIRETORES COMO FEDERICO FELLINI, GEORGE A.ROMERO, JOHN CARPENTER E ROGER CORMAN.

EDGAR ALLAN POE NO CINEMA

DVD duplo com quatro clássicos dirigidos por Roger Corman e inspirados na obra de Edgar Allan Poe (1809-1849), um mestre da literatura gótica. Esta Edição Especial traz os filmes em inéditas versões restauradas e mais de duas horas de extras.

DISCO 1:

MURALHAS DO PAVOR (“Tales of Terror”, 1962, 89 min.)
De Roger Corman. Com Vincent Price, Peter Lorre e Basil Rathbone.

Quatro contos de Poe em três episódios. Em “Morella”, um jovem descobre que seu pai conserva o cadáver da esposa. O segundo episódio condensa “O Gato Preto” e “O Barril de Amontillado” e o último traz “O Caso do Sr. Valdemar”.

OBSESSÃO MACABRA (“Premature Burial”, 1962, 81 min.)
De Roger Corman. Com Ray Milland, Hazel Court e Richard Ney.

No terceiro filme de Corman baseado em Poe, Ray Milland (“Farrapo Humano”) interpreta um homem que tem medo de ser enterrado vivo, como aconteceu com seu pai.

DISCO 2:

O POÇO E O PÊNDULO (“The Pit and the Pendulum”, 1961, 81 min.)
De Roger Corman. Com Vincent Price, Barbara Steele e John Kerr.

Ao saber da repentina morte de sua irmã, Francis Barnard vai ao castelo de seu cunhado, Nicholas Medina, o atormentado filho de um carrasco da Inquisição espanhola. Também conhecido como “A Mansão do Terror”.

O TÚMULO SINISTRO (“The Tomb of Ligeia”, 1964, 81 min.)
De Roger Corman. Com Vincent Price e Elizabeth Shepherd.

Anos após ter enterrado sua amada esposa Ligeia, Verden Fell aceita a se casar com outra mulher. Porém, seu novo casamento é assombrado pela lembrança da falecida. Último filme do ciclo de Corman dedicado à obra de Poe.

EXTRAS:
* Uma noite com Edgar Allan Poe (52 min.) * Depoimento de Roger Corman sobre “Obsessão Macabra” (10 min.)
* Depoimento de Joe Dante sobre “Obsessão Macabra” (10 min.)
* Trailers dos quatro filmes (11 min.)
* Poe no Cinema (28 min.)
* Making of de “O Poço e o Pêndulo” (43 min.)
* Cena excluída de “O Poço e o Pêndulo” (5 min.)

EDGAR ALLAN POE NO CINEMA – VOL. 2

Bela edição com quatro clássicos inspirados na obra de Poe, em inéditas versões restauradas acompanhadas de muitos extras.

O box traz o cult “Histórias Extraordinárias”, composto por três segmentos, dirigidos por Federico Fellini, Roger Vadim e Louis Malle. “Toby Dammit”, de Fellini, é considerado um dos melhores trabalhos do mestre iltaiano – e uma crítica bem humorada e atual ao culto às celebridades.

DISCO 1:

DOIS OLHOS SATÂNICOS (Due occhi diabolici/Two Evil Eyes, 1990, 120 min.)
De George A. Romero e Dario Argento.
Com Adrienne Barbeau, Harvey Keitel, Ramy Zada.

Dois dos maiores mestres do horror no cinema, George A. Romero e Dario Argento, dirigem duas horripilantes histórias baseadas em contos de Poe: “O Estranho Caso do Sr. Valdemar” e “O Gato Preto”.

HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS (Histories Extraordinaires, 1968, 120 min.)
De Federico Fellini, Roger Vadim, Louis Malle.
Com Jane Fonda, Brigitte Bardot, Alain Delon.

Os grandes diretores europeus Federico Fellini, Roger Vadim e Louis Malle dirigem três histórias: “Metzengerstein”, “William Wilson” e “Toby Dammit”.

DISCO 2:

O CORVO (The Raven, 1963, 86 min.)
De Roger Corman
Com Vincent Price, Boris Karloff, Peter Lorre.

Inspirado livremente no célebre poema de Poe, O Corvo é o mais divertido dos filmes do ciclo de Roger Corman dedicado ao escritor. Dois bruxos duelam pela supremacia da do mundo da magia.

GATO NEGRO (Gatto Nero, 1981, 92 min.)
De Lucio Fulci
Com Patrick Magee, Mimsy Farmer, David Warbeck.

Os moradores de um vilarejo inglês começam a morrer numa série de acidentes horríveis e um investigador da Scotland Yard passa a investigar o caso. O encontro de Poe com Lucio Fulci, o mestre do gore.

EXTRAS:
* Especial sobre “Dois Olhos Satânicos” (30 min.)
* Depoimentos (17 min.)
* Trailers (10 min)

LOVECRAFT NO CINEMA

Coleção com três clássicos inspirados na obra de H. P. Lovecraft (1890-1937), um dos grandes mestres da literatura de horror, em inéditas versões restauradas, além de um documentário sobre o escritor e quase duas horas de vídeos extras. Lovecraft é um dos escritores favoritos – e influência assumida – de cineastas como Dan O’Bannon (“A Volta dos Mortos Vivos”) e Guillermo del Toro (“O Labirinto do Fauno”).

DISCO 1:

RE-ANIMATOR: A HORA DOS MORTOS-VIVOS (“Re-Animator”, 1985, 86 min.)
De Stuart Gordon. Com Jeffrey Combs, Bruce Abbott, Barbara Crampton.

Baseando-se livremente no conto “Herbert West: Reanimador”, Stuart Gordon criou uma obra-prima do horror, com muito sangue e cenas escatológicas. Inédita versão restaurada com vários extras, incluindo making of e cenas excluídas. Um dos títulos seminais dos anos 1980.

DO ALÉM (“From Beyond”, 1986, 86 min.)
De Stuart Gordon. Com Jeffrey Combs, Barbara Crampton e Ted Sorel.

A partir do conto homônimo de poucas páginas, Stuart Gordon volta ao universo lovecraftiano para mostrar até onde a tecnologia pode transformar o ser humano. O resultado é uma visceral e alucinante mistura de ficção científica e horror, com cenas desconcertantes.

DISCO 2:

À BEIRA DA LOUCURA (“In the Mouth of Madness”, 1994, 95 min.)
De John Carpenter. Com Sam Neill, Julie Carmen e Jürgen Prochnow.

O investigador John Trent é contratado para achar Sutter Cane, um escritor de histórias de terror que, após terminar seu último livro, misteriosamente desapareceu. Brilhante homenagem de Carpenter ao universo literário de Lovecraft.

