Truque de Mestre

ENTRE OS LANÇAMENTOS DO MÊS, “O CONTADOR”, “A ASSASSINA” E MUITO MAIS!

O CONTADOR

Dirigido por Gavin O’Connor (de “Guerreiro“), este thriller policial tem o mérito de apresentar um personagem diferente: o introspectivo e misterioso Christian Wolff (Ben Affleck), o contador do título. Portador da Síndrome de Savant, ele tem dificuldade para se relacionar com as pessoas e leva uma vida dupla, trabalhando para organizações perigosas. O elenco ainda conta com Anna Kendrick (“Amor sem escalas”), J. K. Simmons (“Whiplash – Em Busca da Perfeição“) e John Lithgow (“The Crown”). Em DVD e Blu-ray.

A ASSASSINA

Vencedor do prêmio de melhor diretor para Hou Hsiao-Hsien no Festival de Cannes em 2015, “A Assassina” representou Taiwan na disputa por uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro do Oscar 2016. Aclamado pela crítica internacional, é um épico de artes marciais de ritmo lento e rara beleza, sobre uma assassina profissional que começa a questionar seu trabalho ao se apaixonar pelo homem que deveria matar, durante a dinastia Tang (618-907 a.C.).

AS MONTANHAS SE SEPARAM

Mais um importante trabalho do diretor e roteirista Jia Zhang-ke (“Um Toque de Pecado“), também indicado à Palma de Ouro em 2015. O cineasta chinês traça um retrato contundente (e crítico) das mudanças econômicas, políticas e sociais em seu país, a partir de uma narrativa dividida em três épocas: 1999, 2014 e 2025. A história acompanha Tao, bela jovem de província que se vê dividida entre dois pretendentes – um herdeiro abastado e um trabalhador de mina de carvão.

TRUQUE DE MESTRE – O 2º ATO

Com quase dois milhões de espectadores no Brasil, esta continuação traz de volta quase todo o elenco principal do sucesso de 2013, acrescido agora de uma nova “cavaleira” – Lula, papel de Lizzy Caplan – e vilão, interpretado pelo eterno Harry Potter Daniel Radcliffe. Na trama, os cavaleiros Daniel (Jesse Eisenberg), Merritt (Woody Harrelson) e Jack (Dave Franco) estão foragidos. Sob a proteção de Dylan Rhodes (Mark Ruffalo), que continua trabalhando no FBI, o grupo de ilusionistas planeja um novo golpe. Em DVD e Blu-ray.

OUIJA – ORIGEM DO MAL

Inspirado no antigo tabuleiro de madeira que originou o terror “Ouija – O Jogo dos Espíritos” (2014), o filme volta no tempo, aos anos 1960, para contar outra história de horror. Filha de uma mulher que aplica golpes em clientes, fingindo se comunicar com espíritos, Doris utiliza um tabuleiro de Ouija e liberta seres malignos que passam a se apoderar do seu corpo. A direção é de Mike Flanagan, que vem ganhando força no gênero graças a filmes como “O Espelho” (2013) e “O Sono da Morte” (2016).

O CORVO

Dirigido por Alex Proyas (“Cidade das Sombras”, “Eu, Robô“), este violento conto gótico ficou marcado pela tragédia do ator Brandon Lee (1965–1993), morto com um tiro de verdade durante as filmagens. Filho de Bruce Lee, ele interpreta Eric Draven, um músico de rock que é assassinado juntamente com sua noiva por uma gangue, na noite que precede o Halloween. Um ano depois, Draven retorna da sepultura com a ajuda de um misterioso corvo, a fim de se vingar de seus assassinos.

LIFE – UM RETRATO DE JAMES DEAN

Diferentemente da maioria das cinebiografias, “Life” desconstrói o mito por meio de um recorte de sua vida. Semanas antes do lançamento de “Vidas Amargas”, em 1955, o fotógrafo Dennis Stock (Robert Pattinson) convence a revista Life para realizar um ensaio com James Dean. Após muita insistência, Stock consegue acompanhar o astro em sua viagem para a fazenda onde cresceu, em Indiana. Lá, ele irá registrar as imagens mais famosas da carreira de Dean. O filme tem direção de Anton Corbijn (de “Control”, sobre Ian Curtis).