LOVECRAFT: MEDO DO DESCONHECIDO (Lovecraft: Fear of the Unknown, 2008, 89 min.)
De Frank H. Woodward. Com Neil Gaiman, Guillermo Del Toro e John Carpenter.

Lovecraft é considerado por muitos o pai do horror moderno. A mitologia aterradora criada por ele influencia milhares de criações do gênero até hoje. Este documentário faz uma crônica sobre a vida, a obra e as ideias do autor de “O chamado de Cthulhu”.

EXTRAS:
* Making of de “Re-Animator” (69 min.)
* Trailers (18 min.)
* Cenas excluídas de “Re-Animator” (26 min.)
* Depoimento de Stuart Gordon sobre “Do Além” (9 min.)

NOVAS COLEÇÕES DE “GIALLO” DA VERSÁTIL

MUITOS SUSTOS E SURPRESAS EM DOIS LANÇAMENTOS COM O CELEBRADO (E VIOLENTO) ESTILO DE SUSPENSE ITALIANO: “GIALLO – VOL. 3“, INCLUINDO CULTS DE LUCIO FULCI E MARIO BAVA, E O VOLUME 4, EM EDIÇÃO LIMITADA COM 6 CARDS.

GIALLO – VOL. 3

No formato digistack, com 2 DVDs, o box reúne – em inéditas versões restauradas – 4 clássicos dirigidos por nomes-chave do cinema giallo, além de quase duas horas de vídeos extras.

DISCO 1:

PREMONIÇÃO (Sette Note in Nero/The Psychic, 1977, 96 min.)
De Lucio Fulci. Com Jennifer O’Neill, Gabriele Ferzetti, Marc Porel.

Mulher acometida por estranhas visões encontra um esqueleto atrás da parede de sua sala. Perturbada, ela decide investigar o que aconteceu. Com ótima trilha de Fabio Frizzi – homenageada por Quentin Tarantino em “Kill Bill” -, Fulci realiza um giallo muito bem construído e envolvente.

CINCO BONECAS PARA A LUA DE AGOSTO (5 Bambole per la Luna d’Agosto, 1970, 81 min.)
De Mario Bava. Com Edwige Fenech, Ely Galleani, Maurice Poli, William Berger.

Um grupo de amigos é vítima de assassinatos misteriosos numa ilha paradisíaca. Inspirado livremente em “O Caso dos Dez Negrinhos”, de Agatha Christie, esse giallo é uma das obras visualmente mais originais do mestre Mario Bava.

DISCO 2:

NO QUARTO ESCURO DE SATÃ (Il tuo vizio è una stanza chiusa e solo io ne ho la chiave, 1972, 97 min.)
De Sergio Martino. Com Edwige Fenech, Anita Strindberg e Luigi Pistilli.

Assassinatos misteriosos ocorrem num vilarejo lançando suspeitas sobre um escritor decadente e sua esposa. Adaptação livre do conto “O Gato Preto”, de Edgar Allan Poe, esse é mais um influente giallo de Sergio Martino (“Torso”).

OS PASSOS (Le Orme, 1975, 96 min.)
De Luigi Bazzoni. Com Florinda Bolkan, Peter McEnery, Klaus Kinski.

Atormentada por estranhos sonhos de astronautas na lua, uma mulher visita uma cidade litorânea cujos moradores afirmam já conhecê-la. Essa fascinante mistura de giallo e sci-fi traz mais uma interpretação marcante da brasileira Florinda Bolkan (“Uma Lagartixa num Corpo de Mulher”) no gênero.

EXTRAS:

* Depoimentos (24 min.)
* Apresentação de Fernando Brito para “Cinco Bonecas para a Lua de Agosto” (10 min.)
* Especial sobre “Premonição” (24 min.)
* Trailers (7 min.)

GIALLO VOL. 4 – ED. LIMITADA COM 4 CARDS

DVD duplo, no formato digistack, com 4 clássicos inéditos (e sangrentos)dirigidos por especialistas no gênero, como Sergio Martino (“Torso”) e Massimo Dallamano (“O Que Vocês Fizeram com Solange?”), além de uma hora de vídeos extras.

Edição Limitada com 4 cards.

DISCO 1:

TODAS AS CORES DA ESCURIDÃO (Tutti i Colori del Buio, 1972, 95 min.)
De Sergio Martino. Com George Hilton, Edwige Fenech, Ivan Rassimov.

Uma mulher em recuperação após um acidente de carro envolve-se com uma seita de adoradores do diabo. Psicodélico, inventivo e com uma trilha icônica de Bruno Nicolai, este é um dos melhores gialli de Martino.

O QUE ELES FIZERAM A SUAS FILHAS? (La Polizia Chiede Aiuto, 1974, 91 min.)
De Massimo Dallamano. Com Giovanna Ralli, Claudio Cassinelli, Mario Adorf.

Ao investigar o aparente suicídio de uma jovem, a polícia descobre um esquema criminoso e sai à caça de um assassino. Eletrizante mistura de giallo e trama policial numa espécie de continuação do ótimo “O Que Vocês Fizeram com Solange?”.

DISCO 2:

O PERFUME DA SENHORA DE PRETO (Il Profumo della Signora in Nero, 1974, 104 min.)
De Francesco Barilli. Com Mimsy Farmer, Maurizio Bonuglia, Mario Scaccia.

Silvia, uma cientista industrial, é assombrada por estranhas alucinações relacionadas à trágica morte de sua mãe. Com ecos de “O Bebê de Rosemary” e “Repulsa ao Sexo”, o filme traz no elenco Mimsy Farmer (“More”), musa dos anos 1970.

A RAINHA VERMELHA MATA 7 VEZES (La Dama Rossa Uccide Sette Volte, 1972, 99 min.)
De Emilio Miraglia. Com Barbara Bouchet, Ugo Pagliai, Marina Malfatti.

Quando duas irmãs herdam o castelo da família, tem início uma série de assassinatos cometidos por uma misteriosa mulher trajando uma capa vermelha. Bizarro giallo que transita entre cenários góticos e o universo da moda.

EXTRAS:

* Entrevista de Sergio Martino (32 min.)
* Especiais e Trailers (31 min.)

MAIS 4 CARDS EXCLUSIVOS:

E COMPLETE SUA COLEÇÃO

GIALLO – VOL. 1

DISCO 1:
SEIS MULHERES PARA O ASSASSINO
TENEBRE

DISCO 2:
O ESTRANHO VÍCIO DA SRA. WARDH
O SEGREDO DO BOSQUE DOS SONHOS

GIALLO – VOL. 2

DISCO 1:
UMA LAGARTIXA NUM CORPO DE MULHER
O QUE VOCÊS FIZERAM COM SOLANGE?