VIDA SELVAGEM

Com enredo semelhante a “Capitão Fantástico” (com Viggo Mortensen indicado ao Oscar), esta produção franco-belga do diretor Cédric Kahn (“O Tédio”) é inspirada em fatos reais e mostra uma família que vive de forma nômade, longe das regras da sociedade. Paco (Mathieu Kassovitz) e Nora (Céline Sallette) conheceram-se numa comunidade hippie. Tempos depois, ela se cansa desse estilo de vida e foge com os dois filhos, agora com 7 e 8 anos, para viver com os pais dela. O longa venceu o Grande Prêmio do Júri no Festival de San Sebastián em 2014.

INCOMPREENDIDA

Dez anos depois de seu segundo longa ficcional, o seminal “Maldito Coração” (2004), Asia Argento volta a dirigir mais uma história de tintas trágicas em torno de uma família disfuncional. Aqui, a vítima de negligência é Aria (Giulia Salerno), uma menina de nove anos em busca de afeto. Em meio ao narcisismo de seu pai ator (Gabriel Garko) e de sua mãe pianista (Charlotte Gainsbourg, de “Ninfomaníaca“) e à incompreensão na escola, a resiliente Aria encontra um sopro de esperança ao lado de uma colega – e de sua imaginação.

CEGONHAS – A HISTÓRIA QUE NÃO TE CONTARAM

Esta animação para os pequenos parte da premissa de que as cegonhas costumavam distribuir bebês para os lares do mundo… e agora oferecem pacotes para a gigante global da internet Lojadaesquina.com. Só que tudo se complica quando a Máquina de Bebês é acidentalmente ativada, depois de vinte anos. Vozes originais de Andy Samberg, Jennifer Aniston, Ty Burrell e Danny Trejo, e o lançamento em DVD e Blu-ray traz como extra o clipe musical do sucesso “Hit the Sky”, de Jason Derulo.

RANKING 2001: TOP 10 DE SETEMBRO

000001

10. A DATILÓGRAFA

datilografa2

À semelhança de comédias francesas recentes como “Potiche” e “Românticos Anônimos”, o filme usa e abusa do visual retrô. Essa estilização confere tom de fábula à história da tímida Rose (Déborah François, de “A Criança”), que consegue uma disputada vaga de secretária. Seu novo chefe (o talentoso Romain Duris, de “Como Arrasar um Coração“) enxerga nela potencial para se tornar campeã de “velocidade datilográfica”.

9. AMOR PLENO

cena-do-filme-amor-pleno-dirigido-por-terrence-malick-e-estrelado-por-ben-affleck-olga-kurylenko-e-rachel-mcadams-1374696414396_956x500

Mais um poético (e visualmente deslumbrante) trabalho do cineasta recluso Terrence Malick (“A Árvore da Vida“) transcendendo a narrativa convencional. A experiência de amar (e “desamar”) e a religiosidade fazem parte dessa experiência sensorial única, com Ben Affleck experimentando diferentes fases da relação amorosa, dividido entre as belas Olga Kurylenko (“Oblivion“) e Rachel McAdams (“Para Sempre“). Completa o elenco Javier Bardem, no papel de um padre em crise.

8. QUEBRA DE CONDUTA

top_home_image

Inédito nos cinemas brasileiros, o intrincado thriller de espionagem reúne dois astros do cinema francês – Jean Dujardin, (“O Artista“) e Cécile de France (de “O Garoto da Bicicleta“) – em um romance proibido, com o mercado financeiro (e suas especulações) de pano de fundo. Envolvida em negociações suspeitas, cada passo da personagem de Cécile é acompanhado pelo espião russo vivido por Dujardin, que não resiste e se apaixona pela mulher que deveria apenas vigiar.