DISCO 2:
TORSO
A BREVE NOITE DAS BONECAS DE VIDRO

“CLÁSSICOS SCI-FI – VOL. 4”, MAIS UMA BELA COLEÇÃO DA VERSÁTIL COM CARDS

FÃS DE FICÇÃO-CIENTÍFICA NÃO PODEM PERDER O BOX COM 6 FILMES INÉDITOS DO GÊNERO. E AGORA OS TRÊS VOLUMES ANTERIORES (ESTES, SEM CARDS) PODEM SER ADQUIRIDOS COM VALOR PROMOCIONAL.

CLÁSSICOS SCI-FI – VOL.4

Além dos clássicos obrigatórios do título, o box traz filmes menos conhecidos de dois grandes cineastas: “Estranhos Prazeres”, cult cyberpunk da premiada Kathyrn Bigelow (“A Hora Mais Escura”) estrelado por Ralph Fiennes, e “Geração Proteus”, mais um seminal trabalho de Donald Cammel (“Performance”), com a estrela Julie Christie (“Doutor Jivago”).

Edição Limitada com 6 cards.

DISCO 1:

ESTRANHOS PRAZERES (Strange Days, 1995, 145 min.)
De Kathryn Bigelow. Com Ralph Fiennes, Angela Bassett, Juliette Lewis.

Nos últimos dias do milênio, Lenny Nero, um ex-policial que vende CDs com lembranças e emoções, se envolve numa conspiração. Policial cyberpunk produzido por James Cameron (“Avatar”).

CALTIKI – O MONSTRO IMORTAL (Caltiki – il mostro immortale, 1959, 76 min.)
De Riccardo Freda, Mario Bava. Com John Merivale, Didi Sullivan, Gérard Herter.

Ao explorarem as ruínas de uma cidade maia, arqueólogos despertam uma deusa-monstro chamada Caltiki. Apesar de assinado por Riccardo Freda, o longa foi dirigido de fato pelo mestre Mario Bava.

DISCO 2:

GERAÇÃO PROTEUS (The Demon Seed, 1977, 95 min.)
De Donald Cammel. Com Julie Christie, Fritz Weaver, Gerrit Graham.

Um cientista cria Proteus, um supercomputador com inteligência artificial que se torna obcecado pelos seres humanos, em especial a esposa de seu criador. Mistura de horror e ficção-científica baseada em livro de Dean Koontz.

GUERRA ENTRE PLANETAS (This Island Earth, 1955, 86 min.)
De Joseph M. Newman. Com Jeff Morrow, Faith Domergue, Rex Reason.

Alienígenas de Metaluna vêm à Terra em busca de cientistas para ajudá-los numa guerra interplanetária. Supervisionada pelo mago Jack Arnold (“Tarântula”), essa space opera em Technicolor é um dos clássicos da sci-fi dos anos 1950.

DISCO 3:

O VALE PROIBIDO (The Valley of Gwangi, 1969, 95 min.)
De Jim O’Connolly. Com James Franciscus, Gila Golan, Richard Carlson.

Caubói encontram dinossauros num misterioso vale no México e decide levá-los para um circo. Divertida mistura de fantasia, aventura e ficção-científica com efeitos especiais incríveis do lendário Ray Harryhausen (“Fúria de Titãs”).

O EXTERMINADOR DO SÉCULO 23 (Trancers, 1985, 77 min.)
De Charles Band. Com Tim Thomerson, Helen Hunt, Michael Stefani.

Jack Deth, um policial do futuro, volta no tempo para a Los Angeles de 1985 para perseguir criminosos que transformam as pessoas numa espécie de zumbi. Inventivo filme B que se tornou um dos cults da ficção-científica dos anos 80.

EXTRAS: Especiais, depoimentos e trailers (63 min).

EDIÇÃO LIMITADA COM 6 CARDs:

COMPLETE SUA COLEÇÃO

(Em promoção por tempo limitado):

CLÁSSICOS SCI-FI – VOL.1

DISCO 1:
ELES VIVEM
A AMEAÇA QUE VEIO DO ESPAÇO

DISCO 2:
O PLANETA PROIBIDO
O PLANETA DOS VAMPRIOS

DISCO 3:
OS MALDITOS
FUGA NO SÉCULO 23

CLÁSSICOS SCI-FI – VOL.2

DISCO 1:
SCANNERS – SUA MENTE PODE DESTRUIR
O HOMEM DOS OLHOS DE RAIO-X

DISCO 2:
O MONSTRO DO ÁRTICO
MATADOURO 5

DISCO 3:
NO MUNDO DE 2020
ROBINSON CRUSOÉ EM MARTE

CLÁSSICOS SCI-FI – VOL.3

DISCO 1:
REPO MAN – A ONDA PUNK
COLOSSUS 1980

DISCO 2:
FASE IV: DESTRUIÇÃO
PÂNICO NO ANO ZERO

DISCO 3:
DAQUI A CEM ANOS
O EMISSÁRIO DE OUTRO MUNDO

CULTS, SÉRIES E PRODUÇÕES INÉDITAS DE SCI-FI E TERROR NA 2001

COLEÇÃO CLIVE BARKER – O MESTRE DO HORROR EXPLÍCITO

Box com 4 discos + cards com 4 filmes escritos por Clive Barker – o criador e diretor do cult de terror “Hellraiser – Renascido do Inferno”. Nascido em Liverpool, Barker ganhou notoriedade como escritor de contos, peças teatrais e romances que mesclavam erotismo, fantasia e horror, até dirigir curtas e estrear na direção de longa-metragem com “Hellraiser” (1987), seguido por “Raça das Trevas” (1990) e “O Mestre das Ilusões” (1995) – os dois últimos incluídos na coleção, que também conta com “O Senhor das Trevas” (1986) – dirigido por George Pavlou – e “O Mistério de Candyman” (1992), de Bernard Rose.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 5 (DVD Duplo)

Carroll Baker (indicada ao Oscar por “Boneca de Carne”) interpreta a personagem-título de BABA YAGA – A BRUXA MALDITA (1973), uma mulher misteriosa, sensual e sádica que provoca inúmeras mortes por meio de sua conexão com uma fotógrafa. E, escrito por Robert Thom (roteirista de “Os 5 de Chicago”), A BRUXA QUE VEIO DO MAR (1976) mergulha na descida ao inferno (e loucura) de uma mulher perturbada por um trauma de infância.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 6 (DVD Duplo)

Mistura de horror e sci-fi produzida por Roger Corman, GALÁXIA DO TERROR (1981) conta com James Cameron (“Avatar”) na equipe de produção, em um de seus primeiros trabalhos no cinema, como diretor de segunda unidade. Já GALÁXIA PROIBIDA (1982), também produzido por Corman, é mais uma das inúmeras produções “B” inspiradas em “Alien, o Oitavo Passageiro”, com um monstro mutante que ameaça uma equipe no espaço.

MYSTERY MAGAZINE (DVD Duplo)

Fãs de Wes Craven (1939–2015), diretor de “A Hora do Pesadelo” e da franquia “Pânico”, não podem perder O MONSTRO DO PÂNTANO (1982), sua versão para o personagem dos quadrinhos da DC Comics. Outra criatura originária de HQ, O HOMEM-COISA (2005) foi criado por Steve Gerber para a Marvel e segue outro homem metamorfoseado, em uma versão mais slasher e trash sob a direção de Brett Leonard (“Assassino Virtual”).

A MALDIÇÃO DO BONECO ROBERT

Inédito nos cinemas brasileiros, o filme seria – segundo seus produtores -, supostamente baseado na “história real” que inspirou a criação do boneco Chucky da franquia de terror. Nesta produção B britânica, Robert é um assustador brinquedo que aterroriza os funcionários do Museu East Falls. Edição com luva + pôster colecionável.

A FESTA DO MONSTRO MALUCO

Clássico da animação, lançado originalmente em 1967, que serviu de inspiração para Tim Burton e seu “O Estranho Mundo de Jack” (1993). Na trama, o Barão Frankenstein decide se aposentar e convoca todos os monstros para uma convenção. Lançamento em DVD + Cd (no formato mini-LP) com a trilha sonora do filme

A QUINTA DIMENSÃO – A SÉRIE CLÁSSICA – VOL. 1

Exibida originalmente na rede ABC de 1963 a 1965, a série é semelhante a “Além da Imaginação”, mas com maior ênfase na ficção-científica, em detrimento do horror. Ela apresenta enredos independentes e sem personagens fixos, com atores como Martin Sheen, Leonard Nimoy, Martin Landau e William Shatner em início de carreira.

GALERIA DO TERROR – 1ª TEMPORADA

Um dos grandes nomes do gênero fantástico, o escritor Rod Serling (um dos roteiristas de “Além da Imaginação”) assina as histórias e serve de apresentador desta série dos anos 1960 que explora temas sombrios e mórbidos, a partir de quadros de um museu antigo. Box com os 17 primeiros episódios, incluindo o piloto original.

OS INVASORES – 1ª TEMPORADA COMPLETA

Série clássica de ficção científica criada por Larry Cohen (“Foi Deus Quem Mandou”, “A Coisa”) nos anos 1960, sobre David Vincent (Roy Thinnes), arquiteto que descobre uma conspiração alienígena para dominar nosso planeta. Nos extras, versão estendida do episódio piloto, entrevistas e introdução de Roy Thinnes antes de cada história.

FLASH GORDON (1980)

Fracasso na época de seu lançamento, o filme virou cult e foi até homenageado na comédia “Ted” (2012). Com figurinos de Danilo Donati (“Romeu e Julieta”) e marcante trilha com canções da banda Queen, o filme ainda conta com Max von Sydow, Ornella Muti e o ex-007 Timothy Dalton no elenco. DVD + CD (no formato mini LP) com a trilha sonora.

COCOON

Bem antes de conquistar o Oscar por “Uma Mente Brilhante” em 2002, Ron Howard dirigiu esta simpática comédia com toques de ficção-científica sobre um grupo de aposentados da Flórida que redescobre o prazer de viver. O filme levou o Oscar de melhor ator coadjuvante (para Don Ameche) e melhores efeitos visuais.

COLEÇÃO ABDUZIDOS

Box com 3 discos e cards colecionáveis de 3 filmes ligados tematicamente, mas independentes: INTRUDERS (1992), minissérie em 2 episódios premiada com o Emmy; FOGO NO CÉU (1993), longa sobre um homem abduzido que reaparece após cinco dias, e ESTRANHOS VISITANTES (1989), com Christopher Walken e Lindsay Crouse.

OS ÚLTIMOS DIAS DO PLANETA TERRA (DVD Duplo)

Um grupo de arqueólogos retorna de uma expedição espacial e seu comandante apresenta sinais de demência. Investigando, Lloyd Walker (Gil Bellows) descobre que uma colônia de alienígenas está se alimentando de seres humanos. Produção para TV com Daryl Hannah e Campbell Scott no elenco.

MUITOS SUSTOS E TENSÃO EM 10 LANÇAMENTOS DE TERROR E SUSPENSE

VÁRIOS TÍTULOS PARA OS FÃS DO GÊNERO, COM LANÇAMENTOS QUE VÃO DESDE OS FAMOSOS GIALLOS ITALIANOS — BEM REPRESENTADOS NA COLEÇÃO “A ARTE DE DARIO ARGENTO” — ATÉ PRODUÇÕES RECENTES, COMO “O SONO DA MORTE” E “O CHAMADO 3”. E EM JULHO VEM MUITO MAIS, COM OS SEIS VOLUMES DE “OBRAS-PRIMAS DO TERROR”.

A ARTE DE DARIO ARGENTO

Nascido em Roma em 1940, Argento foi crítico de cinema e colaborou no roteiro de “Era uma Vez no Oeste” (1968), de Sergio Leone. Influenciado por Mario Bava, estreou na direção em 1970 com “O Pássaro das Plumas de Cristal”, longa que deu origem à sua “Trilogia dos Bichos”, em que cada título de filme apresenta um animal que serve de pista para a derradeira descoberta dos assassinos.

Com trilha sonora de Ennio Morricone, a trilogia marcou Argento como mestre do ‘giallo’, subgênero conhecido pelos thrillers italianos caracterizados por histórias de suspense envolvendo um assassino serial — geralmente de luvas, capa ou chapéu –, uma testemunha ocular que se envolve em uma investigação particular e a morte de lindas mulheres de forma sádica. O termo ‘giallo’, significa “amarelo” em italiano e é originário dos livros de mistério publicados com capa amarelada em toda a Itália durante a década de 1930.

Além da “Trilogia dos Bichos”, o box traz “Terror na Ópera”, considerado o último grande filme do diretor.

DISCO 1:

O PÁSSARO DAS PLUMAS DE CRISTAL (“L’uccello dalle piume di cristallo”, 1970, 97 min.)
Com Tony Musante, Suzy Kendall e Enrico Maria Salerno.

Um escritor americano que mora em Roma assiste ao assassinato de uma mulher. Como a polícia não resolve o caso, ele decide investigar por conta própria.