7. DENTRO DA CASA

004

Premiado nos festivais de Londres e Toronto, e indicado ao César, o filme de François Ozon (“8 Mulheres”, “Ricky”) conquistou público e crítica com a engenhosa história de um professor (o ótimo Fabrice Luchini, de “Potiche”) que reconhece o talento literário de um aluno. Começa entre eles um fascinante jogo metalinguístico entre criador e criação. Mas, afinal, o que é verdade ou mentira nos textos do rapaz? Alugue o filme na 2001 e descubra…

6. O LUGAR ONDE TUDO TERMINA

02

Drama criminal que marca nova parceria entre o diretor-roteirista Derek Cianfrance e o astro Ryan Gosling depois do drama independente “Namorados para Sempre”. A trama segue a jornada do criminoso vivido por Gosling e a cruzada moral de um policial interpretado por Bradley Cooper, refletindo sobre a corrupção do caráter humano e – em escala maior, o trágico legado herdado irremediavelmente pela geração seguinte de uma família.

5. AMOR É TUDO O QUE VOCÊ PRECISA

000Mais recente trabalho da diretora dinamarquesa Susanne Bier, vencedora do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2011 com “Em um Mundo Melhor”, o drama romântico transita em torno de uma cerimônia de casamento na Itália, onde Ida, a protagonista, se aproxima do sogro de sua filha, interpretado pelo galã (e ex-007) Pierce Brosnan. Não demora  para os pais dos noivos engatarem um hesitante (e singelo) flerte.

4. EM TRANSE

Trance-2

Depois de ganhar o Oscar por “Quem Quer Ser um Milionário?” e impressionar o público com “127 Horas”, o inglês Danny Boyle imprime seu estilo visual frenético ao thriller psicológico “Em Transe”. Na trama de assalto, uma quadro de Goya é roubado, só que Simon (James McAvoy) sofre amnésia e não lembra onde o escondeu, transformando uma típica trama de golpe em um quebra-cabeça narrado do ponto de vista  de uma mente perturbada.

3. HOMEM DE FERRO 3

ironman3-poster-jumbo-jpg_162142

Com Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Rebecca Hall, Ben Kingsley e Guy Pearce no elenco, o terceiro filme da franquia surpreendeu, com boas críticas e a maior bilheteria de 2013, além de a quinta maior de todos os tempos. Coescrita e dirigida por Shane Black (roteirista da franquia “Máquina Mortífera”), a superprodução introduz um novo inimigo: Mandarim (Sir Ben Kingsley, “Gandhi”), um misterioso terrorista que desafia o presidente dos EUA.

2. FERRUGEM E OSSO

007

Coescrito e dirigido por Jacques Audiard, o drama francês é mais um trabalho visceral do cineasta conhecido por combinar violência contemporânea e lirismo poético em produções como “De Tanto Bater Meu Coração Parou” (2005) e o premiado “O Profeta” (2009). Vencedor de cinco prêmios César, e indicado ao Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro e atriz (Marion Cotillard), “Ferrugem e Osso” é um romance nada convencional construído a partir de uma terrível tragédia.

1. TRUQUE DE MESTRE

02

Um dos maiores sucessos-surpresa de 2013, com mais de U$ 200 milhões em bilheteria em todo o mundo, o filme acompanha um grupo de ilusionistas que rouba bancos durante seus espetáculos de mágica, e ainda oferece o dinheiro à plateia. Além das reviravoltas da trama, o grande diferencial do longa é mesmo o seu elenco, com nomes como Michael Caine, Morgan Freeman, Mark Ruffalo, Jesse Eisenberg, Isla Fisher, Woody Harrelson e a francesa Mélanie Laurent (de “Bastardos Inglórios”).