O GATO DE NOVE CAUDAS (“Il gatto a nove code”, 1971, 112 min.)
Com James Franciscus, Karl Malden e Catherine Spaak.

Um repórter e um jornalista cego aposentado tentam resolver uma série de assassinatos e acabam se tornando alvos do assassino.

DISCO 2:

QUATRO MOSCAS SOBRE VELUDO CINZA (“Quattro Mosche di Velluto Grigio”, 1971, 104 min.)
Com Michael Brandon, Mimsy Farmer e Jean-Pierre Marielle.

Um músico é perseguido por um assassino misterioso que o chantageia pela morte acidental de uma pessoa.

TERROR NA ÓPERA (“Opera”, 1987, 107 min.)
Com Cristina Marsillach, Ian Charleson e Urbano Barberini.

Uma jovem soprano é perseguida por um assassino doentio durante a montagem da ópera “Macbeth” em Milão. Direção de fotografia de Ronnie Taylor (vencedor do Oscar por “Gandhi”) e trilha assinada por, entre outros, Brian Eno.

 E VEJA TAMBÉM:

A MORTE CAMINHA DE SALTO ALTO

Giallo de 1971 dirigido por Luciano Ercoli com a atriz espanhola Nieves Navarro (aqui sob o pseudônimo de Susan Scott) no papel de Nicole, uma dançarina que acaba perseguida por um homem mascarado, responsável pela morte de seu pai. Com cenas de violência chocante, muita sensualidade e visual estilizado, o filme lembra alguns trabalhos de Brian De Palma (“Sisters”, “Vestida para Matar”).

KOLCHAK E OS DEMÔNIOS DA NOITE – A SÉRIE COMPLETA

Box com 5 discos incluindo todos os 20 episódios da cultuada série dos anos 1970 que serviu de inspiração para produções como “Arquivo X” e “Supernatural“. Na trama, o repórter policial Carl Kolchak (Darren McGavin) trabalha em um jornal de Chicago e investiga estranhos casos policiais envolvendo fatos sobrenaturais, vampiros, lobisomens, zumbis, fantasmas, alienígenas e outros seres bizarros.

A HORA DO LOBISOMEM

Produzido por Dino De Laurentiis, o filme é baseado no romance homônimo de Stephen King, também autor do roteiro, sobre a pequena cidade de Tarker’s Mill, onde violentos assassinatos começam a ocorrer. Porém, o jovem Marty (Corey Haim, de “Os Garotos Perdidos”) acredita que o assassino não é uma pessoa, mas sim um lobisomem. Terror indicado ao prêmio máximo do Fantasporto, o maior festival de cinema dedicado a filmes do gênero fantástico.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 3

Edição com luva, livreto, 2 discos e cards, trazendo dois filmes –exibidos em sessão dupla nos anos 1960– com Peter Cushing no papel do Dr. Who. Em DR. WHO E A GUERRA DOS DALEKS, o personagem ativa acidentalmente sua nova invenção, a TARDIS, uma máquina do tempo. Já na sequência, ANO 2.150 – A INVASÃO DA TERRA, Who e parte de sua família viajam para 2150 e encontram Londres destruída pelos alienígenas Daleks.

DARK SIDE HORROR COLLECTION – VOLUME 4

Filme de horror trash típico dos anos 1980, A VISÃO DO TERROR satiriza a classe média norte-americana, por meio de uma poderosa forma de energia vinda do espaço que provoca estranhos fenômenos, captados pela antena parabólica de uma TV. Em A TV DOS MORTOS-VIVOS, um escritor recebe por engano uma televisão que exibe apenas um filme em preto e branco, “Zombie Blood Nightmare”. Edição com luva, livreto, 2 discos e cards.

MONSTERS – THE ESSENCIAL COLLECTION (Blu-ray)

Edição Especial Limitada com 8 cards dos posters dos filmes mais livreto de 48 páginas com fotos de bastidores, cartas, posters originais e muito mais. São 8 clássicos da Universal: “Drácula” (1931), “Frankenstein” (1931), “A Múmia” (1932), “O Homem Invisível” (1933), “A Noiva de Frankenstein” (1935), “O Lobisomem” (1941), “O Fantasma da Ópera” (1943) e “O Monstro da Lagoa Negra” (1954).

O CHAMADO 3

Terceiro episódio da franquia de terror baseada no terror japonês de 1998 sobre fita de vídeo VHS que amaldiçoa quem a assiste. Pois o filme amaldiçoado de Samara começa a circular novamente e faz mais vítimas, entre elas a jovem Julia (Matilda Lutz), que descobre algo que ninguém havia visto antes nas imagens do vídeo.

O SONO DA MORTE

Depois de brilhar em “O Quarto de Jack“, o ator-mirim Jacob Tremblay estrela este thriller psicológico que flerta com o cinema de horror e o fantástico. Seu personagem, Cody, é adotado pelo casal Jessie (Kate Bosworth) e Mark (Thomas Jane), só que tem um problema: seus sonhos (e pesadelos) podem se tornar realidade.

BRUXA DE BLAIR (2016)

Em 1999 “A Bruxa e Blair” marcou época com sua combinação de terror e imagens ao estilo “found footage” (preexistentes, como se fosse um documentário). 17 anos depois, esta sequência refaz o mesmo enredo, com um grupo de universitários perdido numa floresta sinistra de Maryland.

SEXTA-FEIRA 13 COM TERROR E SUSPENSE NA 2001

PENNY DREADFUL – 2ª TEMPORADA

Em 2016, Eva Green (“O Lar das Crianças Peculiares“) recebeu uma merecida indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz (drama) por sua atuação na segunda temporada da série criada por John Logan. Mais do passado de sua personagem, Vanessa Ives, vem à tona em incríveis flashbacks, enquanto seus amigos – o explorador africano Sir Malcolm Murray (Timothy Dalton), o americano Ethan Chandler (Josh Hartnett) e o Dr. Victor Frankenstein (Harry Treadaway) – enfrentam novos perigos.

O HOMEM NAS TREVAS

Reverenciado pelo fãs de terror graças à refilmagem de “A Morte do Demônio“, o uruguaio Fede Alvarez assina a direção desta violenta produção de baixo orçamento que se tornou um dos sucessos-surpresa de 2016. Na trama, um trio de jovens contraventores encontra a oportunidade perfeita de fazer um assalto. Após descobrirem que uma mansão é habitada por um senhor cego (Stephen Lang, de “Avatar”), eles elaboram um plano para tentar invadir o local, mas o jogo muda. Encarcerados no local, eles precisam lutar por suas vidas contra um oponente inesperado.

EXTRAS: Comentários em áudio * Não tem como escapar * O Homem nas Trevas * Conheça o elenco * Criando a casa assustadora * Os sons do horror * Cenas excluídas * Trailers

QUANDO AS LUZES SE APAGAM

Inspirado em curta-metragem homônimo do diretor sueco David F. Sandberg, o filme parte da seguinte premissa: uma entidade maligna que surge em qualquer lugar que não tenha luz. É o que descobrem dois irmãos que lidam com uma criatura ligada ao passado de sua mãe. Agora, a vida de toda sua família e amigos corre perigo todas as vezes que as luzes se apagam… Nos extras do DVD, cenas deletadas.

INVOCAÇÃO DO MAL 2

7

Um dos maiores nomes do cinema de horror (“Jogos Mortais”, “Sobrenatural”) na atualidade, James Wan dirige e produz esta continuação do terror de 2013. Com 3,6 milhões de espectadores nos cinemas brasileiros, o filme traz de volta o carismático casal de investigadores paranormais em um novo caso, conhecido como o “Amityville britânico”, em 1977. A dupla desembarca em Enfield, na Inglaterra, chamada pela igreja para investigar incidentes paranormais supostamente ocorridos na residência de Peggy Hodgson (Frances O’Connor), que cria sozinha seus quatros filhos.

A MALDIÇÃO DA FLORESTA

Em uma remota floresta na Irlanda, Adam Hitchens tenta recomeçar a vida ao lado da esposa e do filho recém-nascido. No entanto, ao chegarem na casa nova, são alertados por um morador local para tomar cuidado com as terras sagradas. Premiado em festivais de cinema fantástico (Fangoria, Screamfest etc), o filme marca a estreia do videoartista Colin Hardy na direção de longa e mistura elementos de terror e suspense com folclore irlandês.

A COLINA ESCARLATE

7

Aclamado por “O Labirinto do Fauno”, o diretor e produtor Guillermo del Toro cria mais uma vez um universo exuberante, nesta produção gótica estrelada por Tom Hiddleston, Jessica Chastain e Mia Wasikowska. Na trama, uma escritora, apaixonada pelo misterioso Sir Thomas Sharpe, muda-se para a sombria mansão dele no alto de uma colina. A propriedade tem uma história macabra e a forte presença de seres de outro mundo.

DARK COLLECTION – VOL.1

Dois cults de horror britânicos: “A Casa que Pingava Sangue” (1971), antologia com quatro episódios escritos por Robert Bloch (autor de “Psicose”), e “A Casa da Noite Eterna” (1973), influente “filme de casa assombrada” escrito por Richard Matheson (“Além da Imaginação”) e estrelado por Roddy McDowall e Pamela Franklin. No elenco do primeiro, destaque para a presença de dois ícones do gênero: Christopher Lee e Peter Cushing. Edição especial com dois discos e cards.

DARK COLLECTION – VOL.2

Duas bizarras interpretações de clássicos de horror por Paul Morrissey, ex-pupilo de Andy Warhol na célebre Factory. Em “Carne para Frankenstein” (1973), o Barão Frankenstein (Udo Kier) vive uma relação incestuosa com a própria irmã e inicia um experimento a partir de restos mortais. Já em “Sangue para Drácula” (1974), o conde precisa descobrir uma jovem virgem para beber de seu sangue. Ator-fetiche de Warhol, Joe Dallesandro estrela ambos os filmes. Edição especial com dois discos e cards.

HAMMER – A CASA DO TERROR

untitled-1

Com 4 discos, o box reúne a temporada completa, com 13 episódios, da série produzida pela Hammer em 1980. A tradicional produtora inglesa de filmes de horror empregou sua experiência no gênero em histórias macabras (e repletas de humor negro) com atores do porte de Peter Cushing, Denholm Eliot, Brian Cox, Pierce Brosnan e Jon Finch.

OS VAMPIROS DE SALEM – O RETORNO

6

A fim de sossego, um antropólogo leva o filho adolescente para sua cidade natal, Jerusalem’s Lot. Lá, descobre que a cidade está infestada de vampiros e tenta acabar com a ameaça, antes que eles se tornem os residentes definitivos de Salem. Dirigido pelo especialista em produções “B” Larry Cohen (“Nasce um Monstro“, “A Coisa”), o filme é uma continuação da minissérie “A Mansão Marsten” (1979), baseada em obra de Stephen King.

SERIAL KILLERS

0000000000

Coleção com 3 DVDs + 5 Cards e quase 3 horas de extras. São cinco filmes inéditos, a maioria cults e produções B para os fãs de terror e suspenses, todos sobre assassinos seriais. Quatro deles baseados em eventos verídicos. Há títulos perturbadores como “Confissões de um Necrófilo”, o aclamado “Henry – Retrato de um Assassino”, indicado ao Independent Spirit Awards, e o cult “Lua de Mel de Assassinos”, proibido em vários países. Nos extras, destaque para o inédito documentário “O Serial Killer – Henry Lee Lucas”.

BOA NOITE, MAMÃE

1111111111

Dirigido por Severin Fiala e Veronika Franz, o aclamado suspense austríaco estabelece desde o início a grande dúvida dos protagonistas. Numa propriedade isolada, os gêmeos Lukas e Elias (Lukas e Elias Schwartz) estranham a aparência da mãe (Susanne Wuest), que surge irreconhecível com o rosto coberto de ataduras, após uma cirurgia plástica. Repleta de elipses, a trama mantém o mistério em torno do que ocorreu com a mulher com o rosto coberto, paralelamente em que desenvolve um sádico jogo de poder entre ela e as crianças.

GAROTA SOMBRIA CAMINHA PELA MORTE

14

Um filme de vampiros diferente: uma coprodução entre EUA e Irã, com fotografia em preto e branco e diálogos em persa. Em Bad City, uma cidade iraniana abandonada, vivem diversos traficantes e prostitutas. Um reduto de depravação e falta de esperança, onde uma vampira mata seres solitários a fim de saciar sua sede de sangue. Indicado ao Independent Spirit Awards de melhor filme de estreia, fotografia e ao “Someone to Watch Award”.

RUA CLOVERFIELD, 10

00000

Dirigido pelo estreante Dan Trachtenberg, o filme é uma espécie de sequência temática de “Cloverfield – O Monstro”, também produzido por J.J. Abrams, diretor de “Star Wars – O Despertar da Força“. Os quatro primeiros minutos da trama estabelecem o clima intrigante que ronda Michelle (Mary Elizabeth Winstead), que sofre um terrível acidente de carro. Ao acordar, começa o pesadelo, com ela acorrentada sobre a cama em um abrigo subterrâneo.