QUARTAS COM SUZANA VIDIGAL: “TRUQUE DE MESTRE”

EDITORA DO CINE GARIMPO, A JORNALISTA SUZANA VIDIGAL ESCREVE TODA QUARTA-FEIRA PARA O BLOG DA 2001, DESTACANDO UM GRANDE LANÇAMENTO PARA LOCAÇÃO OU VENDA NAS LOJAS DA REDE

Um dos maiores sucessos-surpresa de 2013, com mais de U$ 200 milhões em bilheteria em todo o mundo, "Um Truque de Mestre" acaba de chegar para locação em DVD e Blu-ray na 2001. A trama intrincada acompanha um grupo de ilusionistas que rouba bancos durante seus espetáculos de mágica, e ainda oferece o dinheiro à plateia

Um dos maiores sucessos-surpresa de 2013, com mais de U$ 200 milhões em bilheteria em todo o mundo, “Um Truque de Mestre” acaba de chegar para locação em DVD e Blu-ray na 2001. A trama intrincada acompanha um grupo de ilusionistas que rouba bancos durante seus espetáculos de mágica, e ainda oferece o dinheiro à plateia

Dizem os mágicos – e quem já viu boa mágica sabe que é verdade – que o truque está no detalhe. Ou melhor, em fazer o público olhar bem para um ponto específico (a cartola, o coelho, o armário), enquanto o truque acontece em outro lugar. Ou seja, quanto mais perto você olha, menos você vê. Assim dizem – e fazem – os quatro ilusionistas de Truque de Mestre.

Pode ter lá seus furos – e acho que tem mesmo. Os personagens vividos por Michael Caine e Morgan Freeman (também juntos na trilogia de Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan), por exemplo, poderiam ser melhor explorados. No frenesi do próprio tema do ilusionismo – onde tudo tem que ser rápido, para que a ilusão pareça verdade – o espectador também é levado a se ater demais ao caminho traçado pelos mágicos, deixando para trás as histórias pessoais desses personagens. E tem também quem diga que o desfecho é óbvio demais. Intriga da oposição. Este tipo de filme é feito para entreter, portanto não seja rígido demais e aproveite.

01

Truque de Mestre exige atenção. Não porque seu roteiro seja lá muito elaborado, mas porque é confuso, cheio de meandros, reviravoltas e meias-verdades. Tudo começa quando quatro ilusionistas são intimados a se encontrar. Só não sabemos quem é que está coordenando este encontro, nem o que pretende. Depois de um ano eles formam um time afiadíssimo de ilusionistas, patrocinados por um milionário, que lota a casa de shows de um cassino de Las Vegas e executa o que parece ser impossível: do palco, roubam um banco na França. E mais: o dinheiro cai em cima da plateia, boquiaberta.

A partir daí, o agente do FBI Dylan Rhodes (Mark Ruffalo, também em Minhas Mães e Meu Pai, Ilha do Medo) e da Interpol Alma Dray (Mélanie Laurent, também em Toda Forma de Amor, O Concerto, Bastardos Inglórios) são acionados para tentar descobrir se foi mágica, se foi roubo e o que a trupe pretende. Claro que os ilusionistas dão um baile nas autoridades, se safam de todas as situações e deixam o espectador intrigado. E confuso. O que faz parte do jogo, imagino – a arte de confundir também faz parte da mágica.

Independente da verossimilhança das reviravoltas da trama, o grande diferencial mesmo do filme é o seu elenco, con nomes como Michael Caine, Morgan Freeman, Mark Ruffalo, Jesse Eisenberg, Isla Fisher, Woody Harrelson e a francesa Mélanie Laurent

Além das reviravoltas da trama, o grande diferencial do filme é mesmo o seu elenco, com nomes como Michael Caine, Morgan Freeman, Mark Ruffalo, Jesse Eisenberg, Isla Fisher, Woody Harrelson e a francesa Mélanie Laurent

Mas agora que você está avisado, preste bastante atenção. Eu confesso que deixei alguns detalhes passarem, que fizeram falta no final para fechar o quebra-cabeça. Vale assistir de novo. E pelo desfecho “mágico”, você também vai sentir vontade de ver pela segunda vez, para ter certeza de que faz sentido. Ou de que realmente enganaram você direitinho.

 

Cliente da 2001, Suzana Vidigal é jornalista e editora do Cine Garimpo, blog com dicas de cinema e DVD para você escolher de acordo com seu estado de espírito.