AMERICAN HORROR STORY – HOTEL

001

A série criada por Ryan Murphy e Brad Falchuk continua, com mais uma história diferente e Lady Gaga como “A Condessa”, papel que lhe rendeu um Globo de Ouro no início deste ano. As pistas de uma série de assassinatos levam até à sensual personagem da cantora, uma vil moradora do Hotel Cortez na região central de Los Angeles. Kathy Bates, Angela Bassett, Matt Bomer, Denis O’Hare e Sarah Paulson completam o elenco.

HALLOWEEN NA 2001 COM “INVOCAÇÃO DO MAL 2” E MAIS TERROR EM DVD

4

JÁ DISPONÍVEL NA 2001, A CONTINUAÇÃO DO SUCESSO DE 2013 TRAZ DE VOLTA A DUPLA LORRAINE E ED WARREN ÀS VOLTAS COM MAIS UM CASO INSPIRADO EM FATOS REAIS. E CONFIRA TAMBÉM A SÉRIE DE TV “HAMMER – A CASA DO TERROR” E O INÉDITO “OS VAMPIROS DE SALEM – O RETORNO“, BASEADO NOS PERSONAGENS DE STEPHEN KING .

6

INVOCAÇÃO DO MAL 2

Um dos maiores nomes do cinema de horror (“Jogos Mortais”, “Sobrenatural”) na atualidade, James Wan dirige e produz esta continuação do terror de 2013.

Com 3,6 milhões de espectadores nos cinemas brasileiros, o filme traz de volta o carismático casal de investigadores paranormais  (Patrick Wilson, “Watchmen“) em um novo caso, conhecido como o “Amityville britânico”, em 1977.

7

Sete anos depois da trama de “Invocação do Mal”, a dupla desembarca – ao som de London Calling (do The Clash) – em Enfield, na Inglaterra, chamada pela igreja para investigar incidentes paranormais supostamente ocorridos na residência de Peggy Hodgson (Frances O’Connor), que cria sozinha seus quatros filhos. O caso tornou-se o mais documentado na história da paranormalidade.

Com boa reconstituição de época,”Invocação do Mal 2” capricha no desenho de som e nos sustos, apresentando uma nova entidade, que deixa sua marca na franquia assim como a boneca Annabelle no primeiro filme.

EXTRAS DO DVD: Cenas deletadas

7

CURIOSIDADE: O verdadeiro Ed Warren morreu em 2006, aos 79 anos, mas Lorraine Warren continua viva, aos 89 anos.

HAMMER – A CASA DO TERROR

untitled-1

Com 4 discos, o box reúne a temporada completa, com 13 episódios, da série produzida pela Hammer em 1980. A tradicional produtora inglesa de filmes de horror empregou sua experiência no gênero em histórias macabras (e repletas de humor negro) com atores do porte de Peter Cushing, Denholm Eliot, Brian Cox, Pierce Brosnan e Jon Finch.

OS VAMPIROS DE SALEM – O RETORNO

6

A fim de sossego, um antropólogo leva o filho adolescente para sua cidade natal, Jerusalem’s Lot. Lá, descobre que a cidade está infestada de vampiros e tenta acabar com a ameaça, antes que eles se tornem os residentes definitivos de Salem.

Dirigido pelo especialista em produções “B” Larry Cohen (“Nasce um Monstro“, “A Coisa”), o filme é uma continuação da minissérie “A Mansão Marsten” (1979), baseada em obra de Stephen King.

COMPLETE SUA COLEÇÃO EM DVD: DEZENAS DE TÍTULOS EM PROMOÇÃO NA 2001

CLÁSSICOS DO CINEMA, CULTS E PRODUÇÕES DE DIVERSOS PAÍSES, AGORA COM PREÇO ESPECIAL. 

Entre os filmes selecionados, há obras importantes adaptadas para a telona (“Senhorita Julia“, “Electra“, “Os Vivos e os Mortos“, “Maurice“), produções francesas (“Zazie no Metrô“, “As Duas Faces da Felicidade“), histórias ousadas (“La Bête“, “Eu, Christiane F.“) e até cults de terror (“A Maldição de Samantha“, “Uma Noite Alucinante 3“) – para curtir o clima de Halloween -, entre dezenas de títulos. Destaque também para o grande cineasta alemão Rainer Werner Fassbinder (1945–1982), com três de seus melhores trabalhos na promoção: “As Lágrimas Amargas de Petra von kant”, “O Direito do Mais Forte é a Liberdade” e “O Mundo Por um Fio”.

Não deixe de adquirir seus filmes favoritos, nem de descobrir produções menos conhecidas, pois os estoques são limitados. Confira a seguir uma pequena amostra com sugestões de nossa equipe. Tem muito mais em nosso site.

Boa sessão “cult”!

SENHORITA JULIA

4

O sueco Alf Sjöberg dirigiu e escreveu esta adaptação da peça homônima do dramaturgo August Strindberg (1849-1912), escrita em 1888, dissecando conflitos sociais seculares por meio do intenso encontro entre uma aristocrata e seu empregado, cuja relação desigual sofre uma inversão – com o dominado passando a dominador. Refilmado em 2014 (“Miss Julie“) por Liv Ullmann, o filme conquistou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

ELECTRA, A VINGADORA

5

Depois da guerra de 10 anos contra Tróia, Agamenon volta para casa. Em sua ausência, sua esposa, Clitemnestra, esteve nos braços de um amante, que mata Agamenon logo após o seu retorno. Seus filhos, Electra e Orestes, esperam vingar, agora adultos, o assassinato do pai. Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, “Electra” trouxe notoriedade ao grego-cipriota Michael Cacoyannis (“As Troianas“, em promoção na 2001), que depois dirigiria o sucesso mundial “Zorba, o Grego”(1964).

O AMANHÃ É ETERNO

16

Orson Welles interpreta um homem dado como morto na 1ª Guerra e que reaparece – 20 anos depois – desfigurado e com nova identidade. Ele encontra acidentalmente a esposa, Elizabeth (Claudette Colbert), e descobre ter um filho, Drew. Assim, neste clássico melodrama de 1946, o protagonista precise decidir se revela ou não a sua verdadeira identidade.

AS OITO VÍTIMAS

6

Primeira parceria entre Alec Guinness (de “Hitler – Os Últimos 10 Dias”, também na promoção) e o estúdio Ealing, anos antes de comédias cínicas como “Quinteto da Morte” (lançado em DVD pela primeira vez com exclusividade na 2001), o filme marcou época com seu humor negro e a atuação superlativa de seu ator principal, que interpreta oito papéis! Na trama, um nobre condenado à morte começa a recordar, pouco antes de sua execução, sua trajetória.

ZAZIE NO METRÔ

7

Dirigida por Louis Malle (“Lacombe Lucien”), esta adaptação do livro de Raymond Queneau é uma adorável e excêntrica comédia francesa que transborda criatividade, com montagem e concepção visual elaboradas, e o espírito libertário da Nouvelle Vague. No filme, Zazie, garota do interior da França, tem a chance de conhecer Paris pela primeira vez, passando dois dias na capital francesa. Hospedada na casa de seu tio Gabriel (Philippe Noiret, de “Não Toque na Mulher Branca“), ela cultiva um sonho: andar de metrô.

AS DUAS FACES DA FELICIDADE

8

Precursora da Nouvelle Vague com “La Pointe Courte” (1954), Agnès Varda (“Cléo das 5 às 7“) dirige esta evocação sem culpa sobre o casamento e o desejo, refletindo sobre o significado da felicidade e a relação conjugal. Visualmente influenciado pela pintura impressionista, este é um dos mais belos trabalhos de uma das grandes diretoras da história do cinema. Nele, um pai de família casado se envolve com outra mulher, mas não quer abandonar a esposa. Prêmio Especial do Júri no Festival de Berlim.

PRIVILÉGIO

9

A premissa do filme – um artista que tem sua individualidade sacrificada, transformando-se em um produto – nunca foi tão atual em tempos de astros-relâmpagos. Dirigido pelo influente (e provocador) documentarista britânico Peter Watkins, este clássico de 1967 desconcertou a crítica com seu misto de musical, cinema-verdade e crítica à indústria cultural, em um futuro indeterminado que não esconde suas raízes no frenesi causado pelas mudanças comportamentais dos anos 1960 e 1970.

UM BEATLE NO PARAÍSO

10

Corroteirista do clássico “Doutor Fantástico” (1964), o escritor Terry Southern também escreveu esta anárquica comédia lançada durante a efervescência da Swinging London sessentista. Contando com a colaboração dos ex-Monty Python John Cleese e Graham Chapman no roteiro, esta sátira surreal debocha da moral e dos costumes ingleses em uma série de esquetes com a participação de Raquel Welch, Yul Brynner e Roman Polanski, em papéis bizarros.

O MUNDO POR UM FIO

11

Realizado para a TV alemã, o telefilme comprova a versatilidade de Rainer Werner Fassbinder também na seara da ficção-científica. Antecipando em décadas algumas das ideias de “Matrix”, o cineasta alemão apresenta seu herói de trama “noir” em uma intrincada conspiração envolvendo realidade virtual. Destaque para a rebuscada fotografia de Michael Ballhaus e Ulrich Prinz. DVD duplo com a versão integral exibida originalmente em duas partes na TV alemã em  1973.

LA BÊTE

12

Nascido em Kwilcz (Polônia), Walerian Borowczyk (1923-2006) começou a carreira como pintor e litógrafo até se tornar desenhista de pôsteres de cinema. No final dos anos 1950, dirigiu curtas animados e, na década seguinte, mudou-se para a França, onde ganhou notoriedade com a controvérsia gerada pelo conteúdo erótico de seus filmes. “La Bête” (ou A Besta) é mais um desses exemplos de erotismo chique, com referências ao clássico “A Bela e a Fera” e inusitadas cenas de sexo.

EU, CHRISTIANE F., 13 ANOS, DROGADA E PROSTITUÍDA

13

Dirigido por Uli Edel, o filme é baseado no livro homônimo escrito pelos jornalistas Kai Hermann e Horst Rieck a partir de depoimentos de Christiane Felscherinow. Com cenas fortes, o relato marcou época e continua a chocar, apresentando um retrato melancólico e sem retoques do ocaso de uma jovem que sucumbe ao inferno das drogas. Curiosidade: na trama, Christiane vai a um show de David Bowie que, além de fazer uma ponta, marca presença na trilha sonora, composta por várias músicas de sua fase alemã, como a inesquecível “Heroes”.

MAURICE

14

Escrito por E.M. Forster (1879-1970) e publicado postumamente, o romance Maurice retrata as dificuldades do personagem-título em lidar com sua homossexualidade na repressora Inglaterra do começo do século XX. A adaptação para cinema é mais uma requintada produção de Ismail Merchant com direção de James Ivory (“Uma Janela para o Amor“, “Retorno a Howards End”). Vencedor do Leão de Prata no Festival de Veneza e indicado ao Oscar de melhor figurino.

OS VIVOS E OS MORTOS

15

Último trabalho de John Huston, o filme é considerado seu testamento, com a filha Anjelica Huston no elenco e roteiro (indicado ao Oscar) do filho Tony – uma adaptação do conto “Os Mortos”, de “Os Dublinenses”, escrito por James Joyce. Como outras obras do célebre escritor irlandês, a história é uma meditação em torno do tempo e da memória: em 6 de janeiro de 1904, Dublin (Irlanda) celebra o Dia dos Reis, e, na casa das irmãs Morgan, Julia e Kate, são oferecidos uma ceia e um sarau a amigos e parentes.

DON DRÁCULA

17

Baseada no mangá de Osamu Tezuka, a série de animação japonesa foi exibida na extinta TV Manchete nos anos 80 e marcou época com sua mistura de terror e comédia pastelão, mostrando os hilários embates entre um Drácula de araque e seu aqui-inimigo, o nervoso Van Helsing que, por um problema de saúde, está sempre a correr para o banheiro.

A MALDIÇÃO DE SAMANTHA

18

Dirigido por Wes Craven (“A Hora do Pesadelo”) e escrito por Bruce Joel Rubin (“Ghost: Do Outro Lado da Vida“), o filme tem traços da história de Frankenstein, com seu jovem gênio da ciência obcecado pela vizinha, Samantha (Kristy Swanson). Originalmente um projeto de ficção-científica centrado na relação dos protagonistas, o longa ganhou – por imposição do estúdio – mais sequências de violência, incluindo uma das cenas de decapitação mais impactantes do cinema de horror.

UMA NOITE ALUCINANTE 3

19

Estrelada pelo anti-herói Ash (Bruce Campbell), a trilogia dirigida por Sam Raimi encerra em grande estilo com o personagem acidentalmente enviado de volta no tempo para combater um exército de caveiras, no século XIV. Lá, ele lidera a batalha dos humanos contra os Mortoais, seres da Escuridão que também estão atrás do Necronomicon, o Livro dos Mortos. Adorada pelos fãs de terror, a saga de Ash continua, mais de 20 anos depois, na série “Ash vs. The Evil Dead”.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A LISTA COMPLETA NO SITE